CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Quem sabe acender uma fogueira sabe amar uma mulher

Quem sabe acender uma fogueira
Sabe amar uma mulher

Na forma como os dedos se entrelaçam
Abraçando
Na justa medida dos que se abraçam

Na linguagem quente do fogo
Na medida certa do desejo
Cercando

Depois um rastilho de ânsia
Capaz de explodir num sopro
Uma insegura certeza de fogo
Amando

Teu corpo a arder no meu
A cada vez que te acendo
Tua boca do inferno meu alento

Submited by

terça-feira, janeiro 13, 2009 - 02:01

Poesia :

No votes yet

admin

imagem de admin
Offline
Título: Administrador
Última vez online: há 28 semanas 5 dias
Membro desde: 09/06/2010
Conteúdos:
Pontos: 44

Comentários

imagem de MarneDulinski

Comentario:Quem sabe acender uma fogueira sabe amar uma mulher

Linda associação,  quem acende uma fogueira, também pode amar uma mulher, porque a mulher tabem é uma fogueira, mas uma fogueira de

amor, para te esquentar também!

Meus parabéns,

MarneDulinski

imagem de Henrique

Re: Quem sabe acender uma fogueira sabe amar uma mulher

Muito bom, gostei de ler!

:-)

imagem de ÔNIX

Re: Quem sabe acender uma fogueira sabe amar uma mulher

Ola José!

É sempre um prazer ler-te...envolto no calor da paixão

Gostei deste teu poema

Bjs

Dolores

imagem de Anonymous

Re: Quem sabe acender uma fogueira sabe amar uma mulher

Dolores, este calor da paixão é alento também nestes dias frios.
grato pelo teu comentário.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of admin

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Prosas/Outros O homem sonha, a obra nasce. Deus existe? 2 1.758 03/11/2008 - 21:45 Português
Poesia/Meditação Dialogo existencial e outras comédias 1 975 03/18/2008 - 00:21 Português
Prosas/Outros O escritor é a sua árvore 1 859 03/20/2008 - 15:05 Português
Poesia/Amor Apenas humanos 1 969 03/24/2008 - 15:57 Português
Poesia/Amor O ainda desvario 3 736 03/27/2008 - 16:25 Português
Poesia/Aforismo Oito vidas 3 906 03/31/2008 - 00:10 Português
Poesia/Meditação Fósseis 3 702 03/31/2008 - 21:37 Português
Poesia/Aforismo ResgaTE 1 506 04/02/2008 - 17:55 Português
Poesia/Geral Quiromântico 1 1.006 04/13/2008 - 18:31 Português
Poesia/Geral Em nome de... 2 695 04/16/2008 - 09:52 Português
Poesia/Geral Sem abrigo 1 792 04/21/2008 - 23:00 Português
Poesia/Paixão À trois 4 443 04/25/2008 - 09:55 Português
Poesia/Tristeza Choro 4 1.581 04/28/2008 - 01:44 Português
Poesia/Amor Amante Poema 4 680 05/06/2008 - 13:14 Português
Poesia/Meditação A dois passos... 5 883 05/08/2008 - 03:32 Português
Poesia/Meditação O que resta depois dos espelhos 2 850 05/14/2008 - 22:44 Português
Poesia/Amor Aos quatro cantos 3 978 05/19/2008 - 22:43 Português
Poesia/Dedicado Carta Registada 2 620 05/26/2008 - 14:09 Português
Poesia/Geral "UM GRITO" 2 423 05/29/2008 - 23:11 Português
Poesia/Gótico Dialogo de vultos 5 970 05/30/2008 - 19:38 Português
Poesia/Geral A água que o fogo desejou 4 628 06/01/2008 - 23:01 Português
Poesia/Geral " PENSAMENTOS" 5 696 06/02/2008 - 01:53 Português
Poesia/Geral Aonde, Aonde ir? 3 422 06/05/2008 - 19:58 Português
Poesia/Desilusão "AMARGURA" 2 653 06/06/2008 - 00:33 Português
Poesia/Meditação Chegada do in-esperado 6 600 06/06/2008 - 13:49 Português