CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Não tenho pressa …

 

Não tenho presa nenhuma dúvida que seja,

Não tenho presa dúvida nenhuma a mim,
Absolutamente nenhuma à solta dentro
Do corpo, nas solas as mãos terminam
Onde começam os quatro sentidos d’outros,

Sinto definitivamente não ser ninguém
Neste mundo, demito o tornar-me nesse
Rei do vulgar e do vulgo tal e qual morto
Em lugar findo deste reino onde não reino

E sem dúvida não é meu, demito-me inda
Do peso de sentir por todos a lua que seja
E o mistério dos braços prenderem o corpo
À alma e das gotículas de geada os dedos,

Quadrados cotovelos e o coração absoluto
Zero (noves fora), prefiro as solas aos sapatos
Que alego serem meus e depressa, antes
Que dêem pla falta deles manhã cedo,

Antes do começo dos outros e meu eterno
Delito, término e gémeo falso do infinito,
Qualquer dúvida fica inteiramente entre
Mim e a fala e até que, do falar m’esqueça,

Não tenho pressa …

Jorge Santos(02/2018)
http://namastibetpoems.blogspot.com

Submited by

segunda-feira, março 5, 2018 - 19:54

Poesia :

Your rating: None (2 votes)

Joel

imagem de Joel
Online
Título: Membro
Última vez online: há 49 minutos 14 segundos
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 39366

Comentários

imagem de Joel

E o mistério dos braços

E o mistério dos braços prenderem o corpo
À alma e das gotículas de geada os dedos,

Quadrados cotovelos e o coração absoluto
Zero

imagem de Joel

Não tenho pressa …

Não tenho pressa alguma

imagem de Joel

Qualquer dúvida falo com o meu cabelo

Qualquer dúvida fica inteiramente entre
Mim e a fala

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Aforismo Mero 10 1.396 08/08/2018 - 16:35 Português
Ministério da Poesia/Aforismo furioso Inverno 10 1.772 08/08/2018 - 16:34 Português
Ministério da Poesia/Gótico d'azur 10 1.790 08/08/2018 - 16:33 Português
Ministério da Poesia/Aforismo sete luas 10 1.082 08/08/2018 - 16:31 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Barc'azul 10 1.348 08/08/2018 - 16:30 Português
Ministério da Poesia/Geral Puder-eu-o-ter 10 274 08/07/2018 - 16:44 Português
Poesia/Geral Toda leveza é possível enquanto dura o voo ... 10 180 08/07/2018 - 16:37 Português
Poesia/Geral Um buraco enorme em mim. 10 315 06/25/2018 - 16:01 Português
Ministério da Poesia/Geral Li berdade ... 10 282 06/25/2018 - 15:56 Português
Ministério da Poesia/Geral Conduz-me a razão. 10 394 06/25/2018 - 15:54 Português
Ministério da Poesia/Geral Escolho ... 10 740 06/25/2018 - 15:52 Português
Ministério da Poesia/Acrósticos mariposa 10 2.699 05/25/2018 - 10:08 Português
Poesia/Geral Sem glúten. 10 397 05/25/2018 - 10:06 Português
Prosas/Romance State of a Dream (From Oracles to Shamans ) 20 562 05/25/2018 - 09:57 Português
Ministério da Poesia/Geral Fabuloso, fictício ou fábula ... 10 214 05/25/2018 - 09:53 Português
Ministério da Poesia/Geral S'isto que tenho dito, fosse verdade ao menos ... 10 255 05/25/2018 - 09:51 Português
Ministério da Poesia/Geral Coroai-me de espinhos frios ... 10 275 05/25/2018 - 09:50 Português
Ministério da Poesia/Geral Matéria é escuro e o ouro... 10 170 05/25/2018 - 09:46 Português
Ministério da Poesia/Geral Põe flores no meu quarto ou não, nenhuma ... 10 218 05/25/2018 - 09:44 Português
Ministério da Poesia/Geral (Demente em contra-mão) 10 231 05/25/2018 - 09:41 Português
Poesia/Geral "Ida e volta" 10 450 05/25/2018 - 09:39 Português
Poesia/Geral Eu não digo… 10 571 05/25/2018 - 09:38 Português
Ministério da Poesia/Geral Quero o beijo antes que seja boca, 10 203 05/25/2018 - 09:36 Português
Ministério da Poesia/Geral Sou pasto de fogo fácil 10 198 05/25/2018 - 09:32 Português
Ministério da Poesia/Geral Peixes ... 10 505 05/25/2018 - 09:31 Português