CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

"Escalada da vida"

Em minha subida ao encontro da glória,hoje parei para refletir em minha caminhada.

Relembrar dos amigos,que estão e os que se foram.

A cada metro que subo diminui.

A cada passo que dou meu corpo se cansa mais e mais.

Penso que na escalada da vida o difícil não apenas subir.

E sim o cansaço que acumula.

Quero parar de pensar.

De todos que encontrei no caminho,um abraço e um beijo.

Inevitável é a saudades,que chega se aloja e nunca parte.

Inevitável tambem a morte,que se esconde e dá o bote na hora certa.

Ter medo não soluciona o problema.

Esconder-se nunca seria o correto.

Como fazer se a realidade nos abraça,nos esquenta e nos acolhe.

Seria horrível se a saudade não existisse.

Ficar pra eternidade escalando a montanha da vida.

A morte vem como descanso,mais deixa saudades.

Me consolo ao saber dos que se foram.

Me orgulho dos amigos que encontraram se descanso.

Pois isso  tudo nos mostra que eles chegaram ao cume e venceram essa escalada.

Pois nossa hora sempre chega.

E quando chegar estarei pronto.

O pai me deu um dom e dele aproveito,consolar os mansos,acolher os necessitado e esquentar os quem tem frio.

Palavras de um  coração que sofre mais ajuda aos que precisam.

Ser poetas é meu dom e nele me orgulho em ser uma verdadeira "Criança adulta".

 

Autor:Verton Brandino Da Silva

(27/10/2011)

Colatina ES

Submited by

sexta-feira, outubro 28, 2011 - 00:53

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Verton Brandino da Silva

imagem de Verton Brandino da Silva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 8 semanas 7 horas
Membro desde: 04/13/2011
Conteúdos:
Pontos: 660

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Verton Brandino da Silva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral "Peça!" 0 185 12/09/2018 - 03:27 Português
Poesia/Fantasia “Onde estão?” 0 186 12/03/2018 - 04:09 Português
Poesia/Gótico "Pesadelo comum!" 0 148 12/03/2018 - 02:04 Português
Poesia/Meditação "Sim!" 0 164 11/27/2018 - 21:49 Português
Poesia/Pensamentos "Verbo reeditado!" 0 210 11/25/2018 - 15:26 Português
Poesia/Pensamentos "Ilusões Particulares!" 0 169 11/25/2018 - 15:22 Português
Poesia/Pensamentos Está lá ! 0 384 08/24/2018 - 00:11 Português
Poesia/Tristeza "Para que ter pressa?" 0 379 05/08/2018 - 04:58 Português
Poesia/Dedicado "Eu vi!" 0 422 05/06/2018 - 13:00 Português
Poesia/Geral "De que serve?" 0 272 05/06/2018 - 12:57 Português
Poesia/Comédia "Apenas uma comedia!" 0 293 04/23/2018 - 01:01 Português
Poesia/Gótico "Não chorem!" 0 274 04/22/2018 - 18:43 Português
Poesia/Pensamentos "Sarjeta!" 0 454 04/19/2018 - 21:12 Português
Poesia/Meditação "Quando ele morrer!" 0 309 04/19/2018 - 21:10 Português
Poesia/Meditação Observando!" 0 306 04/19/2018 - 21:08 Português
Poesia/Geral "Versos inversos!" 0 418 10/13/2017 - 15:26 Português
Poesia/Meditação “Ficção x Realidade” 0 386 10/13/2017 - 14:57 Português
Poesia/Pensamentos "Suburbano de cor!" 0 542 10/13/2017 - 14:44 Português
Poesia/Geral "Não olhe" 0 397 10/07/2017 - 22:34 Português
Poesia/Pensamentos "Pura Infância" 0 401 10/07/2017 - 22:03 Português
Poesia/Meditação "Confissão!" 0 346 10/07/2017 - 20:41 Português
Poesia/Pensamentos "Dizem por aí!" 0 876 12/14/2016 - 23:29 Português
Poesia/Geral "Sórdida Solidão!" 0 592 12/14/2016 - 23:27 Português
Poesia/Meditação "Inocente!" 0 463 12/14/2016 - 23:23 Português
Poesia/Geral "COMUNICADO" 0 399 11/25/2016 - 15:07 Português