CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Tu

Naquele dia de trevas chegaste
Logo me fitaste me como luzes do céu
Ouvi-te, ouviste-me num silêncio de urros
E gesticulávamos numa calma aparente
A calma da segurança de te ter por perto
O saber do início do sentido do tudo
Nosso, cada um no seu mundo
Os dois pequenos dentro Dele
Sabíamos que estávamos pelo outro

Cedo nos traçamos mutuamente
Vestiste-te pintado de mim
Vivendo por um só, os dois assim
Crescer e aprender com a responsabilidade
Que não pediste ter, mas assim te vi crescer

Agora subtrais somas de dias
Vives, sabes pelo que tens de viver
Mesmo quando eu te vejo sofrer, morrer
Uma, duas vezes e em que não sabes porquê
Mas continuas por mim, por nós, por eles
Aqui, ali, encontrar-te-ás a ti, a mim
Novamente, novamente, novamente
Eternamente estaremos e seremos nós

Ontem e amanhã vamos viver e cumprir
Vamos ser, ter, transformar e seguir
Trazendo vida destruída, criando sentido
Muda-me! Mudando-me mudarás, mudarão
E tu, serás eu na plenitude de ser Ele
Magicamente farás do futuro passado
Viverás ontem, mas serás amanhã 

Submited by

sábado, dezembro 18, 2010 - 20:39

Poesia :

No votes yet

aasp

imagem de aasp
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 8 semanas
Membro desde: 10/18/2010
Conteúdos:
Pontos: 307

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of aasp

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Fotos/Cidades Sem título 0 768 07/15/2014 - 19:02 Português
Fotos/Cidades Sem título 0 642 07/15/2014 - 18:59 Português
Fotos/Cidades Sem título 0 719 07/15/2014 - 18:57 Português
Prosas/Outros A.O. sem E, I e U 2 574 02/06/2013 - 15:59 Português
Poesia/Geral À Lua 4 637 02/06/2013 - 12:05 Português
Prosas/Pensamentos Arco-íris (2009) 2 680 07/02/2012 - 22:20 Português
Poesia/Dedicado Sentindo-me... 4 623 07/02/2012 - 21:41 Português
Prosas/Comédia MANIFESTO ANTI-GRIPE A E POR EXTENSO E REDUZIDO (2009) 0 815 06/30/2012 - 22:37 Português
Poesia/Geral Homem com máscara de emoção de ser poético 3 1.080 06/24/2012 - 22:19 Português
Poesia/Geral Clara exaltação 3 666 06/23/2012 - 22:07 Português
Poesia/Pensamentos Fugas 2 973 06/17/2012 - 10:47 Português
Poesia/Geral Não sei se és tu de quem oiço os passos... 0 579 06/12/2012 - 22:45 Português
Poesia/Geral Para um dia acabar... 0 528 04/02/2012 - 23:15 Português
Poesia/Geral Baila, baila bailarina... 0 773 11/02/2011 - 22:17 Português
Poesia/Geral Palavras alinhadas 1 1.121 04/16/2011 - 13:06 Português
Poesia/Dedicado Folhas da minha árvore continuam a cair... 2 806 03/24/2011 - 23:18 Português
Poesia/Meditação 11.3.11 0 975 03/14/2011 - 11:59 Português
Poesia/Geral Rabiscos lienares 0 703 02/28/2011 - 11:50 Português
Poesia/Amor Minha Nai, meu anjo da guarda... 0 840 02/24/2011 - 14:25 Português
Poesia/Intervenção Macaquinhos de liberdade 0 812 02/24/2011 - 13:53 Português
Poesia/Geral Ella 2 0 960 01/31/2011 - 14:06 Português
Poesia/Geral Ella 1 0 989 01/31/2011 - 13:23 Português
Poesia/Geral Objecto de ti 0 1.069 01/27/2011 - 16:31 Português
Poesia/Dedicado Bailarina 0 996 01/21/2011 - 00:14 Português
Poesia/Dedicado (sem título) 1 752 01/19/2011 - 19:34 Português