CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

POR UNS E OUTROS MOTIVOS (RACISMO)

Nenhum mal eu te causei
Tampouco nada te peço
Nem sequer eu te conheço
Se me conheces não sei
Teu nome eu não anotei
-Só anoto de remédio
Mas isso tudo é prelúdio
Pra dizer que mesmo assim
Sem saberes tu de mim
Sou motivo do teu ódio

Até pelo tom da voz
Sem saber tu te declaras
E o racismo escancaras
Como um carrasco atroz
-Não sabes, sabemos nós
Ridícula criatura
Falsa imagem da candura
Racista, que nos condena
Que o motivo dessa pena
É a nossa pele escura

Não viemos, fomos trazidos
Em navios do além mar
Para escravos no lugar
Dos senhores e bandidos
Também fomos esquecidos
Ou ninguém nos viu por certo
Sem céu e nem mar aberto
Talvez num profundo sono
Nos deixou no abandono
Certo “guia do deserto”

Mas não lamento nem choro
Nem quero o pão dessa ceia
Quem por minha cor me odeia
Eu apenas ignoro
Na água impura eu sou cloro
Função que nunca termina
Pois o homem contamina
Por onde quer que ele passe
A água que pura nasce
E a criança que ele ensina.

Sérgio da Silva Teixeira
BAGÉ/RS/BRASIL.

Submited by

sexta-feira, junho 12, 2020 - 21:17

Poesia :

No votes yet

Sérgio Teixeira

imagem de Sérgio Teixeira
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 dias 17 horas
Membro desde: 01/24/2011
Conteúdos:
Pontos: 539

Comentários

imagem de J. Thamiel

Coment

Realidade!

Você já leu O Navio Negreiro
de Castro Alves?
Se não leu, leia!

imagem de Sérgio Teixeira

Amigo Thamiel, quanto a ler

Amigo Thamiel, quanto a ler eu sou um péssimo exemplo, por isso respondo que não li.
O que gosto mesmo é de escrever, e uma das desculpas para a minha preguiça de ler é a de que "não quero sofrer influência de outros autores".
Grato pela leitura de meus versos e um forte abraço.

imagem de J. Thamiel

Eu li. Fui obrigado a ler e a

Eu li.
Fui obrigado a ler e a decorar.
Foi como eu peguei gosto pela poesia.

Eu também não leio muito e pelo mesmo
motivo que você citou. Só leio quando
não estou escrevendo.
Como estou escrevendo agora um novo
romance eu evito de ler qualquer coisa,
e nem poemas consigo escrever porque
não tenho inspiração.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Sérgio Teixeira

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza SOFRIMENTO 2 971 02/15/2019 - 17:53 Português
Poesia/Geral REFAZENDO O MUNDO 2 2.566 01/26/2019 - 18:13 Português
Poesia/Geral A VIDA E O NADA 0 906 01/22/2019 - 08:20 Português
Poesia/Geral O NOVO NÚMERO 2 703 01/01/2019 - 13:43 Português
Poesia/Geral DE QUEM VIAJA NO TEMPO 1 1.001 12/17/2018 - 11:45 Português
Poesia/Geral A MÁGOA DO TEMPO 1 742 12/10/2018 - 14:41 Português
Poesia/Fantasia UM ÓTIMO DIA 1 680 11/27/2018 - 21:13 Português
Poesia/Geral VIDA, VELA E VENTO 2 801 11/25/2018 - 17:03 Português
Poesia/Tristeza DIA DE FINADOS 2 928 11/25/2018 - 16:57 Português
Poesia/Geral CIÚME DOS TEMPORAIS 3 989 10/11/2018 - 15:34 Português
Poesia/Geral AGUACEIRO NO INVERNO 2 1.119 09/04/2018 - 18:20 Português
Musica/Pop CONTRASTES DE INVERNO 0 3.034 08/28/2018 - 21:55 Português
Poesia/Dedicado LUA DE SANGUE 4 1.071 07/29/2018 - 15:24 Português
Poesia/Geral NOVAS E VELHAS NOVIDADES 0 802 07/26/2018 - 22:03 Português
Poesia/Dedicado REINADOS SEM CRIMES 0 1.292 07/10/2018 - 17:49 Português
Poesia/Geral RESTOS DO DIA 6 1.140 06/16/2018 - 14:50 Português
Poesia/Soneto SONETO DO FRANGO MORTO 2 1.047 06/02/2018 - 00:14 Português
Poesia/Geral DESAPEGO 3 877 05/15/2018 - 03:42 Português
Poesia/Dedicado TIRADENTES (ESQUARTEJADOS) 1 910 04/25/2018 - 14:38 Português
Poesia/Fantasia PROSEANDO COM O TEMPO 2 949 04/05/2018 - 16:10 Português
Poesia/Geral BOMBONS E COELHOS 3 945 04/02/2018 - 17:42 Português
Poesia/Soneto SONETO DO FAZ DE CONTA 4 900 03/20/2018 - 12:08 Português
Poesia/Geral SEMBLANTE 1 758 02/16/2018 - 13:09 Português
Poesia/Geral O JULGAMENTO 0 815 01/27/2018 - 00:41 Português
Poesia/Soneto FUNERAL 2 981 01/22/2018 - 23:37 Português