CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Flagelo

Punição severa
Chafurdado num mar de absinto
Não sabe mais o que fazer
Para livrar-se do medo
Dos pensamentos alucinantes.

Aqui deitarei o meu enredo
Viver no deserto
E tornar-se o senhor absoluto
Dos destinos impermeáveis
Feitos labirintos indecifráveis.

Castigo moral
É o que sente na alma
Com os olhos eternamente fechados
Procura esconder as loucuras da infância
E apagar as memórias solitárias.

Aflição de tempos imemoriais
Traçado no imaginário
De onde se via deitado no próprio jazigo
E nunca fora percebido
Pelos transeuntes noturnos nas sombras.

Angústia e flagelo
De aventuras nas memórias coletivas
Sangramentos e feridas abertas
Testemunhados pelos que não dormem
Porque foram destinados a sofrerem para sempre.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

segunda-feira, novembro 21, 2022 - 11:05

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 18 horas 46 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 9909

Comentários

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação A imaginação está tão longe 5 67 01/31/2023 - 10:31 Português
Poesia/Meditação E se... 5 79 01/30/2023 - 10:41 Português
Poesia/Meditação Desconforto 5 104 01/29/2023 - 10:49 Português
Poesia/Amor No pensamento a navegar 5 105 01/28/2023 - 11:23 Português
Poesia/Pensamentos Uma vida de reflexão 5 114 01/27/2023 - 18:00 Português
Poesia/Amor Deslumbrantes 5 120 01/26/2023 - 10:31 Português
Videos/Poesia Elogio à ignorância 0 71 01/25/2023 - 10:12 Português
Poesia/Pensamentos Elogio à ignorância - Vídeo 0 12 01/25/2023 - 10:08 Português
Poesia/Pensamentos Quem tem a chave do mundo? 5 148 01/24/2023 - 10:28 Português
Poesia/Amor Fascinantes 5 89 01/23/2023 - 10:16 Português
Poesia/Pensamentos As misteriosas engrenagens da vida 5 195 01/22/2023 - 10:41 Português
Poesia/Intervenção Revelações 5 105 01/21/2023 - 11:11 Português
Poesia/Desilusão Nunca deveria terminar 5 95 01/20/2023 - 16:13 Português
Poesia/Amor Busca incessante 5 117 01/19/2023 - 20:50 Português
Poesia/Amor Não espere eu ir embora 5 93 01/19/2023 - 14:47 Português
Poesia/Amor Sem medo de ser feliz 5 167 01/18/2023 - 11:45 Português
Poesia/Desilusão Sacrifício 5 88 01/17/2023 - 17:39 Português
Poesia/Amor Sentimento 5 122 01/16/2023 - 21:32 Português
Poesia/Amor A esperança que havia perdido 6 249 01/16/2023 - 10:35 Português
Poesia/Amor O amor que sinto por ti 5 107 01/15/2023 - 10:51 Português
Poesia/Desilusão Fria era a compaixão que podia esperar 6 107 01/14/2023 - 11:43 Português
Poesia/Pensamentos Um calmo observador dos outros 5 104 01/13/2023 - 10:22 Português
Poesia/Meditação Ultrapassa as mais altas nuvens 5 151 01/12/2023 - 16:14 Português
Poesia/Meditação Eu falo e provoco espanto 5 142 01/12/2023 - 10:54 Português
Poesia/Desilusão Quando o dilúvio do açoite passar 5 143 01/11/2023 - 17:16 Português