CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Incandescente

Ela era bonita, de um jeito incandescente, 
Como estrela cadente, em céu a reluzir. 
Mas sua beleza, embora envolvente, 
Era o menor dos brilhos que dela vi emergir. 

Seus olhos guardavam mistérios profundos, 
Histórias, segredos, mundos e mundos. 
Seu sorriso era mais que um gesto elegante, 
Era um convite à esperança, vibrante. 

A sua voz, como o canto de um beija-flor, 
Trazia acalanto, suavidade e muito amor. 
E em seu coração, repleto de bondade, 
Havia um universo de ternura e verdade. 

Era daquelas almas, raras de se encontrar, 
Que iluminam o mundo, sem precisar falar. 
Pois sua força não estava na estética ou feição, 
Mas na capacidade imensa de dar-se sem condição. 

Ela era bonita, sim, em sua essência e cor, 
Mas sua maior beleza estava no seu interior. 
E quem tivesse a sorte de realmente a conhecer, 
Descobriria que a beleza era só um detalhe a se perceber. 

 Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

quarta-feira, agosto 16, 2023 - 15:19

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 horas 2 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 15848

Comentários

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Desilusão O vento levou 6 101 06/14/2024 - 21:14 Português
Poesia/Meditação Dez pragas terríveis 6 142 06/13/2024 - 23:07 Português
Poesia/Amor Teu amor é jardim em flor 6 147 06/12/2024 - 22:31 Português
Poesia/Poetrix Saudades 6 265 06/12/2024 - 04:07 Português
Poesia/Desilusão Recordo-me da morena 6 329 06/11/2024 - 03:10 Português
Poesia/Desilusão Ruminando os pedaços 6 214 06/09/2024 - 13:07 Português
Poesia/Meditação Confusão mental 6 426 06/07/2024 - 13:46 Português
Poesia/Amor E a saudade se foi 6 329 06/06/2024 - 12:09 Português
Poesia/Pensamentos Um mistério em cada esquina 6 512 06/05/2024 - 22:18 Português
Poesia/Amor Você é a razão 6 184 06/04/2024 - 20:23 Português
Poesia/Amor No olhar dela 6 312 06/04/2024 - 12:04 Português
Poesia/Amor Se o amor não faz parte 6 209 06/04/2024 - 02:43 Português
Poesia/Pensamentos Caminhos desconhecidos 6 847 06/03/2024 - 20:38 Português
Poesia/Dedicado Ser poeta é... 6 238 06/02/2024 - 13:53 Português
Poesia/Amor Mil segredos temos nós 6 246 06/01/2024 - 13:42 Português
Poesia/Pensamentos Ecos distantes em nossa cabeça 6 812 05/31/2024 - 13:46 Português
Poesia/Amor Só não sei como te dizer 6 257 05/30/2024 - 20:17 Português
Poesia/Meditação Ignorância 6 317 05/29/2024 - 22:05 Português
Poesia/Amor Nunca tenho as palavras certas 6 512 05/28/2024 - 13:40 Português
Poesia/Desilusão Vejo que está feliz 6 227 05/27/2024 - 20:43 Português
Poesia/Pensamentos Porcos no poder 6 853 05/25/2024 - 13:45 Português
Poesia/Pensamentos Circo de horrores 6 1.025 05/24/2024 - 12:09 Português
Poesia/Pensamentos Trombetas que ecoam no vazio 6 543 05/23/2024 - 20:47 Português
Poesia/Pensamentos Isso é totalmente estupidez 6 365 05/23/2024 - 01:31 Português
Poesia/Pensamentos Soltos pelas ruas 6 611 05/21/2024 - 21:04 Português