CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Poema do amor exagerado

Que seja o poema do amor exagerado.
Que não haja pudores e que nada iniba
esses versos de lirismo derramado.
Que fale de sereias, de jasmins,
de flores, de querubins
e dos luares que brilham nos jardins.
Que conte de sonhos, de desejos
e dos corpos que se mostram sem pejos,
pois eis que só recobrem a pureza das almas
que navegam a enseada de águas calmas.
Que diga dos carinhos
e do acolhimento de abraços e de ninhos.
Que afronte os racionais e os falsos intelectuais.
E que escandalize os bedéis da vida
e os censores dos amores,
ao contar das delicias na cama
e da nobreza de suas damas,
consumidas por loucas chamas.
Que não esqueça das idas, das voltas
e da saudade que se sente do amor partido.
E que, ao fim, proclame a glória
de sermos parte dessa história.

Para a moça bonita.

Produção e divulgação de Pri Guilhen, lettré, l´art et la culture, assessora de Imprensa e de Comunicação Social. Rio de Janeiro, inverno de 214.

Submited by

quinta-feira, setembro 18, 2014 - 01:20

Poesia :

No votes yet

fabiovillela

imagem de fabiovillela
Offline
Título: Moderador Poesia
Última vez online: há 3 anos 9 semanas
Membro desde: 05/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 6158

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of fabiovillela

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Bruxas 2 1.356 07/14/2009 - 13:56 Português
Poesia/Geral Por quem 1 1.323 07/12/2009 - 20:19 Português
Poesia/Tristeza Outono 2 922 07/09/2009 - 18:26 Português
Poesia/Dedicado Isabel 1 1.929 07/08/2009 - 12:08 Português
Poesia/Aforismo "Vivere Est" 2 1.040 07/07/2009 - 17:57 Português
Poesia/Geral Foto 1 1.329 07/04/2009 - 21:41 Português