CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O Meu Naufragio

Homem,
o teu ser é um naufragio
longe de tudo e de todos.
Nunca ancoraste em sitio algum.
A tua vida foi uma embarcação
a navegar em mares calmos
Diz-me homem..
Como é que ela afundou?
Em que recife bateu o teu casco?
Em que altura te tornaste um asco
Deixando para trás o porto que te albergou?
Nunca quiseste aprender a nadar
e o vento que te fez velejar
levou-te ao oceano
ás coisas grandes que sempre quiseste.
Esse pequeno bocado de madeira
com que agora lutas contra a ondulação
é o que o mar tem para te ensinar.
Ainda hoje não sabes dizer a ti próprio homem,
se por sorte tua te vais afogar.

Submited by

domingo, julho 4, 2010 - 18:45

Poesia :

No votes yet

Outro

imagem de Outro
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 anos 45 semanas
Membro desde: 03/02/2010
Conteúdos:
Pontos: 884

Comentários

imagem de Librisscriptaest

Re: O Meu Naufragio

É um prazer e um privilégio naufragar nas aguas da tua poesia e deixar-me arrastar pelas ondas do teu pensamento, Outro!
Sempre interessante de ler e sentir!
Beijinho em ti!
Inês

imagem de Outro

Re: O Meu Naufragio

Muito Obrigado Inês!! È reciproco, a tu "ondulação" tambem me deixa boquiaberto para que possa respirar.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Outro

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Geral Saudades Uterinas* 0 829 02/21/2011 - 15:14 Português
Ministério da Poesia/Geral XR2044 0 908 02/21/2011 - 14:36 Português
Ministério da Poesia/Geral Torradas do Pão que o Diabo Amassa 0 709 02/21/2011 - 14:34 Português
Ministério da Poesia/Geral Sopa de Queixumes 0 469 02/21/2011 - 14:32 Português
Ministério da Poesia/Geral Solidão 0 645 02/21/2011 - 14:31 Português
Ministério da Poesia/Geral Sentidos Apurados 0 807 02/21/2011 - 14:30 Português
Ministério da Poesia/Geral Saldos da Vida 0 618 02/21/2011 - 14:27 Português
Ministério da Poesia/Geral Realações Descartáveis 0 525 02/21/2011 - 14:26 Português
Ministério da Poesia/Geral Prompt Etaminal 0 648 02/21/2011 - 14:25 Português
Ministério da Poesia/Geral Poesia Neurocirurgica 0 433 02/21/2011 - 14:23 Português
Ministério da Poesia/Geral Poema Solúvel 0 398 02/21/2011 - 14:22 Português
Ministério da Poesia/Geral Perdas Derrotas e Amputações 0 577 02/21/2011 - 14:21 Português
Ministério da Poesia/Geral P de Tudo 0 342 02/21/2011 - 14:18 Português
Ministério da Poesia/Geral O Sistema 0 575 02/21/2011 - 14:17 Português
Ministério da Poesia/Geral O Meu Naufragio 0 325 02/21/2011 - 14:13 Português
Ministério da Poesia/Geral O Empréstimo 0 456 02/21/2011 - 14:12 Português
Ministério da Poesia/Geral O Ciclo 0 475 02/21/2011 - 14:11 Português
Ministério da Poesia/Geral Mulher 0 534 02/21/2011 - 14:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Modas Literarias 0 793 02/21/2011 - 14:06 Português
Ministério da Poesia/Geral Mnemonica 0 592 02/21/2011 - 14:04 Português
Ministério da Poesia/Geral Mnemonica 0 332 02/21/2011 - 14:03 Português
Ministério da Poesia/Geral Metada do que Sou 0 414 02/21/2011 - 14:02 Português
Ministério da Poesia/Geral Meno Zero 0 602 02/21/2011 - 14:00 Português
Ministério da Poesia/Geral Materializar 0 504 02/21/2011 - 13:59 Português
Ministério da Poesia/Geral Mãe 0 420 02/21/2011 - 13:56 Português