CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O Eco, a Sombra e as Estrelas

Pouco tempo resta pra decidir a rota: - Capitão!!
Gritam: - Faz chorar a pedra! Essa é a tarefa!
Ampulheta que fratura a hora e dilacera a pressa!
Eis minh’obra dedicada à idade e a multidão!

Vendo a memória, ninguém se interessa!
A cidade que ergo em meu verbo! Dédalo
Rasgando cada projeto e um beijo do objeto!
Resta uma dança para a despedida. Valso!

O anel ao dedo médio da menina mais sincera!
A escala domestica a fera, e meu lenço se encharca
de lembrança... Iço as velas, mordo as rédeas!

Encilharam meu cavalo, e meu nome vai bordado
Na bandeira hasteada, e meu eco acompanha o vento
Dorme a sombra, o instinto decidido berra: - Fica!

http://outubrorubro.blogspot.com/2011/04/o-eco-sombra-e-as-estrelas.html

Submited by

terça-feira, abril 26, 2011 - 23:24

Poesia :

No votes yet

marcelocampello

imagem de marcelocampello
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 anos 15 semanas
Membro desde: 03/02/2011
Conteúdos:
Pontos: 310

Comentários

imagem de MarneDulinski

O Eco, a Sombra e as Estrelas

Lindo poema, gostei!

Meus parabéns,

MarneDulinski

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of marcelocampello

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Não são pássaros, nem anjos! 0 518 03/02/2011 - 19:48 Português
Poesia/Geral MUSA PARADISÍACA 0 512 03/02/2011 - 20:14 Português
Poesia/Geral Barbies não são bem-vindas 0 707 03/02/2011 - 20:47 Português
Poesia/Geral Promessa aos velhos 1 423 03/02/2011 - 22:48 Português
Poesia/Geral Mágica Infantil 0 335 03/03/2011 - 12:29 Português
Poesia/Geral Don Durito 0 508 03/03/2011 - 12:31 Português
Poesia/Geral Fagocitose 0 454 03/03/2011 - 12:37 Português
Poesia/Geral Meu terno 0 374 03/03/2011 - 17:14 Português
Poesia/Geral Centauro 0 385 03/03/2011 - 17:19 Português
Poesia/Geral as lágrimas corretas... 0 510 03/03/2011 - 17:22 Português
Poesia/Geral Pessoas são como países... 0 291 03/03/2011 - 17:26 Português
Poesia/Geral Lapidada por Estilhaços 0 281 03/03/2011 - 17:26 Português
Poesia/Geral Sem Disfarces 0 410 03/03/2011 - 19:01 Português
Poesia/Geral O homem insone 0 327 03/03/2011 - 19:26 Português
Poesia/Geral Quanta neve... 2 342 03/03/2011 - 22:03 Português
Poesia/Geral Reine em mim Realidade! 0 356 03/04/2011 - 17:48 Português
Poesia/Geral Fetiche ao Imaginário 0 386 03/04/2011 - 17:53 Português
Poesia/Dedicado Soldado da Coluna Prestes 2 833 03/05/2011 - 00:54 Português
Poesia/Geral Bailas comigo pela eternidade? 2 417 03/05/2011 - 01:13 Português
Poesia/Geral O Albergue Anarquista 2 692 03/05/2011 - 16:33 Português
Poesia/Dedicado Minha mãe fez uma boneca 0 578 03/07/2011 - 14:09 Português
Poesia/Geral Os Namorados (Páris e Helena) 4 597 03/07/2011 - 19:15 Português
Poesia/Geral Aquieta o Realejo e Seu Macaco! 0 760 03/13/2011 - 15:55 Português
Poesia/Intervenção Não me peçam gentileza! Vou dar murros! 0 672 03/13/2011 - 18:35 Português
Poesia/Geral O labirinto de calcário 2 754 03/14/2011 - 19:36 Português