CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Segundo Soneto da Morte (Gabriela Mistral)

Este longo cansaço irá ser grande um dia
e a alma dirá ao corpo que não quer
arrastar o seu peso ao longo desta vida
por onde os homens vão, felizes por viver.

Sentirás que ao teu lado cavam brutalmente,
que outro hóspede chega à serena cidade.
Vou esperar que alguém me cubra completamente
e depois falaremos uma eternidade!

Só então saberás porque é que, ainda imaturo,
para as profundas fossas o teu corpo iria
aí dormir tranquilo, aí permanecer.

E então far-se-á luz no campanário escuro:
saberás que entre nós sinais de astros havia
e que, quebrando o pacto, tinhas de morrer.

 

Gabriela Mistral, poetisa chilena, prêmio Nobel de Literatura de 1945, In: Poesias escolhidas
Tradução de Henriqueta Lisboa. Ilus. Marianne Clouzot. Rio de Janeiro: Editora Opera Mundi, 1973.
211 p.
 

Submited by

segunda-feira, julho 11, 2011 - 22:36

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

AjAraujo

imagem de AjAraujo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 11 semanas
Membro desde: 10/29/2009
Conteúdos:
Pontos: 15584

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of AjAraujo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Intervenção Orfeu Rebelde (Miguel Torga) 0 2.104 02/22/2012 - 12:57 Português
Poesia/Meditação Os homens amam a guerra (Affonso Romano de Sant´Anna) 0 571 01/22/2012 - 12:13 Português
Poesia/Dedicado Eppur si muove [Não se pode calar um homem] (Affonso Romano de Sant´Anna) 0 1.371 01/22/2012 - 11:59 Português
Poesia/Intervenção O Leitor e a Poesia (Affonso Romano de Sant´Anna) 0 6.994 01/22/2012 - 11:48 Português
Poesia/Intervenção Um despertar (Octavio Paz) 0 889 01/22/2012 - 00:14 Português
Poesia/Aforismo Pedra Nativa (Octávio Paz) 0 1.219 01/22/2012 - 00:10 Português
Poesia/Intervenção Entre Partir e Ficar (Octávio Paz) 0 1.425 01/22/2012 - 00:05 Português
Poesia/Aforismo Fica o não dito por dito (Ferreira Gullar) 0 693 12/30/2011 - 08:19 Português
Poesia/Intervenção A propósito do nada (Ferreira Gullar) 0 1.478 12/30/2011 - 08:16 Português
Poesia/Intervenção Dentro (Ferreira Gullar) 0 787 12/30/2011 - 08:12 Português
Poesia/Pensamentos O que a vida quer da gente é Coragem (Guimarães Rosa) 2 1.864 12/26/2011 - 21:55 Português
Poesia/Dedicado Adeus, ano velho (Affonso Romano de Sant'Anna) 0 1.310 12/26/2011 - 12:17 Português
Poesia/Meditação Para que serve a vida? 0 1.304 12/11/2011 - 01:07 Português
Poesia/Dedicado Natal às Avessas 0 743 12/11/2011 - 01:03 Português
Poesia/Intervenção A voz de dentro 0 962 11/19/2011 - 00:14 Português
Poesia/Intervenção As partes de mim... 0 1.380 11/19/2011 - 00:00 Português
Poesia/Pensamentos Curta a Vida "curta" 0 1.638 11/13/2011 - 13:46 Português
Poesia/Intervenção Lobo solitário 0 1.134 11/13/2011 - 13:46 Português
Poesia/Pensamentos A solidão na multidão 0 1.325 11/13/2011 - 13:43 Português
Poesia/Pensamentos Não permita que ninguém decida por você... Seleção de Pensamentos I-XVI (Carlos Castañeda) 0 1.388 11/12/2011 - 12:55 Português
Poesia/Pensamentos Não me prendo a nada... (Carlos Castañeda) 0 938 11/12/2011 - 12:37 Português
Poesia/Pensamentos Um caminho é só... um caminho (Carlos Castañeda) 0 1.296 11/12/2011 - 12:35 Português
Poesia/Meditação Procura da Poesia (Carlos Drummond de Andrade) 0 812 11/01/2011 - 13:04 Português
Poesia/Intervenção Idade Madura (Carlos Drummond de Andrade) 0 1.361 11/01/2011 - 13:02 Português
Poesia/Meditação Nosso Tempo (Carlos Drummond de Andrade) 0 1.476 11/01/2011 - 13:00 Português