CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Simples o amor não é

Quem pode ponderar essas pequenas coisas?
Perguntas que martelam a mente de quem divaga sempre
Todas as crianças amam gritar quando correm?
Ou apenas é impressão de quem as observam?
Os anos podem impedir o amor?
Será que existe um tempo certo para amar alguém?
O que podemos fazer quando o sentimento aparece?
Um olhar ao mesmo tempo travesso e inocente
Pode ser capaz de fazer desmoronar as mais fortes barreiras
E provocar um grande reboliço pelo caminho.
As mulheres belas parecem sempre inteligentes
Mas será que a inteligência está mesmo ligado à beleza?
Quando nasce o desejo que não tem nada que ver
O que se pode fazer para viver uma outra vida?
Simples o amor não é nem para os velhos
Quem dirá para os que ainda não sabem amar.
Nunca se é tão jovem
Para se ter uma aventura que não seja verdadeira
Quando o mundo parece um lugar a ser descoberto
Cada passo que damos é uma incerteza.
Quem poderá responder questões tão complexas?
Quem poderá estancar o sangue que jorra das veias abertas
Ou curar as feridas que doem na alma?

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

quinta-feira, setembro 14, 2023 - 23:34

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 8 horas 23 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 16169

Comentários

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação A loucura da verdade 6 150 07/15/2024 - 13:45 Português
Poesia/Canção Tudo o que desejei 6 160 07/14/2024 - 17:02 Português
Poesia/Pensamentos Palavras escritas para os perdidos 6 423 07/13/2024 - 14:36 Português
Poesia/Amor Amanhã, quem sabe? 6 163 07/12/2024 - 13:50 Português
Poesia/Desilusão O tempo faz esquecer 6 275 07/11/2024 - 14:37 Português
Poesia/Pensamentos Esquecemos o que aconteceu ontem 6 492 07/10/2024 - 16:47 Português
Poesia/Desilusão Passados recompostos 6 478 07/09/2024 - 15:15 Português
Poesia/Desilusão Fere como um punhal 6 324 07/08/2024 - 16:19 Português
Poesia/Pensamentos Que mundo criamos? 6 462 07/07/2024 - 14:34 Português
Poesia/Intervenção Convoco os poetas 8 409 07/07/2024 - 14:28 Português
Poesia/Pensamentos Todas as canções possíveis 6 665 07/05/2024 - 14:21 Português
Poesia/Dedicado Canção ao Festival de Pesca 6 248 07/04/2024 - 14:55 Português
Poesia/Amor No silêncio da noite 6 228 07/03/2024 - 23:34 Português
Poesia/Desilusão Um olhar que se foi 6 370 07/02/2024 - 17:08 Português
Poesia/Amor Para tão longo amor 6 250 07/01/2024 - 13:51 Português
Poesia/Paixão Êxtase 6 169 06/30/2024 - 14:01 Português
Poesia/Pensamentos Escravos da mentira e do vento 6 1.015 06/29/2024 - 15:23 Português
Poesia/Intervenção Planeta a suspirar 6 255 06/29/2024 - 01:23 Português
Poesia/Amor Sempre 6 430 06/28/2024 - 02:07 Português
Poesia/Desilusão Saudade é minha poesia 6 270 06/26/2024 - 20:35 Português
Poesia/Amor Se alguém souber 6 254 06/25/2024 - 03:50 Português
Poesia/Amor Deusa em um jardim 6 642 06/23/2024 - 14:57 Português
Poesia/Pensamentos Um tolo por acreditar 6 904 06/22/2024 - 14:07 Português
Poesia/Pensamentos A noite dos gafanhotos 8 1.058 06/22/2024 - 14:05 Português
Poesia/Pensamentos Enigmas de uma vida intensa 6 1.126 06/20/2024 - 20:08 Português