CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

A parte fraca do coração

Agora nem adianta querer esconder 
Qualquer um pode ver 
Estampado em seus olhos 
A insegurança que tanto tentou camuflar 
E não conseguiu. 
 
Pode-se notar em seu olhar 
O desejo que nutre por ela 
Não consegue nem disfarçar o sentimento 
Quando a vê caminhar 
Por entre as pessoas na multidão. 
 
O coração sempre inquieto 
Se resguardando de outra ilusão 
Não conseguiu conter o desejo 
Que surgiu ao se deparar com aquele olhar 
Com aquela tentação em forma de gente. 
 
Há que convir comigo 
Que nem tudo é do jeito que pensamos 
Sempre há uma possibilidade 
De as coias acontecerem de outra forma 
Do que aquela que planejamos. 
 
Isso eu consigo perceber 
Na forma singela que balança seus cabelos 
Como se o mundo lhe pertencesse 
E pudesse invadir qualquer coração 
A hora que bem entendesse. 
 
A verdade é que ninguém 
Deveria sofrer por um amor não correspondido 
Mas ninguém consegue dominar seus impulsos 
Seus desejos mais sombrios 
Sempre serão a parte fraca do coração. 

 
Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

quarta-feira, abril 17, 2024 - 00:38

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 horas 53 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 15595

Comentários

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor És meu sentimento mais bonito 5 675 12/14/2023 - 11:22 Português
Poesia/Amor Janelas para o infinito 5 694 12/14/2023 - 01:17 Português
Poesia/Meditação Empresto os meus sapatos 5 765 12/12/2023 - 13:49 Português
Poesia/Desilusão Eco silencioso 5 617 12/11/2023 - 19:27 Português
Poesia/Amor Sentimento exposto 5 684 12/10/2023 - 22:08 Português
Poesia/Pensamentos A Cultura que criamos 5 734 12/10/2023 - 13:03 Português
Poesia/Paixão Na poesia dos olhares 5 685 12/09/2023 - 23:41 Português
Poesia/Meditação A arte de pensar 5 1.225 12/09/2023 - 13:21 Português
Poesia/Meditação Poemas que desisti de rasgar 5 695 12/08/2023 - 21:05 Português
Poesia/Desilusão Mil altares 5 556 12/08/2023 - 14:48 Português
Poesia/Amor Só penso em ti 5 706 12/07/2023 - 18:24 Português
Poesia/Amor O teu olhar e o teu sorriso 5 610 12/07/2023 - 11:14 Português
Poesia/Paixão Ardente chama 5 641 12/06/2023 - 21:52 Português
Poesia/Meditação Casulos infestados 5 723 12/05/2023 - 15:20 Português
Poesia/Desilusão A lua chorou lágrimas de pranto 5 739 12/05/2023 - 00:19 Português
Poesia/Paixão Teu corpo, poesia esculpida 5 783 12/04/2023 - 15:11 Português
Poesia/Meditação A brevidade da vida 5 655 12/04/2023 - 14:45 Português
Poesia/Dedicado Mãe querida (In Memoriam) 5 895 12/03/2023 - 17:20 Português
Poesia/Amor No silêncio desse encontro 5 1.123 11/30/2023 - 00:44 Português
Poesia/Desilusão Amor acorrentado 5 630 11/25/2023 - 11:49 Português
Poesia/Amor Faróis 5 757 11/25/2023 - 11:41 Português
Poesia/Amor Alguém especial 5 709 11/25/2023 - 11:35 Português
Poesia/Paixão Quando o amor acontecer 5 529 11/24/2023 - 03:30 Português
Poesia/Desilusão Lugares que juntos pisamos 5 1.215 11/23/2023 - 13:20 Português
Poesia/Pensamentos No porão úmido e esquecido 5 1.499 11/23/2023 - 03:26 Português