CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Solidão e desespero do homem sem Deus – Uma análise do filme Taxi Driver

Por Odair José da Silva

“Deus faz que o solitário viva em família; liberta aqueles que estão presos em grilhões; mas os rebeldes habitam em terra seca”. Salmos 68. 6.

“Porventura, buscareis palavras para me repreenderdes, visto que as razões do desesperado são como vento?” Jó 6. 26.

Solidão. s.f. Estado de quem está só, retirado do mundo.

Desespero. s.f. Desesperança com irritação. Angústia. Raiva.

Um dia sai pelas ruas da cidade. Em meu coração havia um desespero muito grande e uma tristeza esmagadora. Eu sentia uma solidão terrível e a vida parecia não fazer sentido para mim. Eu sentia angústia. Sentia raiva. E, qualquer coisa que me acontecesse estava boa. Eu não me importava com mais nada.

Quando assisto Taxi Driver (1976) eu revejo essa cena. Travis Bickle (Robert de Niro), o motorista de taxi de Nova Iorque me faz revisitar essa cena de tristeza e solidão. O filme, para mim, é um clássico e podemos tirar lições importantíssimas de seus personagens.

O filme de Martin Scorsese é uma visão da solidão e desespero de uma pessoa. Travis é um ex fuzileiro que busca um sentido para a sua vida. Como não consegue dormir a noite, resolve dirigir um taxi que, segundo ele, o ajudaria a passar o tempo e ainda poderia ganhar um dinheiro com isso. Ele então, em sua solidão, observa toda a sujeira que uma cidade grande proporciona durante a noite. Como não tem medo de nada ele anda em todos os lugares da cidade e isso faz com que ele veja muita coisa. Prostitutas, traficantes, bêbados, estupradores, delinqüentes, ladrões, ratos, e outras infinidades de tipos diferentes de pessoas pelas ruas.

Ele tem poucas relações interpessoais e elas não dão certas. Primeiro com uma moça que ele convida para sair, mas a leva para ver um filme pornográfico que ele estava acostumado, mas ela não. O que faz ela o largar e não atender mais as suas ligações. Depois um candidato a presidente que acaba por assustar ao falar da podridão que ele via nas ruas. E, por último, uma adolescente prostituta que é o símbolo da degradação humana que o cerca.

O contexto social do filme, os anos 70, não difere muito dos dias em que vivemos. Podemos dizer que o nível de corrupção e degradação humana tenha aumentado consideravelmente neste século XXI. Violência, prostituição, corrupção entre outras mazelas, surrupiam as almas humanas.

Quantos Travis temos perambulando pelas noites? Solidão e desespero do homem que não conhece Deus. Há um vazio na alma que não pode ser preenchido por nada deste mundo e leva os homens ao desespero de uma vida sem sentido para a existência. Quantos saem à noite e amanhecem jogados sem vida em uma vala qualquer.

Hoje eu percebo que poderia ter sido mais uma vítima desse sistema cruel. Eu poderia ter matado alguém ou poderia ter sido morto por alguém. Por que isso não aconteceu? Porque Deus livrou a minha alma da morte. Nas minhas noites de solidão e desespero eu poderia ter cometido a loucura que Travis comete no filme. Ao ver a exploração sexual de adolescentes por cafetões sem escrúpulos ele não titubeia. A vida não faz sentido se for assim. Essa exploração continua e a degradação humana é patente aos olhos. Uma sociedade sem Deus está fadada ao limbo existencial.

Mas, vejo que Deus, quando tem um plano na vida de uma pessoa Ele cumpre a sua palavra. “Deus faz que o solitário viva em família; liberta aqueles que estão presos em grilhões; mas os rebeldes habitam em terra seca”. Salmos 68. 6. Só o Senhor pode fazer isso na vida de uma pessoa. Jesus veio para libertar os cativos em prisões. Dar vistas aos cegos. A vida têm sentido quando deixamos brilhar em nós a luz gloriosa do evangelho. As razões do desesperado são como o vento. Mas, o Senhor Jesus Cristo está de braços abertos disposto a mudar a vida de quem está em desespero.

Meu amigo. Quem sabe você está na mesma situação em que me encontrei um dia. Na mesma situação que Travis se encontra em Taxi Driver. Não consegue dormir, ouve vozes, o coração aperta, a solidão esmaga e fere a alma. Saiba que existe uma saída. Jesus Cristo é a saída. Ele quer te dar a paz espiritual que tua alma tanto almeja. Aceite a Cristo como seu Senhor e Salvador e desfrute da paz que Ele oferece para a sua alma. Ele diz: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei... e encontrareis descanso para a vossa alma”. Mateus 11. 28-29.

Texto: Odair José, o Poeta Cacerense

http://meutestemunhovivo.blogspot.com

Submited by

sexta-feira, janeiro 8, 2016 - 19:14

Críticas :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 20 horas 40 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 3733

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Nem tudo que penso agora 0 6 08/20/2019 - 23:19 Português
Poesia/Meditação Anjos e demônios 0 16 08/18/2019 - 17:47 Português
Poesia/Desilusão Este amor vai ser o meu fim 0 12 08/16/2019 - 01:15 Português
Poesia/Paixão Minha forma de amar 0 23 08/15/2019 - 23:09 Português
Poesia/Meditação Os tentáculos do sistema 0 11 08/15/2019 - 22:48 Português
Poesia/Amor A bailar em minha mente 0 34 08/13/2019 - 02:39 Português
Poesia/Meditação Onde estão às poesias dos que são mortos? 0 23 08/10/2019 - 20:10 Português
Poesia/Pensamentos Tudo 0 41 08/07/2019 - 20:08 Português
Poesia/Amor O amor que procurei a vida toda 0 24 08/06/2019 - 21:40 Português
Poesia/Paixão Vejo seu sorriso e fico a contemplar-te 0 35 08/05/2019 - 23:02 Português
Poesia/Meditação Medo primitivo 0 23 08/02/2019 - 19:59 Português
Poesia/Amor O Sorriso e a Lágrima 0 20 08/01/2019 - 23:19 Português
Poesia/Fantasia Jardim exótico 0 30 07/31/2019 - 20:50 Português
Poesia/Pensamentos O flanelinha e a puta (parte 2) - A puta 0 54 07/30/2019 - 20:28 Português
Poesia/Pensamentos O flanelinha e a puta (parte 1) - o flanelinha 0 40 07/30/2019 - 00:02 Português
Poesia/Desilusão Pensei ter ouvido você sorrir 0 45 07/28/2019 - 15:49 Português
Poesia/Amor Esperança de amor 0 42 07/26/2019 - 19:16 Português
Poesia/Desilusão A vida criou o nosso amor 0 54 07/25/2019 - 20:29 Português
Poesia/Paixão Crônica de um amor louco 0 61 07/24/2019 - 20:38 Português
Poesia/Pensamentos Catarse 0 70 07/23/2019 - 01:37 Português
Poesia/Meditação Alucinação (Poema sobre drogas) 0 58 07/22/2019 - 21:53 Português
Poesia/Desilusão Quando a estrada e o caminho são demais para mim 0 40 07/20/2019 - 00:09 Português
Poesia/Meditação A tirania do urgente 2 69 07/19/2019 - 21:06 Português
Poesia/Amor A Esperança e o Destino Final 0 50 07/17/2019 - 17:13 Português
Poesia/Desilusão Encanto estranho em não estar sozinho 0 62 07/14/2019 - 14:45 Português