CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O Velho Trem

Tão "sorridente" quanto a vida,
que passa como'um dia'em brilho,
Vai, ele, tão querido, em seu trilho;

tão vagaroso, mas ousado na partida,
avança o belo andarilho,
o velho trem, tão esguio, qual rastilho,
rastro de explosão, pai, mãe, filho;

cobra metálica,
em caminho
serpentino,

leva sófregas,
sem carinho,
ao destino,

as pessoas, tão iguais, no caminho de'um sonho,
a feios mundos desiguais, descaminhos, eu suponho;

mas o trem vai chegar à estação terminal,
suas portas abrirão em frenesim de'expansão;

e depois da evasão, vem o ciclo de retorno;

corações,
num "colapsar" de emoções.

Serpente "ferrosa" que carrega em seu "bojo", a ida, a vinda e a partida.

Submited by

segunda-feira, novembro 16, 2009 - 16:58

Poesia :

No votes yet

RobertoEstevesdaFonseca

imagem de RobertoEstevesdaFonseca
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 semana 5 dias
Membro desde: 07/05/2009
Conteúdos:
Pontos: 11263

Comentários

imagem de gege

Re: O Velho Trem

RobertoEstevesdaFons

Maravilha de poema esse seu,
que me remeteu ao passado, nos tempos que
eu ia com a minha mãe a feira,no velho de trem.

Parabéns.

imagem de RobertoEstevesdaFonseca

Re: O Velho Trem

Olá, Gege.

Isso. A figura do trem é um importante símbolo que nos remete aos agradáveis e tranquilos tempos de ontem.

Grato pelo gentil e interessante comentátio.

Um abraço,
REF

imagem de MarneDulinski

Re: O Velho Trem

LINDO POEMA, GOSTEI MUITO!
MarneDulinski

imagem de RobertoEstevesdaFonseca

Re: O Velho Trem

Olá, Marne.

Muito grato pelas tão amáveis palavras.

Grande abraço,
REF

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of RobertoEstevesdaFonseca

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Haikai PENSAR 2 1.556 07/24/2011 - 00:24 Português
Poesia/Geral ROSTOS E RESTOS DE ROSTOS 0 1.385 07/18/2011 - 02:47 Português
Poesia/Poetrix REPRISE 0 1.556 06/30/2011 - 04:40 Português
Poesia/Amor ETERNIDADE 0 1.050 06/20/2011 - 03:58 Português
Poesia/Poetrix TEMPO DESLOCADO 0 1.964 06/20/2011 - 03:53 Português
Poesia/Haikai VINHO E ÁGUA 0 1.442 06/20/2011 - 03:38 Português
Poesia/Amor VAGA MARÉ 2 808 06/14/2011 - 17:59 Português
Poesia/Haikai QUEM SOU 4 1.287 06/14/2011 - 17:40 Português
Poesia/Poetrix DO OURO AO ALGODÃO 2 975 06/11/2011 - 04:58 Português
Poesia/Geral O JOGO 0 911 06/01/2011 - 05:09 Português
Poesia/Amor SOPRO DE VENTO NO TEMPO DA VIDA 0 919 05/23/2011 - 05:12 Português
Poesia/Haikai SÚPLICA DE AMOR 2 1.617 05/21/2011 - 02:17 Português
Poesia/Dedicado I LIKE TO DANCE SAMBA 0 3.223 05/15/2011 - 22:01 inglês
Poesia/Poetrix FLOR 0 1.690 05/14/2011 - 04:46 Espanhol
Poesia/Poetrix FILME EM PRETO E BRANCO 0 1.297 05/14/2011 - 04:30 Português
Poesia/Alegria A TERAPIA DO GIBI 11 1.406 05/09/2011 - 23:56 Português
Poesia/Haikai DIA DE SOL 2 2.230 05/08/2011 - 16:55 Português
Poesia/Amor ANJO LILÁS 2 839 05/08/2011 - 16:51 Português
Poesia/Poetrix PINTASSILGOS FALANTES 6 2.015 05/08/2011 - 04:35 Português
Poesia/Poetrix LEVEZA 2 1.542 05/01/2011 - 20:02 Português
Poesia/Haikai VOVÓ E VOVÔ 2 1.275 05/01/2011 - 19:59 Português
Poesia/Haikai MARCAS DE PÉS NA CALÇADA 4 1.493 04/19/2011 - 01:48 Português
Poesia/Poetrix CONJUGAR (poema pós-moderno) 0 1.570 04/14/2011 - 03:33 Português
Poesia/Poetrix AFLIÇÃO DO SABER 4 1.384 04/10/2011 - 20:44 Português
Poesia/Poetrix BERÇÁRIO 2 1.854 04/06/2011 - 22:34 Português