CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Não Tenho Titulo Para Isto

Ei-lo...
Como o imaginava.
O "fundo" chegado
Tal qual eu pensava.
A ausência de curvas
atalhos, saídas.
Um choque frontal
Um sacudir de vidas.
O pior dos cenários
Tem neste preciso momento como fundo
O chilrear de canários.
É a ele que tomo atenção.
Que se foda o resto
Eu não presto.
Pois não é preciso
Ser-se erudito em inúmeras ciências
Para saber que existem consequências.
Cantem pássaros cantem.
Vocês merecem!
E que se fodam as rimas
Que ando para aqui a escrever
Porque eu também nunca rimei com o verbo viver!
Que se foda a poesia
A literatura e a arte!
Estou chateado!?
Zangadissímo!?
Quero ir morrer a Marte
Ou em qualquer outra parte.
Quero despir o meu nome
A minha pessoa
O meu real
E trocar o meu ADN
Por algo que não me seja Igual,
Nem sequer parecido
Porque às vezes
Tudo me é fodido
Fodido
Fodido.
Cantem pássaros
Cantem!
Vocês merecem!
 

Submited by

terça-feira, abril 19, 2011 - 13:11

Poesia :

No votes yet

Outro

imagem de Outro
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 51 semanas
Membro desde: 03/02/2010
Conteúdos:
Pontos: 890

Comentários

imagem de Amargarida

bem legal, bem mesmo quando

bem legal, bem mesmo quando vem de um sentimento, num é mesmo? é tão subjetivo que a gente não consegue nomear, dar um título... ai, achei, lindo!!!

imagem de Outro

Não Tenho Titulo Para Isto

Muito obrigado pelo comentario Amargarida. Sinto-me lisonjeado. Quanto aos titulos do textos para mim é a parte mais dificil. Principalmente tal como tu referiste se o que escrevemos está carregado de sentimentos. É dificil dar nomes a sentimentos (pelo menos no meu caso). Eu poderia numera-los numericamente ou alfanumericamente mas aí seria-me dificil relacionar um texto a um titulo quando eventualmente do texto precisasse para o que fosse.

Mais uma vez obrigado pela tua atenção.

Bjs

imagem de Amargarida

é verda, tb passo apertado

é verda, tb passo apertado pra colocar titulo nas coisas que escrevo, já desisto, sabe?? rsrsrsrrssr!!!

 

bjos!

imagem de loftspell

Fantástico poema.  Muita

Fantástico poema.  Muita inspiração :)

Abraço

imagem de Outro

Obrigado :)

Obrigado loftspell. Eu não chamar-lhe ia um poema... foi outra coisa qq que nasce da impulsividade.

Agradecido!

imagem de SuzeteBrainer

Genial!! Para que

Genial!!

Para que título,erudição,as certezas da ciência e poesia, enquanto a vida escapa pela janela...

Mas,os pássaros cantam

Há vida neles,bela...

Mas,há muita vida,irônia e poesia,muita poesia nesse teu poema.

Adoreismiley

imagem de Outro

Obrigado

Obrigado Suzete! Há "coisas" que nõ podem ficar só connosco.

imagem de Patrícia Taz

  Brilhantemente

 enlightened Brilhantemente visto

Realmente contigo é fodido

deixares de ser parecido

e arranjar título para isto

 

Hilariante este teu escrito, yes

Bjo.

 

PaTaz

imagem de Outro

Obrigado

Obrigado Patricia! Sinto-me "vaidoso" com este teu comentário"

Tb gosto muito do q escreves!

Ps* esqueci-me de referir: Gostei mto da tua entrevista,

imagem de Patrícia Taz

Caríssimo,

 

As verdades são para serem ditas, wink

Ainda bem que referes pois acho que ainda não tive o prazer

de ler um comentário teu aos meus escritos.

Obrigado pelas tuas palavras, deu-me muito gosto de a fazer, yes

 

Bjo

PaTaz

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Outro

Tópico Título Respostasícone de ordenação Views Last Post Língua
Poesia/Geral A Importancia de Cada Qual 0 601 11/18/2010 - 15:08 Português
Poesia/Geral Mnemonica 0 566 05/16/2010 - 14:12 Português
Poesia/Amor Viagem ao Desconhecido 0 449 11/18/2010 - 15:09 Português
Poesia/Aforismo Divorcio poetico 0 713 06/30/2010 - 20:57 Português
Poesia/Aforismo instinto 0 430 11/18/2010 - 15:20 Português
Poesia/Aforismo se tivesse de escolher 0 424 06/30/2010 - 21:09 Português
Poesia/Geral Expulso da Linguagem 0 476 07/03/2010 - 22:23 Português
Poesia/Geral Quase Agosto de 20010 0 534 11/18/2010 - 15:28 Português
Prosas/Saudade A Bengala que Doía ao Homem Coxo 0 830 11/18/2010 - 23:03 Português
Prosas/Outros Palavras Dificeis 0 1.378 11/18/2010 - 23:03 Português
Prosas/Contos Meia Sola de Liberdade 0 1.096 11/18/2010 - 23:03 Português
Prosas/Saudade Como é Veiga? 0 1.324 11/18/2010 - 23:05 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Privacidade 0 1.259 11/19/2010 - 18:25 Português
Ministério da Poesia/Aforismo Longitude de Laranjas 0 1.111 11/19/2010 - 18:25 Português
Ministério da Poesia/Aforismo A Sandrine Sabe o Teu Nome 0 1.312 11/19/2010 - 18:25 Português
Ministério da Poesia/Gótico Temporal 0 1.417 11/19/2010 - 18:25 Português
Ministério da Poesia/Geral Quem Persegue o que Escrevo? 0 898 11/19/2010 - 18:25 Português
Ministério da Poesia/Aforismo Bem Vindos 0 1.110 11/19/2010 - 18:25 Português
Ministério da Poesia/Haikai Mataram O Poema 0 1.938 11/19/2010 - 18:25 Português
Ministério da Poesia/Haikai Mataram O Poema 0 2.230 11/19/2010 - 18:25 Português
Ministério da Poesia/Fantasia A Lei do Menor Esforço 0 936 11/19/2010 - 18:25 Português
Fotos/ - Escarafunchamento Encefalico 0 1.860 11/23/2010 - 23:52 Português
Fotos/ - O Grande Kubrick 0 1.150 11/23/2010 - 23:54 Português
Fotos/ - Guy Fawkes 0 1.307 11/23/2010 - 23:54 Português
Fotos/ - A Morte de Ofélia 0 1.652 11/23/2010 - 23:54 Português