CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

em nome d'Ele

Escrevia o nome Dele,
Vezes e vezes sem conto ,
Em paredes de cal e estuque ,
Era estugado pelo Nome sublinhado,
"Completamente louco em terra varrida pela loucura",
Infiltrara-se pelos porosos e percursos obtusos ,
Rondos a absurdos nos declives e pelos talefes breves ,agudos ,sempre empinados,
Desenhava rotas, impossíveis e passivas ,
Esquadrinhava vagas/areias de Samarkand a Finisterra de Baku a Burgos
Sobrevoando o Gobi seguindos os raiados vales/paredes dos silencios em Jerusalém ,
Vales dos Reis e Nilos .
Escrevia o Nome Dele nas paredes silenciosas ,
Ociosas e brancas da memoria ,tentando não O olvidar(mos) ,
Á cadencia cadenciada dos passos perdidos e achados ,preenchia-o o fluxo das palavras imaginadas em Estilhaços Biblicos,recolhidos de
Destinos planisféricos , plenos em silêncios e em cores repetidas , vides paredes em vidas e vidas Planetárias.
Cheiro a rosa velho o carvão negro desenhava o Nome que estendia pelas paredes Venais.
Gautama Jesus

Jorge Santos

Submited by

segunda-feira, dezembro 21, 2009 - 17:12

Ministério da Poesia :

No votes yet

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 semanas 3 dias
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 40650

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Aforismo andorinhão 0 1.850 11/19/2010 - 19:13 Português
Ministério da Poesia/Aforismo sentir mais 0 1.113 11/19/2010 - 19:13 Português
Ministério da Poesia/Aforismo palabras 0 1.614 11/19/2010 - 19:13 Português
Ministério da Poesia/Aforismo A matilha 0 2.555 11/19/2010 - 19:13 Português
Ministério da Poesia/Aforismo ao fim e ao cabo 0 1.191 11/19/2010 - 19:13 Português
Ministério da Poesia/Aforismo o bosque encoberto 0 1.058 11/19/2010 - 19:13 Português
Ministério da Poesia/Aforismo nem teu rubor quero 0 1.228 11/19/2010 - 19:13 Português
Ministério da Poesia/Aforismo em nome d'Ele 0 1.448 11/19/2010 - 19:13 Português
Ministério da Poesia/Aforismo Troia 0 1.670 11/19/2010 - 19:13 Português
Ministério da Poesia/Aforismo desabafo 0 1.716 11/19/2010 - 19:13 Português
Ministério da Poesia/Aforismo Inquilino 0 1.008 11/19/2010 - 19:13 Português
Ministério da Poesia/Aforismo Pietra 0 1.587 11/19/2010 - 19:13 Português
Ministério da Poesia/Aforismo não cesso 0 1.091 11/19/2010 - 19:13 Português
Ministério da Poesia/Dedicado professas 0 1.434 11/19/2010 - 19:13 Português
Ministério da Poesia/Aforismo amor sen'destino 0 1.592 11/19/2010 - 19:13 Português
Ministério da Poesia/Aforismo Balada para um turco 0 1.281 11/19/2010 - 19:16 Português
Ministério da Poesia/Dedicado Francisca 0 2.170 11/19/2010 - 19:16 Português
Ministério da Poesia/Aforismo tudo e nada 0 1.163 11/19/2010 - 19:16 Português
Ministério da Poesia/Dedicado Priscilla 0 1.306 11/19/2010 - 19:16 Português
Ministério da Poesia/Aforismo Asa calada 0 1.762 11/19/2010 - 19:16 Português
Ministério da Poesia/Aforismo flores d'cardeais 0 1.425 11/19/2010 - 19:16 Português
Ministério da Poesia/Dedicado Magdalena 0 1.495 11/19/2010 - 19:16 Português
Ministério da Poesia/Aforismo peito Abeto 0 1.305 11/19/2010 - 19:16 Português
Ministério da Poesia/Aforismo rapaz da tesoura 0 1.414 11/19/2010 - 19:16 Português
Ministério da Poesia/Aforismo Koras 0 1.893 11/19/2010 - 19:16 Português