CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Tempo sem Tempo (Mario Benedetti)

Preciso tempo necessito esse tempo
que outros deixam abandonado
por que lhes sobra ou já não sabem
o que fazer com ele

tempo
em branco
em vermelho
em verde
até castanho-escuro
não me importa a cor
cândido tempo
que eu possa abrir
e fechar
como uma porta

tempo para olhar uma árvore um farol
para andar pelo fio do descanso
para pensar que bom hoje não é inverno
para morrer um pouco
e nascer em seguida
e para me dar conta
e para me dar corda
preciso tempo o necessário para
chafurdar umas horas na vida
e para investigar por que estou triste
e acostumar-me ao meu esqueleto antigo

tempo para esconder-me no canto de algum galo
e para reaparecer em um relincho
e para estar em dia
e para estar na noite
tempo sem recato e sem relógio

vale dizer preciso
ou seja necessito
digamos me faz falta
tempo sem tempo

Mário Benedetti (1920-2009), poeta uruguaio, editado por Nicola David.

Submited by

segunda-feira, junho 25, 2012 - 13:19

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

AjAraujo

imagem de AjAraujo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 48 semanas
Membro desde: 10/29/2009
Conteúdos:
Pontos: 15584

Comentários

imagem de Henricabilio

Os mistérios do

Os mistérios do Tempo
continuam por revelar
e este contratempo
promete continuar.

Um belo poema!

1 abraç0o!

_Abilio

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of AjAraujo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Intervenção Árvore-vida 0 1.243 05/14/2012 - 18:22 Português
Poesia/Aforismo Cascata 0 957 05/14/2012 - 18:19 Português
Poesia/Haikai Lágrimas da folha 0 941 05/14/2012 - 18:16 Português
Videos/Música De paso (Luis Eduardo Aute) 0 1.021 05/01/2012 - 00:31 Espanhol
Videos/Teatro De la luz a la sombra (Luis Eduardo Aute) 0 3.330 05/01/2012 - 00:27 Espanhol
Videos/Música La vida al pasar (Luis Eduardo Aute) 0 1.756 05/01/2012 - 00:17 Espanhol
Poesia/Meditação Tempo será (Manuel Bandeira) 0 1.006 04/25/2012 - 10:57 Português
Poesia/Meditação Voz de fora (Manuel Bandeira) 0 982 04/25/2012 - 10:55 Português
Poesia/Dedicado Meninos Carvoeiros (Manuel Bandeira) 0 2.207 04/25/2012 - 10:53 Português
Poesia/Meditação Pesquisa (Paulo Mendes Campos) 0 1.780 04/23/2012 - 11:01 Português
Poesia/Meditação Infância (Paulo Mendes Campos) 0 1.006 04/23/2012 - 10:57 Português
Poesia/Meditação Copacabana 1945 - excertos (Paulo Mendes Campos) 0 999 04/23/2012 - 10:55 Português
Poesia/Alegria O sol e o poeta 1 763 04/14/2012 - 17:34 Português
Poesia/Meditação O sonho nos envia sinais para... viver 0 748 04/14/2012 - 12:06 Português
Videos/Música Irish Traditional Music (Joannie Madden, Bill Douglas and Taliesin Orchestra) 0 1.793 04/14/2012 - 11:23 inglês
Videos/Música Song for the Avatar Movie ending (Enigma) 0 1.440 04/14/2012 - 11:14 Português
Videos/Música Winter HD Landscapes New Age Music HD (James Asher) 0 2.852 04/14/2012 - 10:59 inglês
Poesia/Dedicado Magdalena (Marina Tsvetáieva) 0 787 04/14/2012 - 01:25 Espanhol
Poesia/Amor Poema do Fim (Marina Tsvetáieva) 0 3.851 04/14/2012 - 01:10 Português
Poesia/Intervenção Psique (Marina Tsvetáieva) 1 901 04/14/2012 - 00:58 Português
Poesia/Pensamentos Quando nada é certo, tudo é possível (Margareth Drabble) 0 1.450 04/11/2012 - 12:33 Português
Poesia/Pensamentos A capacidade de mudar o mundo (Margareth Mead) 0 1.455 04/11/2012 - 12:19 Português
Poesia/Meditação Enigma, Sigma (a propósito dos seres e as drogas) 0 1.022 04/11/2012 - 12:13 Português
Poesia/Amor Uma Carta de Amor (Julio Cortazar) 1 9.870 04/11/2012 - 09:55 Português
Poesia/Meditação Tenho (Nicolas Guillen) 0 1.316 04/11/2012 - 00:39 Português