CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Inquirindo

Oh Deus, se existes
Serão teus questionamentos
Iguais aos meus?

Será que assistes criações,
Destruições e mutações
Sem participares de nada?

Será se resolves tuas questões?
Serão teus feitos sem noção
Com aleatório e maroto desleixo?

Será se do teu teórico apogeu
Percebes o emaranhado véo
Que dança no infinito céu?

Aquilo que não tem nome
A dúvida que me consome
É a mesma, tu assumes?

Espectros do espaço e astros
A matéria entre luz e breu
O tempo apaga os rastros?

Tua abstrata pretensa presença
Aos olhos do reverenciador
É bastante para não te negar?

A vida existe em qual ato?
O sonho sonhando a si mesmo
Sonhar é a forma de se criar?

Ficar confusa em versos obtusos
No verbo que ouso processar
Serei uma ignorante intrusa?

Se és a pergunta não formulada
A resposta que não pode ser dada
Sem teres que responder nada?

Enigmáticas perguntas me faço
Perplexa dedução não cala a voz
Se importa-se por nós um criador,

Pois quanto mais inquiro o espaço
Duvido de um projeto tão algoz
Que justifique meu eu inquisidor.

Submited by

segunda-feira, julho 19, 2021 - 11:05

Poesia :

No votes yet

mase albuquerque

imagem de mase albuquerque
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 19 horas 39 minutos
Membro desde: 11/22/2012
Conteúdos:
Pontos: 624

Comentários

imagem de Odairjsilva

As mesmas perguntas...

Ah, minha querida amiga. Que maravilha de versos. As mesmas perguntas que faço em meu íntimo quase sempre, aqui tão deliciosamente pontilhadas nestes versos incríveis. Simplesmente maravilhoso. Abraços poéticos!!!

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of mase albuquerque

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Irreverentes versos... 0 37 07/27/2021 - 23:18 Português
Poesia/Geral Por uma saída... 0 22 07/22/2021 - 23:43 Português
Poesia/Soneto Sopa das estrelas (repaginada) 0 26 07/22/2021 - 23:04 Português
Poesia/Meditação Inquirindo 1 43 07/19/2021 - 13:39 Português
Poesia/Meditação O Nada! 0 146 07/06/2021 - 23:53 Português
Poesia/Soneto Mais Visões Projetadas 0 1.488 06/22/2021 - 22:35 Português
Poesia/Desilusão Letras em vão... 0 135 05/18/2021 - 23:11 Português
Poesia/Arquivo de textos Postes de lampiões 0 314 05/04/2021 - 23:20 Português
Poesia/Soneto Pescaria 0 109 05/01/2021 - 21:11 Português
Poesia/Geral Onde nos levam os ventos... 5 318 05/01/2021 - 20:14 Português
Poesia/Soneto Girogirando... 1 264 04/21/2021 - 15:05 Português
Poesia/Arquivo de textos Minha rua Carlos Vasconcelos- Fort 3 469 03/30/2021 - 00:02 Português
Poesia/Meditação Estranha Percepção 4 989 03/26/2021 - 20:08 Português
Poesia/Geral Ela e Ele 3 208 02/03/2021 - 19:22 Português
Poesia/Soneto O Som do Silêncio 1 308 10/23/2020 - 12:14 Português
Poesia/Fantasia Frascos de vidros (charada em poesia) 1 570 03/06/2020 - 22:39 Português
Poesia/Fantasia Poetisa das galaxias... 0 882 06/20/2016 - 23:45 Português
Poesia/Geral Girogirando 1 740 06/19/2016 - 14:50 Português
Poesia/Meditação Teorias Verdadeiras 2 726 06/18/2016 - 14:57 Português
Poesia/Meditação Será? 2 718 06/16/2016 - 23:15 Português
Poesia/Soneto Perdidos versos... 0 1.155 02/28/2016 - 23:44 Português
Poesia/Desilusão Uma Dor 0 809 02/19/2016 - 20:53 Português
Poesia/Soneto Se rezar, melhor não ler... 0 995 10/10/2015 - 09:54 Português
Poesia/Dedicado Pai 0 1.284 12/08/2014 - 22:02 Português
Poesia/Comédia Tô noiada... kkkkkkk 0 1.183 10/15/2014 - 00:04 Português