CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Amor mal explicado

No meu peito arde um fogo intenso, 
Um amor que me consome em silêncio. 
É uma chama que queima sem perdão, 
Um sentimento que vive na solidão. 

Olho para ti, mas não me vês, 
Sou apenas uma sombra entre tantos porquês. 
Meus olhos brilham quando estão por perto, 
Mas o teu olhar não encontra o meu ao certo. 

Sonho acordado com um futuro a dois, 
Onde o amor floresce e é mais do que depois. 
Mas a realidade é cruel e desigual, 
Meu coração sofre, preso em um triste vendaval. 

Escrevo estas palavras como desabafo triste, 
Uma forma de libertar o meu amor do cárcere que persiste. 
Sei que jamais seremos além do que somos, 
E por isso, sigo adiante com meus sonhos. 

Não te culpo, pois não se escolhe quem se ama, 
E mesmo na ausência de reciprocidade, minha alma clama. 
Mas aceito o destino, sereno e resignado, 
Enquanto guardo no peito um amor mal explicado. 

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Siga-nos @poetacacerense

Submited by

sexta-feira, maio 19, 2023 - 20:16

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 horas 23 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 15265

Comentários

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Desilusão O lamento do sofrer 6 88 04/16/2024 - 11:40 Português
Poesia/Meditação O fim do mundo bate à porta 6 120 04/15/2024 - 23:38 Português
Poesia/Meditação Eu posso dizer não! 6 124 04/15/2024 - 11:29 Português
Poesia/Meditação A angústia de Caim 7 208 04/15/2024 - 00:52 Português
Poesia/Amor Não era brincadeira 6 136 04/13/2024 - 14:09 Português
Poesia/Amor Fascinante 6 475 04/10/2024 - 20:11 Português
Poesia/Amor Em cada pétala de rosa 7 345 04/10/2024 - 02:31 Português
Poesia/Meditação A Mulher Samaritana 6 753 04/08/2024 - 23:06 Português
Poesia/Intervenção Contra o racismo 6 258 04/07/2024 - 14:06 Português
Poesia/Desilusão Do amor não correspondido 6 492 04/06/2024 - 14:18 Português
Poesia/Intervenção Contra o bullying 6 448 04/05/2024 - 22:58 Português
Poesia/Amor Impossível ignorar 6 552 04/05/2024 - 02:43 Português
Poesia/Desilusão Não posso te esquecer 6 767 04/04/2024 - 02:54 Português
Poesia/Desilusão Seu prisioneiro 6 419 04/02/2024 - 11:51 Português
Poesia/Amor Um poema sem palavras 6 489 04/01/2024 - 19:33 Português
Poesia/Desilusão Quando não se pode evitar 6 437 03/30/2024 - 13:27 Português
Poesia/Pensamentos Observação 6 864 03/27/2024 - 22:12 Português
Poesia/Desilusão Agora o coração reclama 6 414 03/26/2024 - 20:13 Português
Poesia/Intervenção A insensatez da guerra 6 440 03/25/2024 - 19:49 Português
Poesia/Intervenção Senso crítico nebuloso 6 502 03/24/2024 - 13:39 Português
Poesia/Desilusão Entre as sombras da noite 6 734 03/23/2024 - 14:32 Português
Poesia/Intervenção O espelho da realidade 6 465 03/22/2024 - 13:17 Português
Poesia/Dedicado À beleza do verso 6 1.043 03/21/2024 - 20:00 Português
Poesia/Amor Permita-me 6 161 03/21/2024 - 11:51 Português
Poesia/Alegria Outono 6 490 03/20/2024 - 22:06 Português