CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Nos Teus Abraços

Coração de Areia
na Amazon

https://lnkd.in/ddBsEMT

Esta coletânea de poemas é uma somatória de diversos sentimentos, ora relacionados aos nossos sofrimentos individuais, ora relacionados aos sofrimentos coletivos que nos são impostos. Dentro do contexto coletivo, encontramos também uma crítica à sociedade, à política, ao descaso com o meio ambiente e um apelo à resolução das chagas do nosso mundo. Em um contexto mais individual, a autora fala sobre o amor como objeto, sobre a ingratidão, as ilusões, a perda de confiança, as divisões e cicatrizes que as pessoas provocam umas às outras e suas consequências imediatas e de longo prazo. Se tudo isso coubesse em um único coração, como ele seria? Indissociável como uma rocha ou frágil como areia? Assim como não podemos contar os grãos de areia, também são incontáveis os sentimentos cabidos dentro de um coração como esse.

Sentimento Certo

Você acha certo
Ficar se declarando 
Se quando não estou perto 
É outra que você está beijando?

Você acha certo 
Ficar me conquistando 
Se quando não estou perto 
É outra que você está namorando? 

Somos só bons amigos
Você já sabe disso, 
Então para com isso. 
Que eu não estou gostando. 

Você acha certo 
Depois de tanto tempo
Mandar tanta mensagem 
Falando de saudade 
Se quando não estou perto 
Outra está em seus braços 
Ganhando os teus abraços? 

Você acha certo
Me deixar sonhando
E fantasiando,  
Ficar fazendo planos 
Para estar mais perto
Se outra está te amando?

Me responda 
Eu estou esperando.

Ele responde:

"Eu não acho certo 
Ficar me declarando 
Se você não está perto 
E outra estou beijando. 

Eu não acho certo
Ficar te conquistando 
Se você não está perto 
E outra estou amando. 

Mas a saudade é certa 
Então entenda isso, 
Olha, eu preciso disso, 
Quero você comigo!

Meu coração confuso 
É sempre dividido, 
Gosto do seu carinho 
E de te dar carinho. 

Meu coração confuso 
É sempre  dividido, 
Sei que somos amigos,   
Mas quero você comigo. 

Foram tantos bons momentos 
Que vivemos juntos, 
Você me iluminou 
Quando estava tudo escuro. 
 
A saudade é certa 
Ela me arrebenta 
E eu não consigo agir 
Com tanta indiferença. 

Então eu acho certo 
Eu te dar afeto, 
Então entenda isso 
Eu preciso disso.

Eu tenho certeza 
Que isso é pra sempre, 
Nosso sentimento
Quase ninguém entende."

Você acha certo 
Ficar se declarando, 
Ficar me conquistando 
Se outra está te amando? 

Eu gosto de você, 
Temos momentos lindos, 
Te amo como amigo, 
E vai ficar só nisso. 

Somos só bons amigos
Você já sabe disso, 
Então para com isso, 
É tudo que eu te digo. 

Você acha certo
Ficar se declarando 
Se quando não estou perto 
Outra está te amando? 

Você acha certo
Me deixar sonhando
Se quando abro os olhos
E viro para os lados
Eu estou sozinha
E outra ganha os teus abraços?

Submited by

quinta-feira, abril 18, 2019 - 03:08

Poesia :

No votes yet

jamilamafra

imagem de jamilamafra
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 23 semanas 4 dias
Membro desde: 09/03/2009
Conteúdos:
Pontos: 6049

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of jamilamafra

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza Viagem Triste e As Montanhas 3 869 10/22/2009 - 21:16 Português
Poesia/Meditação Assassinos. 1 1.133 10/26/2009 - 15:06 Português
Poesia/Meditação A Chuva Sobre Os Versos e o Significado 2 1.363 10/30/2009 - 16:37 Português
Poesia/Tristeza Cemitério dos Olhos Fechados 2 561 11/04/2009 - 16:57 Português
Poesia/Meditação O Jantar das Minhocas 2 894 11/10/2009 - 15:11 Português
Poesia/Meditação Matrix Dos Deuses ( Batalha nos Céus ) 2 708 11/13/2009 - 13:23 Português
Prosas/Drama Túmulo Das Lembranças. 1 2.457 11/13/2009 - 19:46 Português
Poesia/Meditação Senhor Dos Exércitos 2 1.003 11/17/2009 - 03:56 Português
Poesia/Tristeza O Destruidor. 1 614 11/18/2009 - 16:18 Português
Poesia/Meditação As Árvores. 2 1.182 11/18/2009 - 22:45 Português
Poesia/Meditação A Cura da Cegueira 2 489 11/20/2009 - 15:36 Português
Poesia/Tristeza Anjo Solitário 2 762 11/23/2009 - 19:12 Português
Poesia/Meditação A Morte do Papai Noel e a Falência da Petrobrás 2 1.095 11/23/2009 - 19:19 Português
Poesia/Meditação Tapete de Sangue 3 1.459 11/27/2009 - 13:52 Português
Prosas/Drama Amor Esquecido 2 1.137 11/27/2009 - 14:13 Português
Poesia/Meditação Febre Destruidora 1 527 11/30/2009 - 15:59 Português
Poesia/Meditação Derrota Absoluta 3 6.367 12/01/2009 - 05:25 Português
Poesia/Meditação Pobreza de Espírito 2 1.005 12/01/2009 - 05:35 Português
Poesia/Comédia Merry Christmas! 3 939 12/04/2009 - 21:21 Português
Poesia/Tristeza Fótons Depressivos 1 1.254 12/31/2009 - 07:37 Português
Poesia/Tristeza O Doce Fica Amargo e os Dias Sem Paz 4 607 02/13/2010 - 23:44 Português
Poesia/Tristeza Metalurgia e a Burguesa 1 759 02/18/2010 - 13:15 Português
Poesia/Tristeza Metalurgia e a Burguesa 2 661 02/18/2010 - 16:16 Português
Poesia/Meditação A Falência da Microsofit e os Cachorros Sarnentos 2 1.588 02/18/2010 - 17:04 Português
Poesia/Meditação Lágrima de Deus 2 773 02/20/2010 - 18:23 Português