CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Sereno povo

O povo anda sereno, sereníssimo
Concentrado na vidinha e em miudezas
Enquanto o Governo se afunda em incertezas
Confiante na predilecção do Altíssimo

Será espécie de cobardia afoita
Ou descrente valentia acanhada ?
Talvez a consciência, ''valium'' que pernoita
Ao relento de vida medicamentada

É que nem a sabedoria nem a juventude
Acaba com esta inquietude:

O povo mais antigo já nem protesta
Limita-se a calar, comer e ouvir a orquestra
Recordando a antiga glória, hoje vã

E se precisássemos hoje de Abril
Era preciso leitinho, o Facebook e antifebril
Para não constipar os meninos da mamã

Acorda povo, acabou a sesta
Acorda a revolta que a entranha manifesta !

Submited by

terça-feira, agosto 7, 2012 - 20:28

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

David Lobo Cordeiro

imagem de David Lobo Cordeiro
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 anos 44 semanas
Membro desde: 08/01/2012
Conteúdos:
Pontos: 131

Comentários

imagem de David Lobo Cordeiro

Vero

É verdade Abílio ! Espero bem que toda a austeridade traga no mínimo algo de bom no futuro, porque senão estamos todo a fazer figura de parvos. . . Obrigado pelas boas vindas!

imagem de Henricabilio

deste jeito muita gente já

deste jeito
muita gente já irá acordar tarde demais
do pesadelo que nos impoem...

Um abraç0o de Boas Vindas!

_Abilio.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of David Lobo Cordeiro

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação ''Trans Lucem'' 0 486 07/17/2013 - 23:47 Português
Poesia/Fantasia Lesa Luz 0 549 07/17/2013 - 23:46 Português
Pintura/Figurativo ''Ágoras'' 0 1.431 07/17/2013 - 23:36 Português
Pintura/Figurativo ''Repto'' 0 1.387 07/17/2013 - 23:27 Português
Pintura/Paisagem ''Sem título'' 0 1.392 07/17/2013 - 23:24 Português
Pintura/Figurativo ''Homem a fumar'' 0 1.359 07/17/2013 - 23:23 Português
Pintura/Figurativo encontro 0 1.016 08/16/2012 - 02:27 Português
Pintura/Figurativo Yiiliin 0 1.124 08/16/2012 - 02:05 Português
Pintura/Paisagem Pionto2 0 1.009 08/16/2012 - 01:58 Português
Pintura/Figurativo Faith 0 1.018 08/16/2012 - 01:56 Português
Pintura/Paisagem Colisão 0 1.078 08/16/2012 - 01:55 Português
Pintura/Paisagem 3 1 3 0 1.015 08/16/2012 - 01:54 Português
Pintura/Figurativo Sanctii 0 1.088 08/16/2012 - 01:52 Português
Poesia/Amor Fúria senão amor 2 531 08/16/2012 - 01:47 Português
Poesia/Fantasia Arritmias 0 593 08/11/2012 - 21:12 Português
Poesia/Tristeza Engodo 0 557 08/11/2012 - 21:09 Português
Poesia/Intervenção Sereno povo 2 543 08/11/2012 - 20:54 Português
Poesia/Erótico Entendimento perfeito 0 590 08/07/2012 - 20:50 Português
Poesia/Amor De tantas maneiras me mataste 0 640 08/07/2012 - 20:35 Português
Poesia/Fantasia Poesia omnipresente 2 990 08/03/2012 - 17:41 Português
Poesia/Poetrix Pó e azia 0 584 08/03/2012 - 17:29 Português
Poesia/Amor A musa 0 530 08/03/2012 - 17:26 Português
Poesia/Desilusão Cirrosis divinis 0 668 08/03/2012 - 17:24 Português
Fotos/Abstracto Metroo 0 1.091 08/02/2012 - 06:48 Português
Fotos/Abstracto Rua da expressão em Lisboa 0 987 08/02/2012 - 06:46 Português