CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O Velho Trem

Tão "sorridente" quanto a vida,
que passa como'um dia'em brilho,
Vai, ele, tão querido, em seu trilho;

tão vagaroso, mas ousado na partida,
avança o belo andarilho,
o velho trem, tão esguio, qual rastilho,
rastro de explosão, pai, mãe, filho;

cobra metálica,
em caminho
serpentino,

leva sófregas,
sem carinho,
ao destino,

as pessoas, tão iguais, no caminho de'um sonho,
a feios mundos desiguais, descaminhos, eu suponho;

mas o trem vai chegar à estação terminal,
suas portas abrirão em frenesim de'expansão;

e depois da evasão, vem o ciclo de retorno;

corações,
num "colapsar" de emoções.

Serpente "ferrosa" que carrega em seu "bojo", a ida, a vinda e a partida.

Submited by

segunda-feira, novembro 16, 2009 - 17:58

Poesia :

No votes yet

RobertoEstevesdaFonseca

imagem de RobertoEstevesdaFonseca
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 semanas 5 dias
Membro desde: 07/05/2009
Conteúdos:
Pontos: 11310

Comentários

imagem de gege

Re: O Velho Trem

RobertoEstevesdaFons

Maravilha de poema esse seu,
que me remeteu ao passado, nos tempos que
eu ia com a minha mãe a feira,no velho de trem.

Parabéns.

imagem de RobertoEstevesdaFonseca

Re: O Velho Trem

Olá, Gege.

Isso. A figura do trem é um importante símbolo que nos remete aos agradáveis e tranquilos tempos de ontem.

Grato pelo gentil e interessante comentátio.

Um abraço,
REF

imagem de MarneDulinski

Re: O Velho Trem

LINDO POEMA, GOSTEI MUITO!
MarneDulinski

imagem de RobertoEstevesdaFonseca

Re: O Velho Trem

Olá, Marne.

Muito grato pelas tão amáveis palavras.

Grande abraço,
REF

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of RobertoEstevesdaFonseca

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Parto, partir 4 2.189 03/07/2018 - 10:46 Português
Poesia/Geral Brisa 3 2.436 02/28/2018 - 18:06 Português
Prosas/Pensamentos UMA HISTORINHA FICTÍCIA, É CLARO, SOBRE EVOLUÇÃO 3 1.280 02/28/2018 - 18:04 Português
Poesia/Pensamentos ALTERIDADE 3 1.476 02/28/2018 - 17:30 Português
Prosas/Outros HISTÓRIA ROMÂNTICA SOBRE BRUXAS MEDIEVAIS 0 901 01/26/2018 - 04:22 Português
Poesia/Amor PELO RUMO DO TEMPO 1 1.312 10/22/2017 - 21:55 Português
Poesia/Amor TRISTE BUSCAS POR RIMAS (quando tento pensar com os olhos) 1 1.459 10/06/2017 - 00:00 Português
Poesia/Amor TERESA 1 1.461 08/16/2017 - 11:43 Português
Poesia/Geral PAPEL DE PAREDE 0 1.293 05/29/2017 - 19:36 Português
Poesia/Geral CASA AZUL CELESTE 0 1.644 05/04/2017 - 05:07 Português
Poesia/Amor POEMA SEM NOME (GESTO) 0 1.097 03/06/2017 - 05:18 Português
Poesia/Desilusão NÃO TEM MAIS FESTA 0 1.137 01/30/2017 - 04:40 Português
Pintura/Figurativo SANTUÁRIO 2 3.849 12/07/2016 - 16:09 Português
Pintura/Figurativo MONS PIZARRO - SEU RETRATO, POR MIM, IMAGINADO 0 3.994 12/07/2016 - 15:54 Português
Poesia/Amor PARA CARU 2 1.527 09/15/2016 - 21:20 Português
Poesia/Geral MUNDO DAS CORDAS 2 1.589 09/02/2016 - 16:49 Português
Poesia/Tristeza ESTRANHEZA 4 2.713 07/30/2016 - 04:59 Português
Pintura/Figurativo PRUDÊNCIA DE CASTILHO 0 4.504 06/11/2016 - 06:42 Português
Poesia/Pensamentos SEMPRE HÁ JOGO 0 1.102 05/27/2016 - 06:13 Português
Poesia/Amor FOLGUEDO NO RIO POÉTICO 0 1.766 05/10/2016 - 19:01 Português
Poesia/Amor DELÍRIO DE UM PEQUENO CÃO 0 1.055 03/26/2016 - 05:34 Português
Poesia/Geral EQUAÇÃO ONTOLÓGICA AO ARREPIO DA RAZÃO 0 1.282 03/10/2016 - 05:23 Português
Fotos/Monumentos IGREJA DE NOSSA SENHORA DA APRESENTAÇÃO 0 3.426 01/03/2016 - 19:46 Português
Prosas/Pensamentos FICÇÃO PARA SER PENSADA 0 997 11/27/2015 - 05:45 Português
Poesia/Geral AS FILAS 0 1.074 10/29/2015 - 05:09 Português