CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

TRANSUBSTANCIAÇÃO

TRANSUBSTANCIAÇÃO

Tempo demais se passa acumulando
riquezas e um poder que nos oprime
sem sequer ver que o pobre, ali vagando,
aguarda a caridade que redime.

E quando ao Mundo adeus nós formos dando
sem a nada levar, é quase um crime
não querer se doar, transubstanciando
a alheia dor em fé, gesto sublime.

Doemos nossos órgãos que a partida
vira canto de amor, belo estribilho,
a dar alento à gente desvalida.

Darei à existência raro brilho
ao transformar meu pó em nova vida,
pois se doou -- inteiro! -- o Deus-Filho.
       "NATO" AZEVEDO

Submited by

terça-feira, dezembro 21, 2010 - 22:20

Poesia :

No votes yet

NATTO

imagem de NATTO
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 9 anos 23 semanas
Membro desde: 05/02/2009
Conteúdos:
Pontos: 19

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of NATTO

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Soneto TRANSUBSTANCIAÇÃO 0 385 12/21/2010 - 22:20 Português
Poesia/Dedicado BOAS FESTAS (para Jomara) 0 397 12/21/2010 - 22:14 Português
Fotos/ - 1167 0 364 11/24/2010 - 00:38 Português
Prosas/Contos QUASE NADA... (livro virtual) 0 233 11/18/2010 - 23:47 Português
Prosas/Outros A MORTE ANUNCIADA DO LIVRO 1 225 05/03/2009 - 01:10 Português