CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O INFERNO DOS POETAS

 

O inferno dos poetas é a mentira,
a mentira que as vezes escrevemos...

Fingimos não amar
para fingir que não sofremos
mas o coração não deixa de gritar
pelo amor que escondemos...

O inferno dos poetas é a ilusão,
a ilusão que as vezes escrevemos...

Fingimos um amor ideal
imaginado ou virtual
um amor que nos aqueça o coração
mas que não passa mais que ilusão...

O inferno dos poetas é o sonho,
o sonho que as vezes escrevemos...

Sonhamos um mundo perfeito
sonhamos com o que se anseia
sonhamos tudo sem defeito
mas ao acordar lá fica o sonho aprisionado na teia...

O inferno dos poetas é o medo,
o medo que as vezes escrevemos...

O medo que fingimos não ter
a cabeça erguida fingido ser herói
mas quem não tem medo de morrer?
o medo é a dor que mais doí...

O inferno dos poetas é a dor,
a dor que as vezes escrevemos...

A dor da solidão
a dor da paixão não vivida
a dor de não ter quem nos estenda a mão
a dor real , sofrida!

O inferno dos poetas é a verdade,
a verdade que ás vezes escrevemos...

É esse inferno que nos dói
é esse inferno que nos custa falar
é o inferno que nos destrói
é o inferno que não dá para negar...

...este inferno não fingimos!


"O poeta é um fingidor,finge tão completamente que chega a fingir que é dor a dor que deveras sente." - Fernando Pessoa

Submited by

domingo, maio 15, 2011 - 17:33

Poesia :

No votes yet

danyfilipa

imagem de danyfilipa
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 anos 26 semanas
Membro desde: 09/30/2009
Conteúdos:
Pontos: 5141

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of danyfilipa

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral À DERIVA NO MAR 1 1.378 03/11/2018 - 08:59 Português
Fotos/Natureza mar azul 2 11.773 03/09/2018 - 10:22 Português
Poesia/Geral CAVALEIRO ANDANTE II 1 1.637 03/09/2018 - 10:16 Português
Poesia/Geral Eu sou como uma borboleta... 5 5.524 03/06/2018 - 15:30 Português
Poesia/Tristeza Perdida, Esquecida... 0 1.350 05/15/2011 - 17:39 Português
Poesia/Geral Silêncio... 0 1.450 05/15/2011 - 17:38 Português
Poesia/Meditação Do Que Te Queixas Afinal?? 0 4.470 05/15/2011 - 17:36 Português
Poesia/Meditação O INFERNO DOS POETAS 0 1.820 05/15/2011 - 17:33 Português
Poesia/Meditação ........e nada faz sentido! 0 1.916 05/15/2011 - 17:31 Português
Poesia/Geral Não sou poeta, nem atriz...nem para ti escrevo! 0 1.101 05/15/2011 - 17:30 Português
Poesia/Geral Na falta de pontuação... 0 1.447 05/15/2011 - 17:25 Português
Poesia/Tristeza Uma peça de teatro qualquer... 0 1.187 05/15/2011 - 17:23 Português
Poesia/Tristeza Baloiço da tristeza... 0 1.258 05/15/2011 - 17:18 Português
Poesia/Tristeza Sob o olhar da Lua... 0 1.867 05/15/2011 - 17:17 Português
Poesia/Fantasia Elas...me possuem!! 0 1.217 05/15/2011 - 17:16 Português
Poesia/Tristeza Baloiço da tristeza... 0 2.091 05/15/2011 - 17:12 Português
Poesia/Amizade Tudo valeu a pena... 0 1.649 05/15/2011 - 17:08 Português
Poesia/Desilusão Sou eu... 0 1.604 05/15/2011 - 17:07 Português
Poesia/Meditação O meu, o teu, o nosso Mundo! 0 1.469 05/15/2011 - 17:06 Português
Poesia/Paixão O tempo que demora o tempo... 0 1.579 05/15/2011 - 17:03 Português
Poesia/Amor Passei pelas ruas por onde passaste... 0 2.388 05/15/2011 - 17:00 Português
Poesia/Tristeza Ela apenas sorriu... 0 1.014 05/15/2011 - 16:59 Português
Poesia/Meditação Faixa correcta... 0 1.247 05/15/2011 - 16:58 Português
Poesia/Amor Para alem da morte 0 1.360 05/15/2011 - 16:57 Português
Poesia/Amor Sonho um momento, por um tempo! 0 1.314 05/15/2011 - 16:55 Português