CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Basta querer

Basta querer, dizem eles. E eu pergunto-me, quem é que me vai cuspir nos olhos e limpar-me esta cegueira?
Vocês?! Com o vosso “basta querer”?
Mas, basta querer o quê?
Ide dizer isso ao drogado, ao alcoólico, ao bolémico, ao anoréctico, ao depressivo, ao fóbico.
Ide, ide.
Dizer ao casal de namorados, supra-apaixonados, que não podem estar um com o outro. Para quando se desejarem beijar, não o fazer. Que não se podem extasiar na droga endorfórmica e dopamínica do prazer.
É isto que é ser-se viciado. Obcecado por um estado de prazer, que o faz esquecer. Um humano que sofre uma paixão doentia, suicida.
O quê!? Continuam a insistir?! Basta crer?!
Por favor, ide atirar esse barro a outra parede, a ver se cola.
Pensem bem, alguma vez foram mesmo subjugados pelo vício, pelo medo ou pela dor?
Digo: se basta querer, então, quando estiverem com fome não comam, quando quiserem inspirar ou expirar não o façam, quando estiverem aflitos para urinar ou defecar, não evacuem.
Ah! Agora vêm com o argumento de que não tem nada a ver uma coisa com a outra.
Ora esperai aí um bocadinho que eu vou já deslindar a questão.
Quando vocês estão com fome, sustêm a respiração, ou aguentam a ida à casa de banho, o que é que sentem a acontecer ao vosso corpo?
Sentem desprazer, não é? O estômago começa a doer, sentem a falta do ar, e o incómodo de não cagar. Mas, quando satisfazem esses desejos, surge no acto um alívio, um prazer.
O que acham que acontece quando um drogado não se droga, quando um obeso tenta controlar a compulsão de comer, um alcoólico de beber, um fóbico de não fugir, um depressivo de enfrentar a realidade?
Dor. É o que acontece. Latejante e constante.
Mas calma, porque não é só a condicionalidade física que dificulta a situação. Nem é só a condicionante psicológica.
É a condicionante físico-psicológica, ou biopsicológica. E, ainda poderia acrescentar outra condicionante, ficando, biopsicossocial.
Por isso, não me venham dizer que basta querer. Que arrogância é essa de pensarmos que somos todos iguais?
Para uns basta isso.
Para outros, é necessário bater no fundo, perder tudo, morrer ontologicamente e renascer (com a ajuda de alguém).
E mesmo após se iniciar o processo de cura. Mesmo após a pessoa querer e crer com uma vontade extraordinária, se a âncora psicológica cair, se se lembrar de que é mais fácil fugir, esquecer e não sentir a ânsia dominadora, volta-se novamente ao balsamo das compulsões.

Basta querer!...
Tão fácil pensar. Só é precisa... Pouca empatia!

Submited by

quinta-feira, abril 12, 2012 - 11:29

Prosas :

No votes yet

vsmario

imagem de vsmario
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 anos 14 semanas
Membro desde: 03/27/2012
Conteúdos:
Pontos: 220

Comentários

imagem de Jorge Humberto

Amigo e poeta, Mário,

Amigo e poeta, Mário,

que sabem eles afinal? Cabeças de cartaz... coto... vitral, o manter da consanguinidade, fome animal. Todos somos diferentes, por isso não venham dizer, que basta querer... que basta CRER... escravos de sua cegueira doentia. Um texto bem forte... assim a realidade.

Abraços meus!
Jorge Humberto

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of vsmario

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Prosas/Pensamentos Divações 0 420 03/22/2014 - 17:56 Português
Poesia/Pensamentos Objeto 0 512 02/02/2013 - 20:17 Português
Poesia/Pensamentos Só assim irás nascer 0 404 02/02/2013 - 20:15 Português
Críticas/Outros Factura?... 0 543 10/18/2012 - 21:26 Português
Prosas/Contos O quarto escuro 0 554 10/09/2012 - 16:10 Português
Críticas/Outros Quem é que nos fodeu a todos? 1 778 10/04/2012 - 17:43 Português
Poesia/Pensamentos Onde devia estar 0 369 10/03/2012 - 18:13 Português
Poesia/Pensamentos Vai ficar tudo bem 0 552 09/18/2012 - 21:02 Português
Poesia/Pensamentos Vazio 0 451 09/18/2012 - 20:49 Português
Poesia/Geral Mata esta sede 0 634 09/18/2012 - 20:43 Português
Poesia/Geral Nascer de novo 0 476 09/10/2012 - 17:17 Português
Prosas/Erótico Anseio 0 463 09/04/2012 - 22:31 Português
Prosas/Outros Brinca com o meu coração 0 393 08/08/2012 - 21:05 Português
Prosas/Erótico Desejo solitário 0 492 07/23/2012 - 02:05 Português
Poesia/Pensamentos Minha terra 1 600 07/07/2012 - 22:24 Português
Poesia/Paixão donzela 1 492 07/06/2012 - 16:56 Português
Prosas/Contos Um tiro no ar - “Colecção Obsessiva de Sentimentos” 0 531 05/18/2012 - 00:41 Português
Poesia/Pensamentos Merdas que me atrasam a alma - “Colecção Obsessiva de Sentimentos” 0 522 05/18/2012 - 00:37 Português
Poesia/Pensamentos Felicidade cíclica - “Colecção Obsessiva de Sentimentos” 0 535 05/16/2012 - 19:12 Português
Prosas/Pensamentos Verão - “Colecção Obsessiva de Sentimentos” 0 515 05/16/2012 - 19:10 Português
Prosas/Contos Plásticos II - “Colecção Obsessiva de Sentimentos” 0 645 05/11/2012 - 20:32 Português
Prosas/Saudade Minha terra 0 782 05/10/2012 - 17:59 Português
Poesia/Pensamentos Lá fora... 0 594 05/10/2012 - 17:24 Português
Poesia/Pensamentos O mundo gira sempre para o mesmo lado? - “Colecção Obsessiva de Sentimentos” 1 478 05/09/2012 - 23:09 Português
Poesia/Amor Quem quer? - "Colecção Obsessiva de Sentimentos" 0 490 05/09/2012 - 22:54 Português