CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Versos fúnebres - Eternidade

Súbita, a morte veio e então me tomou a vida
Quando ela, sempre incapaz de amar ou odiar,
Veio, silenciosa e fria, pra vida lhe ceifar.
   E agora estamos longe, minha querida...

Mas não será por isso que a morte irei odiar
─ Pois o amor é sinônimo de vida!
Por frio algum a chama será extinguida,
   Nem a morte é capaz de nos separar.

   Não enquanto eu tiver forças para te amar...
   Para te chamar de minha querida.
 

Submited by

quarta-feira, julho 27, 2011 - 20:48

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Adolfo

imagem de Adolfo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 8 semanas 4 dias
Membro desde: 05/12/2011
Conteúdos:
Pontos: 3573

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Adolfo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Por-do-sol 2 983 05/12/2011 - 22:37 Português
Poesia/Soneto Dito a Mim por Mim Mesmo X 1 904 05/12/2011 - 22:41 Português
Poesia/Amor Astral Romance X 1 727 05/12/2011 - 22:56 Português
Poesia/Geral Abyssus 1 1.544 05/12/2011 - 23:01 Português
Poesia/Aniversários Dito a Mim por Mim Mesmo XIV 1 1.014 05/12/2011 - 23:06 Português
Poesia/Soneto Tímidos 1 984 05/12/2011 - 23:23 Português
Poesia/Soneto Desfecho 1 937 05/12/2011 - 23:26 Português
Poesia/Soneto Petalum VIII 1 703 05/12/2011 - 23:30 Português
Poesia/Tristeza Versos Fúnebres VIII (Com Pesar...) 1 1.868 05/12/2011 - 23:48 Português
Poesia/Soneto Inspirado no firmamento 1 916 05/12/2011 - 23:52 Português
Poesia/Soneto Sem querer te imaginei 1 609 05/12/2011 - 23:56 Português
Poesia/Pensamentos Memórias de um enfermo II 2 1.228 05/13/2011 - 15:51 Português
Poesia/Soneto Beijo de boa noite 1 998 05/13/2011 - 16:08 Português
Poesia/Geral Quartetos 0 524 05/13/2011 - 18:43 Português
Poesia/Pensamentos Cólera 2 1.077 05/13/2011 - 21:17 Português
Poesia/Amizade Geovana - Tão maliciosa quanto inocente 2 938 05/13/2011 - 21:18 Português
Poesia/Desilusão Petalum 0 637 05/13/2011 - 21:21 Português
Poesia/Desilusão Petalum II 0 487 05/13/2011 - 21:23 Português
Poesia/Amizade A um anjo de olhos claros 0 884 05/13/2011 - 21:25 Português
Poesia/Amizade Voz da moça de olhos claros 0 394 05/13/2011 - 21:31 Português
Poesia/Meditação Fúnebre Tédio 0 526 05/13/2011 - 21:33 Português
Poesia/Soneto Dito a Mim por Mim Mesmo IV 0 641 05/13/2011 - 21:35 Português
Poesia/Soneto O que o meu pai chamaria de “Um Poema Autodestrutivo” 1 1.111 05/13/2011 - 21:40 Português
Poesia/Soneto O amor 0 1.151 05/13/2011 - 21:44 Português
Poesia/Soneto Tentativa de escrever poema simbolista 0 985 05/13/2011 - 21:46 Português