CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Vou ver a sombra que você se tornou

Nunca foi o que eu pensei
E nem era o que sempre acreditei.
Fui enganado de forma sutil
E talvez até tenha desejado isso mesmo.
Por mais que imaginasse outra coisa
Que ouvissem as histórias
Eu sempre desejei
Ver além das linhas imaginárias
Dos meus próprios pensamentos.
No entanto, tudo não passou de um sonho
Tão terrível como um pesadelo
Nas noites quentes de verão
Onde não consigo dormir direito.
O vento até sussurrava em meus ouvidos
Uma canção tão nefasta como a ventania
Da qual eu nem fazia questão de ouvir
Para não acordar dos meus sonhos.
Quando procurei acalmar
Meus sentimentos
Vi a silhueta ao longe tomar vulto
E então pude notar a sua presença tão nítida
Como uma sombra ao meio dia.
Vou ver a sombra que você se tornou
Desaparecer com a luz brilhante do sol
Ao chegar diante de mim o amor
Que ilumina minha alma,
Até então,
Perdida.
Vejo o esplendor do novo alvorecer
E o sorriso de alegria
Que mudou a minha vida.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

sexta-feira, janeiro 17, 2020 - 19:34

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 23 horas 58 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 4322

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostasícone de ordenação Views Last Post Língua
Poesia/Meditação Responda-me, se puder 0 535 02/10/2016 - 23:13 Português
Poesia/Amor O amor que está no meu coração 0 408 08/13/2014 - 00:13 Português
Poesia/Amor Meu coração caminha com você 0 544 08/18/2014 - 19:17 Português
Poesia/Amor Por isso eu canto o amor 0 633 08/21/2014 - 01:00 Português
Poesia/Amor Na manhã do tempo 0 394 08/26/2014 - 18:18 Português
Poesia/Amor Antes de amar-te meu coração ficou recordando tua boca 0 512 08/29/2014 - 01:03 Português
Poesia/Amor Que essa ilusão morra enquanto ainda é esperança 0 641 09/02/2014 - 00:57 Português
Poesia/Amor Cada minuto 0 487 09/12/2014 - 01:43 Português
Poesia/Desilusão No silêncio da noite me procura 0 600 04/19/2018 - 02:43 Português
Poesia/Amor Como sinto sua falta 0 632 06/26/2015 - 18:58 Português
Poesia/Meditação A árvore está viva 0 389 06/26/2015 - 18:56 Português
Poesia/Tristeza Vou caminhar sozinho 0 1.293 04/07/2015 - 15:38 Português
Poesia/Meditação Os tentáculos do sistema 0 331 04/10/2015 - 18:45 Português
Poesia/Amor Só não quero que você saiba 0 414 04/10/2015 - 18:47 Português
Poesia/Amor Passado, presente e futuro em seu olhar 0 396 04/14/2015 - 00:10 Português
Poesia/Amor Seu sorriso é o paraíso 0 438 04/27/2015 - 18:45 Português
Poesia/Amor Como disfarçar este sentimento? 0 578 05/09/2015 - 01:36 Português
Poesia/Paixão Uma paixão violenta! 0 1.097 05/11/2015 - 16:08 Português
Poesia/Amor Só agora percebo 0 357 05/13/2015 - 14:17 Português
Poesia/Amor As palavras que jamais te falarei 0 434 05/18/2015 - 18:48 Português
Poesia/Tristeza Borboleta 0 599 05/19/2015 - 19:43 Português
Poesia/Pensamentos Por que tanto desespero? 0 533 05/21/2015 - 15:22 Português
Poesia/Dedicado Sarah - 17 anos! 0 1.055 05/22/2015 - 18:28 Português
Críticas/Outros Igualdade ou desigualdade? 0 451 05/23/2015 - 20:41 Português
Poesia/Amor Lá fora o vento varre as folhas 0 500 05/23/2015 - 20:44 Português