CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Entre as sombras da noite

Nos recantos da minha alma
Ecoa um profundo lamento,
Uma sinfonia que triste ressoa
Pela perda de um grande amor.
Como as sombras que dançam na noite
Minha dor se entrelaça com a solidão
E uma outra vez
Me encontro perdido
Ao ver-te no aconchego de outros braços.

Cada batida do coração
É um eco de saudade,
Um murmúrio das lembranças que se agarram a mim
Como heras em uma antiga parede.
Recordo os momentos de felicidade
Que outrora compartilhamos,
As promessas sussurradas aos ouvidos
Agora são diluídas pelo vento
No ar gélido do desespero
Que insiste em invadir a minha alma.

Ver-te nos braços de outra pessoa
É como ter meu coração dilacerado a cada instante,
Uma carência que tortura minha alma
Provocando um silêncio profundo.
Sinto-me desorientado
Em um labirinto de emoções,
Onde a tristeza é minha única companhia,
E a solidão, a minha única confidente.

A noite se estende
Como um manto sombrio sobre minha existência,
E eu me afundo em meus pensamentos,
Buscando em vão
O alívio para esta dor alucinante.
Mas, entre as sombras da noite,
Tua presença persiste,
Um fantasma que me assombra
E percorre cada recanto da minha mente.
Oh, como anseio pelo suave toque dos teus dedos,
Pelo calor reconfortante do teu abraço!

Triste de mim agora,
Que sou um espectro solitário,
Vagando pelos escombros
Do que um dia foi o nosso grande amor.
O que me resta neste momento
É ter a solidão como testemunha,
Da saudade que me assola
Em seu congelante abraço.
Pois o mundo continua seu curso implacável,
E meu coração permanece cativo das memórias
Do tempo em que tive você por perto,
E da dor de ver você partir
Em busca de um outro amor.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

sábado, março 23, 2024 - 14:28

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 12 horas 12 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 15287

Comentários

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação A trágica paixão de Sansão 6 125 04/18/2024 - 20:34 Português
Poesia/Desilusão A parte fraca do coração 6 146 04/17/2024 - 00:43 Português
Poesia/Desilusão O lamento do sofrer 6 135 04/16/2024 - 11:40 Português
Poesia/Meditação O fim do mundo bate à porta 6 154 04/15/2024 - 23:38 Português
Poesia/Meditação Eu posso dizer não! 6 150 04/15/2024 - 11:29 Português
Poesia/Meditação A angústia de Caim 7 258 04/15/2024 - 00:52 Português
Poesia/Amor Não era brincadeira 6 161 04/13/2024 - 14:09 Português
Poesia/Amor Fascinante 6 574 04/10/2024 - 20:11 Português
Poesia/Amor Em cada pétala de rosa 7 376 04/10/2024 - 02:31 Português
Poesia/Meditação A Mulher Samaritana 6 943 04/08/2024 - 23:06 Português
Poesia/Intervenção Contra o racismo 6 290 04/07/2024 - 14:06 Português
Poesia/Desilusão Do amor não correspondido 6 515 04/06/2024 - 14:18 Português
Poesia/Intervenção Contra o bullying 6 461 04/05/2024 - 22:58 Português
Poesia/Amor Impossível ignorar 6 559 04/05/2024 - 02:43 Português
Poesia/Desilusão Não posso te esquecer 6 825 04/04/2024 - 02:54 Português
Poesia/Desilusão Seu prisioneiro 6 427 04/02/2024 - 11:51 Português
Poesia/Amor Um poema sem palavras 6 497 04/01/2024 - 19:33 Português
Poesia/Desilusão Quando não se pode evitar 6 444 03/30/2024 - 13:27 Português
Poesia/Pensamentos Observação 6 975 03/27/2024 - 22:12 Português
Poesia/Desilusão Agora o coração reclama 6 416 03/26/2024 - 20:13 Português
Poesia/Intervenção A insensatez da guerra 6 448 03/25/2024 - 19:49 Português
Poesia/Intervenção Senso crítico nebuloso 6 504 03/24/2024 - 13:39 Português
Poesia/Desilusão Entre as sombras da noite 6 770 03/23/2024 - 14:32 Português
Poesia/Intervenção O espelho da realidade 6 473 03/22/2024 - 13:17 Português
Poesia/Dedicado À beleza do verso 6 1.045 03/21/2024 - 20:00 Português