CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Um poema encantado


O poeta enlouqueceu
sufocado com as palavras que não conseguia usar
Elas brincavam dentro dele,
querendo sair e desejando se expressar
Contudo eram desconexas, brigavam entre si e não rimavam
Ele não conseguia jogá-las para fora
porque não diziam nada e não se combinavam

O que fazer com tantas palavras guardadas
e sufocadas no seu interior?
Eram belas e conflitantes, falavam do ódio,
da paz, da guerra e do amor
Com lápis e papel na mão, os dedos tremiam,
pois não conseguia poetar
E lágrimas de desespero nos olhos do poeta,
  queriam se aflorar

Ele adormeceu e sonhou com as mesmas palavras,
segurando com força as folhas de papel
E no sonho então passou a escrever,
os mais lindos versos nas nuvens no céu
Utilizou todas as palavras
que antes eram absurdas e sem razão
Nunca escreveu um poema,
com tanta destreza e imaginação!

Então o poeta despertou sorrindo
e escreveu o que havia sonhado
Havia graciosidade no conjunto das palavras,
um poema encantado!
E agora as lágrimas eram de contentamento,
pois surgiu dele uma nova poesia
Poeta que é poeta faz versos até em sonhos
e tem duas vidas, a real e a da fantasia...

Janete Sales

Cumulus Nimbus HD
 

Imagens Google

Submited by

quinta-feira, junho 21, 2012 - 18:22

Ministério da Poesia :

No votes yet

Dany May

imagem de Dany May
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 anos 28 semanas
Membro desde: 11/01/2011
Conteúdos:
Pontos: 1271

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Dany May

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos É DIFÍCIL SER INTEIRO! 3 1.641 02/27/2018 - 09:36 Português
Poesia/Amor Quero fazer amor 2 2.708 06/29/2014 - 12:18 Português
Poesia/Acrósticos Filhos do vento 2 1.451 06/22/2014 - 17:03 Português
Poesia/Alegria Para que serve a vida? 2 1.631 06/22/2014 - 17:00 Português
Poesia/Dedicado A liberdade de ser um cigano 0 2.254 03/17/2014 - 00:12 Português
Poesia/Meditação Oh minha Santa Sara, o meu olhar está fixo no teu altar 0 4.361 03/17/2014 - 00:03 Português
Poesia/Acrósticos Santa Sara Kali - Acróstico 0 3.714 03/16/2014 - 23:51 Português
Poesia/Desilusão Sonhadora 0 1.735 02/23/2014 - 11:30 Português
Poesia/Amor Sonho ser uma ventania e não sou 0 1.050 02/23/2014 - 11:16 Português
Poesia/Dedicado Eu fito as estrelas de perto! 0 2.120 10/07/2013 - 12:54 Português
Poesia/Dedicado Minha Mãe Meu Anjo 0 3.746 08/12/2013 - 09:23 Português
Poesia/Meditação ASAS DA IMAGINAÇÃO 2 1.237 08/12/2013 - 08:48 Português
Poesia/Dedicado O Povo Cigano merece o nosso respeito! By Janete Sales Dany 0 1.927 04/07/2013 - 17:20 Português
Poesia/Pensamentos A maioria das derrotas somos nós quem fabricamos... 0 1.106 03/16/2013 - 10:29 Português
Poesia/Fantasia Poesia, a Fusão do Princípio e do Fim! 2 1.486 02/20/2013 - 21:48 Português
Poesia/Amor Você é o melhor cobertor quando estou nua. 2 1.498 02/20/2013 - 21:45 Português
Poesia/Tristeza Poesia do adeus para sempre! 0 2.559 12/04/2012 - 13:17 Português
Poesia/Acrósticos O amor cura tudo! 0 2.604 12/04/2012 - 13:02 Português
Poesia/Acrósticos Respeito pelo irmão! 0 1.726 12/04/2012 - 12:36 Português
Poesia/Meditação Não morra no deserto! 2 1.722 12/04/2012 - 11:29 Português
Poesia/Acrósticos Minha vida sem amor! 4 1.612 12/04/2012 - 11:18 Português
Poesia/Amor Quem sabe você está lá? 2 1.283 11/30/2012 - 22:00 Português
Poesia/Tristeza Um conflito sem solução! - Gazal 0 1.540 11/20/2012 - 10:43 Português
Poesia/Meditação O homem triste sorriu! 0 3.400 11/08/2012 - 14:10 Português
Videos/Poesia O homem triste sorriu e um sorriso ao se abrir...By Janete Sales - Dany 0 2.702 11/08/2012 - 13:58 Português