CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Chegada do in-esperado

Não tenho olhos
Nem tão pouco trago sonhos
É tudo um sono eterno
ou um reflexo do nada
Onde sou apenas um rosto
ou uns olhos abertos sobre o abismo
que, contemplam a minha chegada.

Submited by

sexta-feira, maio 30, 2008 - 23:53

Poesia :

No votes yet

admin

imagem de admin
Offline
Título: Administrador
Última vez online: há 8 semanas 4 dias
Membro desde: 09/06/2010
Conteúdos:
Pontos: 44

Comentários

imagem de Isabor

Re: Chegada do in-esperado

O ser poeta é sempre um olhar sobre o abismo. O inesperado poema...
Beijo.

imagem de Anonymous

Re: Chegada do in-esperado

Espero que os teus olhos que abraçam o abismo, fiquem antes presos ao sono eterno dos sonhos que nascen a cada momento da nossa vida.
Maria um grande beijinho para ti
Vóny Ferreira

imagem de MariaSousa

Re: Chegada do in-esperado

Um poema bem ao teu estilo, Maria.(falta o boneco a piscar o olho)

Pena não teres sonhos...

Bjs

imagem de Veiga

Re: Chegada do in-esperado

Tenho um tapete mágico, (igual aqueles das histórias infantis, aqueles que voam?) Sei que não sabes do meu tapete e é por isso que vou te contar, estou escondido, por trás do abismo que contempla a tua chegada, e tenho que abrir bem os olhos, não deixar-me dormir, pois alguém bastante alto, mais alto que a medida do fundo do abismo até o topo da montanha incubiu-me uma tarefa muito importante, (sabes bem qual é a tarefa!) mas sabes porque tive a honra de ter tarefa de tal responsabilidade? Porque tu tocaste-me numa cicratriz curada que esta tatuada na minha alma.

Cumprimentos respeitosos

imagem de ÔNIX

Re: Chegada do in-esperado

E nessa chegada és tudo e em tudo depositas o teu olhar sobre o mundo
A tua chegada é e foi-te/nos presenteada
Um beijo meu

imagem de Ajota

Re: Chegada do in-esperado

Por vezes, sinto-me perdido no vazio.
Olho sem ver e sonho pesadelos que não desejo mas não consigo acordar.
Nessas vezes, penso na partida.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of admin

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amizade PORTUGAL 6 27.934 06/11/2019 - 09:35 Português
Poesia/Gótico Não me olhes 7 14.153 11/28/2012 - 00:50 Português
Poesia/Geral Não fui eu 5 5.479 03/24/2012 - 14:25 Português
Pintura/Paisagem PORTO 4 8.435 11/23/2011 - 12:36 Português
Poesia/Geral Quem sabe acender uma fogueira sabe amar uma mulher 4 9.633 02/18/2011 - 12:27 Português
Videos/Perfil 1153 0 3.249 11/24/2010 - 23:10 Português
Videos/Perfil 794 0 3.244 11/24/2010 - 23:03 Português
Videos/Perfil 793 0 4.698 11/24/2010 - 23:03 Português
Videos/Perfil 791 0 4.147 11/24/2010 - 23:03 Português
Videos/Perfil 740 0 4.292 11/24/2010 - 23:02 Português
Videos/Perfil 697 0 4.387 11/24/2010 - 23:02 Português
Videos/Perfil 732 0 3.487 11/24/2010 - 23:01 Português
Videos/Perfil 587 0 3.167 11/24/2010 - 23:00 Português
Videos/Perfil 585 0 4.459 11/24/2010 - 23:00 Português
Videos/Perfil 580 0 3.466 11/24/2010 - 23:00 Português
Videos/Perfil 553 0 3.353 11/24/2010 - 23:00 Português
Videos/Perfil 552 0 3.347 11/24/2010 - 23:00 Português
Videos/Perfil 551 0 4.038 11/24/2010 - 23:00 Português
Videos/Perfil 550 0 4.297 11/24/2010 - 23:00 Português
Videos/Perfil 549 0 4.229 11/24/2010 - 23:00 Português
Videos/Perfil 548 0 4.853 11/24/2010 - 23:00 Português
Videos/Perfil 547 0 3.717 11/24/2010 - 22:59 Português
Videos/Perfil 495 0 3.958 11/24/2010 - 22:58 Português
Videos/Perfil 494 0 3.808 11/24/2010 - 22:58 Português
Videos/Perfil 493 0 4.248 11/24/2010 - 22:58 Português