CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Palavras apenas não servem

Do nada surgia a ideia
E era como se já a houvesse formulado há anos
Os pensamentos
A imaginação que deixava navegar
O desejo mais profundo do coração
E os sonhos de uma viagem no interior de si mesmo.

O que eu poderia descrever
Se palavras apenas não servem
Para explicar a forma surreal do sentimento
Quando ele é apenas ilusão
O desejo de ser livre
Não passa de uma vontade idiota
Porque no fundo sente-se feliz na sua prisão.

Borboletas se misturam no jardim
Com as folhas das árvores
Que o vento até tentou levar quando caíram
E os segredos ficaram expostos
No olhar tão fugaz
Que tentou de todas as formas esconder.

O tempo é traiçoeiro com alguns
Que permanecem dormindo
Esperando que ao acordar tudo esteja ali
Quando, na verdade, o mal não dorme
E muitas coisas acontecem numa fração de minutos
Como o pensamento de agora
Não pode ser controlado.

Palavras são veículos
Que levam o pensamento além do coração
Até preencher o sorriso
Naquela que desejava ouvir boas novas
Como a flecha do cupido
Que voa, quase sempre, sem direção.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

sábado, abril 30, 2022 - 21:58

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Online
Título: Membro
Última vez online: há 2 minutos 31 segundos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 7783

Comentários

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Em busca de um sonho 3 36 05/27/2022 - 19:08 Português
Poesia/Desilusão Estou aqui se quiser me ver 3 69 05/26/2022 - 20:42 Português
Poesia/Pensamentos Tranquilidade 3 50 05/25/2022 - 18:39 Português
Poesia/Intervenção Contemplem atentamente o caos 3 62 05/24/2022 - 23:11 Português
Poesia/Intervenção Altas horas 3 62 05/23/2022 - 18:16 Português
Poesia/Intervenção Sangue nos olhos 3 111 05/23/2022 - 13:35 Português
Poesia/Intervenção Sustentabilidade 3 38 05/20/2022 - 22:22 Português
Poesia/Amor Se te amo tanto assim 3 93 05/20/2022 - 18:32 Português
Poesia/Desilusão A maior de todas as mentiras 3 56 05/19/2022 - 18:55 Português
Poesia/Pensamentos De mãos dadas com a Morte 3 121 05/18/2022 - 18:53 Português
Poesia/Pensamentos Do pensamento 3 108 05/17/2022 - 18:36 Português
Poesia/Desilusão O teu olhar 3 69 05/16/2022 - 23:29 Português
Poesia/Intervenção Destruam essa arte 3 59 05/16/2022 - 18:38 Português
Poesia/Desilusão Silenciosa sombra de solidão 3 56 05/16/2022 - 12:38 Português
Poesia/Amor Saber entender, crescer e viver 3 87 05/13/2022 - 19:25 Português
Poesia/Meditação Cantem as canções que não escrevi 3 66 05/12/2022 - 22:56 Português
Poesia/Tristeza Alma em suplício 3 54 05/11/2022 - 23:12 Português
Poesia/Meditação Feliz com sua presença 3 81 05/11/2022 - 18:42 Português
Poesia/Desilusão Insensatez 3 72 05/10/2022 - 18:37 Português
Poesia/Pensamentos Eu navegarei 3 64 05/09/2022 - 23:13 Português
Poesia/Pensamentos Fantasmas de um tempo passado 3 136 05/09/2022 - 13:28 Português
Poesia/Dedicado Mãe, o maior amor que pode existir 3 85 05/08/2022 - 20:33 Português
Poesia/Dedicado Mãe - Eu canto a ti o amor! 3 76 05/06/2022 - 23:57 Português
Poesia/Meditação Dias melhores virão 3 158 05/06/2022 - 19:01 Português
Poesia/Meditação A impossibilidade física da morte na mente de alguém que está vivo 3 82 05/05/2022 - 19:11 Português