CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

[Novos velhos]

Os novos velhos
Não desejam rédeas ideológicas,
Tão pouco, obedecer anciões...
Com novas ganâncias.

A lógica que surta, através da rotina,
Esperando por respostas que nunca chegam.

O tempo do relógio, sempre está em descompasso,
Com o desejo do infinito...
Mesmo que tenha um fim em nós.

Número de certidão, RG e CPF.
Números de placas, endereços e amores.
Número de Obituário.
Contando a vida, sem que alguém se importe.

Tanto faz o sentido daquilo
Que nunca está lá...

Tanto faz, o desejo que nunca se satisfaz.
Tanto faz se a engrenagem gira sem parar...

Os novos velhos
Querem se encontrar.

Acreditando nas recompensas
Ao se arriscar no abismo de nossas consciências.

O desespero de quem abre os olhos
E percebe que o norte está invertido.

Zona de conforto
Que escondem meias verdades,
Descobrir-se nu
Sem cordas para se salvar...

E dar um passo adiante,
Aceitando nossas limitações.

A eternidade que se encontra na liberdade,
Para os novos velhos, não morrerem de tedio,
Ou terem motivos pra se revoltar.

Recomeçar
Recomeçar
Recomeçar.

Pablo Danielli

Submited by

quarta-feira, outubro 24, 2018 - 14:52

Poesia :

No votes yet

Pablo Gabriel

imagem de Pablo Gabriel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 semanas 5 dias
Membro desde: 05/02/2011
Conteúdos:
Pontos: 2856

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Pablo Gabriel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Tudo que se tem 1 993 05/05/2011 - 16:32 Português
Poesia/Geral Passos vazios 1 714 05/05/2011 - 16:36 Português
Poesia/Geral tempo que passa 1 697 05/05/2011 - 16:39 Português
Poesia/Geral O pescado e o mar 1 881 05/05/2011 - 16:42 Português
Poesia/Geral Velhas portas 1 795 05/05/2011 - 16:53 Português
Poesia/Geral Vitima da vida 1 867 05/05/2011 - 16:56 Português
Poesia/Geral Mulheres da vida 1 971 05/05/2011 - 17:04 Português
Poesia/Geral Sem rumo, sem sorte 1 660 05/05/2011 - 17:08 Português
Poesia/Geral O tempo, as horas 1 744 05/05/2011 - 17:32 Português
Poesia/Geral O preço das coisas 1 943 05/05/2011 - 17:37 Português
Poesia/Geral Quem é você 1 1.475 05/05/2011 - 17:40 Português
Poesia/Geral Impostos 1 1.250 05/05/2011 - 17:44 Português
Poesia/Geral Circo ou vida real 1 722 05/05/2011 - 17:47 Português
Poesia/Geral Sem Lugar 1 546 05/05/2011 - 17:56 Português
Poesia/Geral Do Sonhador 1 795 05/05/2011 - 17:59 Português
Poesia/Amor Vermelho 1 736 05/05/2011 - 20:33 Português
Poesia/Geral Mudanças 1 946 05/05/2011 - 20:37 Português
Poesia/Geral Fim do Dia 1 780 05/05/2011 - 20:39 Português
Poesia/Geral Ar 1 1.485 05/05/2011 - 20:42 Português
Poesia/Geral Ao Certo 1 1.013 05/05/2011 - 20:46 Português
Poesia/Geral Pés queimados 1 772 05/05/2011 - 20:49 Português
Poesia/Geral Pedaços Sagrados 1 603 05/05/2011 - 21:02 Português
Poesia/Geral Culpados 1 839 05/08/2011 - 21:11 Português
Poesia/Geral Sobre a flor 1 822 05/08/2011 - 21:18 Português
Poesia/Geral Amores tardios 1 1.323 05/08/2011 - 21:21 Português