CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

[Mundo]

Todo mundo, no mundo
Em algum momento,
Está sozinho.
Qualquer pessoa pode se encontrar
Perdido, desiludo...
Em uma rua qualquer.
Sem palavras,
Apenas com olhares, para o nada.
Não existe hora, momento ou lugar...
Que evite ou seja capaz de deixar,
Certas coisas para trás.
Todo mundo, tem um mundo dentro de si
Capaz de se perder em meio a solidão
E desejos...
Que mais ninguém se importa.
Todo mundo tem um nó na garganta
Que não desata,
Uma lágrima, que fica por cair.
Um sorriso amarelo de canto
Que é resposta, quando a aposta
Ri de você.
Todo mundo, no mundo
É um mundo, preso em um universo
Desconhecido, esperando se descobrir.
Um porta trancada que insiste em bater,
Dentro da cabeça, aonde ninguém vê.
Um suspiro que foge pelas frestas,
Buscando abrigo, em outros sonhos.
Porque certas vezes
Somos como ilhas,
Separadas por duvidas
Em forma de oceanos.
Que fazem os anos,
Passarem castigando a pele
Como sal do mar, no sol
Que ilumina o mundo,
Mas não o silêncio que existe
Dentro de nós.

Pablo Danielli

Submited by

sexta-feira, dezembro 7, 2018 - 20:47

Poesia :

No votes yet

Pablo Gabriel

imagem de Pablo Gabriel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 semana 4 dias
Membro desde: 05/02/2011
Conteúdos:
Pontos: 2861

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Pablo Gabriel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Críticas/Outros A certeza do errado 0 986 07/23/2015 - 20:37 Português
Poesia/Meditação Soldadinho de chumbo 0 462 07/22/2015 - 15:20 Português
Fotos/Outros Plantar 0 543 07/07/2015 - 20:55 Português
Poesia/Meditação Mentes estranhas 0 596 07/04/2015 - 14:52 Português
Fotos/Outros Sonhos possíveis 0 795 06/25/2015 - 20:08 Português
Fotos/Artes ar e poesia 0 895 06/11/2015 - 21:55 Português
Fotos/Artes Eu, Poesia! 0 950 06/11/2015 - 13:34 Português
Poesia/Alegria ar e poesias 0 402 06/09/2015 - 19:10 Português
Poesia/Meditação Tempo, laços e amores. 0 367 06/01/2015 - 20:25 Português
Poesia/Amor Boca 0 303 05/29/2015 - 13:38 Português
Poesia/Meditação Múrmuros 0 508 05/08/2015 - 15:19 Português
Poesia/Meditação Casa sem morada 0 374 04/27/2015 - 18:56 Português
Poesia/Amor Armas e poesias 0 448 04/10/2015 - 14:38 Português
Poesia/Meditação Engrenagem 0 397 03/24/2015 - 18:20 Português
Poesia/Meditação Margens 0 440 03/17/2015 - 15:43 Português
Críticas/Outros Apaixone-se pelo gesto e não pelo objeto! 0 720 03/06/2015 - 18:44 Português
Poesia/Meditação Possuir 0 852 03/04/2015 - 15:28 Português
Poesia/Meditação Pálida Noite 0 529 02/27/2015 - 15:52 Português
Críticas/Outros Sobre a educação, porcos e diamantes. 0 720 02/20/2015 - 14:21 Português
Poesia/Meditação Entretempo 0 901 02/19/2015 - 17:46 Português
Críticas/Outros Tempo 0 823 02/06/2015 - 13:38 Português
Críticas/Outros Boca seca 0 1.018 01/31/2015 - 13:08 Português
Críticas/Outros Coito interrompido 0 776 01/31/2015 - 13:05 Português
Poesia/Meditação Falência programada 0 681 09/19/2014 - 19:43 Português
Fotos/Outros Silencio, inocente. 0 1.127 09/18/2014 - 13:57 Português