CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Porto de Abrigo

O sonho é o lugar onde te guardo,
com o desconforto de não saber como te tirar de lá,
com a inconsciência de não perceber se o destruía
na tentativa de o tornar real,
como se tivesse medo de te perder
antes de te ganhar.

Desta vez não tenho o controlo,
fazes o teu caminho sem mim
e eu não consigo disfarçar,
que te quero mais do que o que eu
consigo aguentar em segredo.

Sinto-me desarmado e sem trunfos,
porque não quero armas para me defender
nem trunfos para jogar.

Desta vez não!

Desta, eu espero o tempo de falar,
de escrever ou desenhar no teu caminho,
para que sem desvios nem atalhos
nós nos encontremos no mesmo lugar.

Para que não olhes para mim como um intruso
mas antes como um porto de abrigo,
longe da confusão e que te faz querer regressar.

Para que olhes para mim sempre
com esse olhar incapaz de me mentir e de esconder,
que também tu tens medos e vontade de me encontrar.

Esses apaixonantes segundos em que me olhas que me dão coragem,
para te mostrar que vamos por caminhos diferentes,
para o mesmo lugar.

Submited by

domingo, agosto 18, 2013 - 00:58

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

paullopex

imagem de paullopex
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 33 semanas 54 minutos
Membro desde: 04/05/2010
Conteúdos:
Pontos: 148

Comentários

imagem de Joel

eu que agradeço

fazeres, fazerem deste site um caso de vida e virem aqui deixar vossos testemunhos , muito obrigado a todos

imagem de Joel

Para que não olhes para mim como um intruso

mas antes como um porto seguro (obrigado)

imagem de paullopex

obrigado.

obg.

imagem de paullopex

obrigado.

obg.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of paullopex

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Intervenção I CAN'T BREATH 0 263 05/31/2020 - 00:18 Português
Poesia/Amor Desencontros 7 549 05/29/2020 - 23:42 Português
Poesia/Geral está bem assim? 1 481 03/08/2018 - 17:42 Português
Poesia/Amor Porto de Abrigo 4 563 03/06/2018 - 15:22 Português
Poesia/Meditação E, como amamos? 1 494 03/05/2018 - 21:19 Português
Poesia/Meditação Quanto mede o infinito? 1 589 03/01/2018 - 17:06 Português
Poesia/Amor A dança 1 329 06/05/2014 - 04:40 Português
Poesia/Amor Noites de Inverno 1 702 01/14/2014 - 12:45 Português
Poesia/Alegria Primavera 0 428 08/18/2013 - 00:56 Português
Poesia/Amor Aventura 0 641 08/19/2011 - 14:21 Português
Poesia/Amor Desconhecida 0 540 07/06/2011 - 02:28 Português
Poesia/Meditação A regra 4 742 04/17/2011 - 12:16 Português
Poesia/Intervenção Que se CALEM, que se GRITE!!!! 2 484 03/14/2011 - 23:45 Português
Poesia/Geral Cidade ao entardecer (antigo) 2 612 03/12/2011 - 01:14 Português
Poesia/Amor Tu és... 0 452 03/05/2011 - 23:50 Português
Poesia/Desilusão Decadência 0 1.000 03/05/2011 - 23:46 Português
Poesia/Desilusão Múmia Sadia 2 471 03/05/2011 - 23:34 Português
Poesia/Desilusão Não!!! 0 513 03/05/2011 - 23:30 Português
Poesia/Meditação A estrada 4 599 03/05/2011 - 22:44 Português
Poesia/Pensamentos Podia-mos dar um passeio. 0 531 03/05/2011 - 01:49 Português
Poesia/Paixão E de repente... 0 586 03/05/2011 - 01:47 Português
Poesia/Meditação Actor 0 570 03/05/2011 - 01:43 Português
Poesia/Aforismo Noturno(pelas normas) 0 594 03/05/2011 - 01:41 Português
Poesia/Desilusão Saudade, sempre demais. 0 610 03/05/2011 - 01:38 Português
Poesia/Meditação Eterium 0 809 03/05/2011 - 01:37 Português