CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Noites de Inverno

Sinto raiva das horas,
dos minutos e segundos, vazios,
dos dias, frios, que o inverno traz.
Sinto raiva da chuva
que cai, gelada,
como a geada de todas as manhãs.
Sinto raiva do branco dos lençois,
dos espaços não preenchidos
que me assaltam os sentidos porque não estás.
E guardo-os para que os ocupes,
em abraços, apertados,
quentes e apaixonados que fazem as noites melhores.
Para lembrar que o Inverno,
dos dias mais pequenos,
tem pelo menos noites maiores.
E que os sonhos que crio
na cama onde me deito,
saem do meu peito  para serem reais.
Assim, pintar-te de beijos
e perder-me no teu corpo,
ate cair morto por amar de mais.
Para ressuscitar no outro dia,
contigo do meu lado
e saber que o nosso fado,são essas noites, fatais.
Escondendo da luz do dia,
toda essa loucura,
gasta na ternura dos gestos, banais.

Ahh! Sonhos!!!
Queres torná-los reais?

https://www.youtube.com/watch?v=VcdxU-dOY5U&feature=youtu.be

Submited by

sexta-feira, dezembro 20, 2013 - 01:30

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

paullopex

imagem de paullopex
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 32 semanas 5 dias
Membro desde: 04/05/2010
Conteúdos:
Pontos: 148

Comentários

imagem de angelofdeath

poema

Gosto muito deste teu poema, através do simples simblolismo da cama e da luz fazes um poema intenso e cheio de sentimento palapável. :)

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of paullopex

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Intervenção I CAN'T BREATH 0 263 05/31/2020 - 00:18 Português
Poesia/Amor Desencontros 7 549 05/29/2020 - 23:42 Português
Poesia/Geral está bem assim? 1 480 03/08/2018 - 17:42 Português
Poesia/Amor Porto de Abrigo 4 563 03/06/2018 - 15:22 Português
Poesia/Meditação E, como amamos? 1 492 03/05/2018 - 21:19 Português
Poesia/Meditação Quanto mede o infinito? 1 588 03/01/2018 - 17:06 Português
Poesia/Amor A dança 1 329 06/05/2014 - 04:40 Português
Poesia/Amor Noites de Inverno 1 701 01/14/2014 - 12:45 Português
Poesia/Alegria Primavera 0 428 08/18/2013 - 00:56 Português
Poesia/Amor Aventura 0 640 08/19/2011 - 14:21 Português
Poesia/Amor Desconhecida 0 539 07/06/2011 - 02:28 Português
Poesia/Meditação A regra 4 741 04/17/2011 - 12:16 Português
Poesia/Intervenção Que se CALEM, que se GRITE!!!! 2 483 03/14/2011 - 23:45 Português
Poesia/Geral Cidade ao entardecer (antigo) 2 611 03/12/2011 - 01:14 Português
Poesia/Amor Tu és... 0 451 03/05/2011 - 23:50 Português
Poesia/Desilusão Decadência 0 998 03/05/2011 - 23:46 Português
Poesia/Desilusão Múmia Sadia 2 470 03/05/2011 - 23:34 Português
Poesia/Desilusão Não!!! 0 512 03/05/2011 - 23:30 Português
Poesia/Meditação A estrada 4 598 03/05/2011 - 22:44 Português
Poesia/Pensamentos Podia-mos dar um passeio. 0 530 03/05/2011 - 01:49 Português
Poesia/Paixão E de repente... 0 585 03/05/2011 - 01:47 Português
Poesia/Meditação Actor 0 569 03/05/2011 - 01:43 Português
Poesia/Aforismo Noturno(pelas normas) 0 593 03/05/2011 - 01:41 Português
Poesia/Desilusão Saudade, sempre demais. 0 609 03/05/2011 - 01:38 Português
Poesia/Meditação Eterium 0 809 03/05/2011 - 01:37 Português