CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Metades numa dualidade, una

Dou-te um ramo do meu corpo
e num beijo teimo um outro
que bebo de afeição
amante nos teus olhos
que me prendem aos teus dias
até que o teu rosto
durma na carne
o prazer do mimo que ardes
e entornas faúlhas e amor

O fogo espalha-se pelos corpos
nos vícios dos galanteadores
quando os lábios se tocam
sobem centelhas ao topo da alma
acorrentas-te a mim sem pressa
nas mortalhas da tez despida
toda a emoção se apraz
em arrepios e suspiros

Sou sonâmbulo das tuas horas
no teu corpo seguro
como lapa na rocha que o mar açoita
NA tua nudez de mulher
quando os desejos que anseiam
a voz de quem guarda a verdade
que íntimos confessam

Melopeias que os búzios
segredam ao guardião dos meus sonhos
enrolados nas areias serenas
de um mar bravio nos píncaros
da paixão em apego imutável
duas metades pajens do destino.

Coloridos do belo
que os rostos não traem
ao vislumbramento em que
cobrem fascinados o outro
que amam como se fossem
a metade que se prolonga nos anos…

Submited by

quarta-feira, maio 5, 2010 - 13:57

Poesia :

No votes yet

AnaCoelho

imagem de AnaCoelho
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 anos 20 semanas
Membro desde: 11/14/2008
Conteúdos:
Pontos: 1789

Comentários

imagem de Henrique

Re: Metades numa dualidade, una

Melopeias que os búzios
segredam ao guardião dos meus sonhos
enrolados nas areias serenas
de um mar bravio nos píncaros
da paixão em apego imutável
duas metades pajens do destino.

Uma salva de sentimentos apimentados de sinceridade!!!

Muito belo!!!

:-)

imagem de Gisa

Re: Metades numa dualidade, una

Belíssimo dueto, maravilhoso amor! Parabéns aos dois, abraços

imagem de Librisscriptaest

Re: Metades numa dualidade, una

Bem... Q dueto maravilhoso! Os meus parabéns aos dois, sublinho a ultima estrofe q foi a q mais me tocou...
"Coloridos do belo
que os rostos não traem
ao vislumbramento em que
cobrem fascinados o outro
que amam como se fossem
a metade que se prolonga nos anos…" (lindissimo)

Beijinho nos dois!
Inês

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of AnaCoelho

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Aforismo O tempo é singular 0 496 09/16/2010 - 19:40 Português
Poesia/Aforismo Paisagem abstracta do paraíso 2 545 09/14/2010 - 22:20 Português
Poesia/Aforismo Padrão unificado 1 970 09/14/2010 - 20:23 Português
Poesia/Aforismo Dá-me a voz da razão 1 486 09/13/2010 - 01:50 Português
Poesia/Aforismo Na luz de cada olhar 4 570 09/10/2010 - 19:52 Português
Poesia/Meditação Que posso eu fazer? 4 423 09/10/2010 - 04:24 Português
Poesia/Aforismo Repetições do tempo 3 555 09/10/2010 - 04:11 Português
Poesia/Meditação Voos que abrigam o céu 2 660 09/08/2010 - 17:33 Português
Poesia/Meditação Por vezes não faço nada 1 722 09/06/2010 - 00:09 Português
Poesia/Intervenção Quando os homens assim o quizerem 1 443 09/06/2010 - 00:08 Português
Poesia/Meditação Guardo nos bolsos a Primavera 2 280 09/06/2010 - 00:07 Português
Poesia/Amor Esboços de amor em puros sentimentos 2 805 09/06/2010 - 00:06 Português
Prosas/Pensamentos Prisioneiros do mundo interno 1 734 09/03/2010 - 22:38 Português
Poesia/Meditação Desilusão 2 446 08/29/2010 - 02:52 Português
Poesia/Amor A leveza dos amantes 5 338 08/10/2010 - 22:46 Português
Poesia/Meditação Folhas soltas ao vento 0 593 07/24/2010 - 09:57 Português
Poesia/Amor O teu retrato 4 608 07/18/2010 - 13:20 Português
Poesia/Amor Ardente 1 767 07/17/2010 - 23:20 Português
Poesia/Geral Ecos mudos 3 360 07/16/2010 - 22:33 Português
Poesia/Meditação Verdadeira essência 0 385 07/09/2010 - 19:20 Português
Poesia/Amor Prantos de volúpia 3 497 07/05/2010 - 15:32 Português
Poesia/Meditação Fronteiras vazias 1 398 06/19/2010 - 22:48 Português
Poesia/Meditação Nostalgias 3 458 06/18/2010 - 22:54 Português
Poesia/Amor Luz da paixão 2 322 06/16/2010 - 18:09 Português
Poesia/Meditação Um todo de tudo...Um pouco de nada 1 387 05/16/2010 - 17:06 Português