CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Tréguas

Manhã doce radiosa;
Sente-se o cheiro das flores;
Olvidam-se tantas dores;
Besta vida e sequiosa,

Canta o cuco a poupa apupa;
Na fonte a água chilreia;
Lendo a minha dulcineia;
Falupa vou na garupa;

Caio na vida chorando;
Choro este não me eleva;
Quanto sonho se não perdeu;

Vida me nasceu matando;
Sinto horror de escuro e treva;
Sou a trégua que ela não deu.

Jorge Ferreira dos Santos

Submited by

segunda-feira, julho 16, 2012 - 15:43

Poesia :

No votes yet

Jokalink

imagem de Jokalink
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 anos 1 semana
Membro desde: 04/03/2012
Conteúdos:
Pontos: 737

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Jokalink

Tópico Títuloícone de ordenação Respostas Views Last Post Língua
Poesia/Amor Tolerâncias 0 671 09/03/2012 - 20:23 Português
Poesia/Amor Tréguas 0 638 07/16/2012 - 15:43 Português
Poesia/Paixão Umbigo! 0 324 04/30/2012 - 11:45 Português
Poesia/Meditação Vai chegar... 0 184 05/31/2012 - 10:27 Português