CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O Mendigo

O Mendigo

Não ria da minha sina
Não me veja um desgraçado
Só porque estou na esquina
Todo roto e mal trajado

A vida toda eu vivi
Sem pensar no meu futuro
De repente, eu me vi
Calejado, pobre e duro
 

Pensam que a vida de mendigo
É fácil, ou é moleza?
Tudo isso é um castigo
É pior que a pobreza

Logo no meu primeiro dia
Que passei na mendicância
Fui vítima da hipocrisia
Da suprema ignorância

Já com a fome na barriga
Sem força para trabalhar
Fiz uma cara de fadiga
E ergui a mão para mendigar

Logo de cara, um soldado
Tascou-me um forte safanão
Chamando-me de folgado,
Trambiqueiro e de ladrão

Depois, de tudo contornado
E dos tabefes que levei
Viu que eu era um coitado
Para a esquina retornei

Logo, duas religiosas
Apareceram a minha frente
Pensei: ”São freiras tão bondosas”
“Tratar-me-ão bem diferente.”

Quando eu estendi a mão,
As freiras se apiedaram
Disseram: “Ó que triste situação!”
De pobre cristão me chamaram.

Meteram as mãos nas bolsas
As esmolas, então, me deram
Respondi:” que Deus lhes ouça!”
“Isto lhe ajudará”, disseram

Feliz com a esmola ganha
Logo, veio a decepção
A tristeza foi tamanha
Vendo os terços em minha mão

Passada aquela desventura
Já com a fome me devorando
Vi que numa viatura
Vinha um grupo se aproximando

Era um grupo de estudante
Com seu mestre a sua frente
Fiquei todo esfuziante
Agora será diferente

Eles logo me abordaram
O professor se aproximou
Dos livros e canetas sacaram
O professor, então, falou:

“Olhem este pobre diabo
Que na vida nada tem!”
“Sem estudo, sem trabalho,
É da miséria um refém!”

No seu discurso irreverente
De conteúdo bem profundo
Chamou-me de incompetente,
Preguiçoso e vagabundo

Fez de mim um bom exemplo
Para quem foge da escola
Foi uma perda de tempo
Foi-se sem me dar esmola

 

Para piorar o meu dia
Um político me abordou
Com a velha hipocrisia
Seu discurso professou

“Vote em mim, que lhe darei
Um emprego, um bom salário!”
Foi embora e eu fiquei
Com minha cara de otário

Naquele instante apareceu
A minha frente um pastor
Nenhuma esmola ele me deu
Só a mensagem do Senhor
 

Também, um advogado
A esmola me negou
Quase saio processado
Em todas as leis me enquadrou

Um médico que ali passava
Tratou-me com indiferença
Disse que esmola não me dava,
Pois preguiça não é doença

A noite logo chegou
E eu naquela desventura
A chuva forte me encharcou
Fiquei na rua da amargura

Foi cruel, duro, humilhante
Meu primeiro dia de mendigo
Mesmo assim, sigo adiante
Pois, trabalhar é um castigo

Submited by

sábado, outubro 29, 2011 - 15:07

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

lucio

imagem de lucio
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 49 semanas 1 dia
Membro desde: 05/14/2009
Conteúdos:
Pontos: 866

Comentários

imagem de Joel

trabalhar é um castigo

um movimentar de volta sem ida

imagem de lucio

O Mendigo

Amigos, WAF,

           Está obra é apenas uma forma bem humorada de narrar um caso particular da vida de um mendigo. Afinal, a vida na mendicância é algo muito triste. Principalmente , pelos motivos que levam uma pessoa a mendigar. No caso desse nosso mendigo, sua falta de sorte é algo de verdadeiramente hilário, não acham?

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of lucio

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Dedicado Aos Mestres 1 926 09/23/2019 - 12:43 Português
Fotos/Espectáculos Semana Santa 4 1.077 05/29/2019 - 12:50 Português
Poesia/Amor Mãe 3 833 05/21/2019 - 04:15 Português
Poesia/Geral A Fogueira da Saudade 3 917 03/26/2019 - 20:46 Português
Poesia/Amor Na Lira Plangente 6 1.051 01/14/2019 - 00:06 Português
Fotos/ - lucio sarmento 3 2.669 03/06/2018 - 21:49 Português
Poesia/Comédia O Mendigo 2 1.848 03/06/2018 - 16:18 Português
Poesia/Canção A Canção do Guia 1 1.659 03/06/2018 - 16:17 Português
Poesia/Aforismo Nau Frágil é o Coração 4 879 03/06/2018 - 16:16 Português
Poesia/Amor Anjo 1 1.094 03/06/2018 - 16:13 Português
Poesia/Geral Aos Vencedores 1 821 03/06/2018 - 16:04 Português
Poesia/Geral Trovas Novas 3 954 12/02/2017 - 17:40 Português
Poesia/Geral Mais Trovas 4 930 11/28/2017 - 14:34 Português
Poesia/Geral Trovas 2 873 11/24/2017 - 02:51 Português
Poesia/Amor Canção Para Ela 0 842 04/14/2015 - 00:30 Português
Poesia/Dedicado Bodas 0 962 04/14/2015 - 00:14 Português
Poesia/Amor Inocentemente 0 1.164 04/12/2015 - 17:50 Português
Poesia/Amor Mega Soneto Para Ela 0 1.048 04/01/2015 - 00:35 Português
Poesia/Dedicado Gerundismos 0 1.235 04/01/2015 - 00:20 Português
Poesia/Amor A Linguagem do Amor 0 973 03/12/2015 - 00:45 Português
Poesia/Amor Sex Shop 1 1.202 03/12/2015 - 00:18 Português
Poesia/Amor O Tempo e Ela 1 1.055 03/08/2015 - 02:16 Português
Poesia/Amor Destinos 1 1.123 03/08/2015 - 01:46 Português
Poesia/Amor Destinos 1 1.193 03/08/2015 - 01:32 Português
Poesia/Geral Andarilho 2 1.552 03/22/2012 - 23:28 Português