CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Vou me entregar

Vou me entregar

O vírus do amor quer entrar em meus poros
e invadir com uma nova paixão.

Os hormônios da essência da loucura boa
e filtrada em meu ser carne e emoção.

Está de novo correndo em minhas veias e
estufando-as do gosto inebriante e excitante
do prazer de amar.

Alucinando-me e meu rosto vibrante e saltitante
do meu ser misturando-se no ar.

Respiro o amor enlouqueço na dor gostosa
prazerosa de viver o sonho e não só sonhar.

Vou me entregar, vou amar amar e amar.

O NOVO POETA. (W.Marques).

O NOVO POETA. (W.Marques).

Submited by

sábado, agosto 15, 2009 - 18:13

Poesia :

No votes yet

onovopoeta

imagem de onovopoeta
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 49 semanas
Membro desde: 04/19/2009
Conteúdos:
Pontos: 1469

Comentários

imagem de Hisalena

Re: Vou me entregar

A descoberta ou a redescoberta do amor é sempre uma coisa emocionante...uma luta entre os prós e os contras, um pesar de quês e porquês...mas no fianl a solução é sempre a mesma: abrir os braços e cair nesse amor em queda livre...o resto? O resto quando for hora se enfrenta, viva o momento e seja feliz!

imagem de Danielagomes

Re: Vou me entregar

Ficou muito lindo,
O amor foi muito bem retratado nesse
poema de entrega.Belos versos,parabéns!
Bjo :-)

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of onovopoeta

Tópico Título Respostasícone de ordenação Views Last Post Língua
Fotos/Outros Aventura infernal 0 1.115 02/18/2013 - 17:07 Português
Poesia/Amor Alvoroço 0 324 02/16/2013 - 23:33 Português
Poesia/Pensamentos Luz 0 465 02/24/2013 - 18:42 Português
Poesia/Geral Alucinações 0 744 03/02/2013 - 23:41 Português
Poesia/Amor “Vigor vencido” 0 821 03/07/2013 - 12:10 Português
Poesia/Pensamentos Silêncio só 0 373 05/29/2013 - 14:56 Português
Poesia/Pensamentos Inquilinos 0 863 07/06/2013 - 22:04 Português
Poesia/Pensamentos Cismo em trança 0 476 07/24/2013 - 16:10 Português
Poesia/Amor Um amor de presente 0 519 08/21/2013 - 13:54 Português
Poesia/Amor Cor de rosa 0 726 10/09/2013 - 23:52 Português
Poesia/Meditação MEDO 0 664 12/22/2013 - 19:01 Português
Poesia/Amor Não é pra ser 0 1.146 01/05/2014 - 00:37 Português
Poesia/Pensamentos Sem diabo e sem anjo 0 663 02/14/2014 - 22:00 Português
Poesia/Amor Levada da breca 0 529 03/19/2014 - 15:43 Português
Poesia/Amor Flor de minas 0 818 04/05/2014 - 22:12 Português
Poesia/Amor Essência de poesia 0 619 05/01/2014 - 15:46 Português
Poesia/Pensamentos Hora estranha 0 855 08/16/2014 - 17:06 Português
Poesia/Amor Encantamento 0 766 11/20/2014 - 12:55 Português
Poesia/Fantasia Luzes dos lampiros 0 1.280 12/23/2014 - 14:55 Português
Poesia/Amor Memórias de girasol 0 1.222 01/15/2015 - 11:12 Português
Poesia/Geral Mortos do vaso 0 1.368 02/15/2015 - 13:26 Português
Poesia/Amor Amor de seis rimas 0 1.607 03/27/2015 - 12:29 Português
Poesia/Amor Princesa do gueto (A morte da princesa). 0 1.682 06/13/2015 - 19:21 Português
Poesia/Geral Mortos odoríferos 0 1.421 07/21/2015 - 11:30 Português
Poesia/Geral Fluidos mínimos 0 1.267 09/23/2015 - 11:55 Português