CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

A invenção do inútil

No vasto universo do criar,
Onde o útil vem reinar,
Nasceu um pensamento estranho:
Inventar o inútil, sem tamanho.
No canto escuro da mente, ele floresceu,
Onde a lógica não se perdeu,
Mas escolheu não se manifestar,
E a imaginação, deixou voar.

Oh invenção do inútil, que bela és tu!
Não serves para o trabalho ou o estudo,
Mas trazes sorrisos, e uma risada ou duas,
Num mundo onde tudo tem sua utilidade crua.
O inútil, muitas vezes, é o mais belo,
Pois está livre do peso do zelo,
Não carrega a obrigação de ser,
Apenas existe, sem ter que fazer.

Como uma pluma que flutua no ar,
Sem destino, sem lugar para pousar,
A invenção do inútil nos faz lembrar,
Que nem tudo na vida é sobre utilidade alcançar.
Pois há magia no absurdo, no sem propósito viver,
E na invenção do inútil, podemos nos perder,
Mas também nos encontrar,
E nossa criatividade sem fim celebrar.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

domingo, setembro 10, 2023 - 19:14

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 12 horas 13 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 16203

Comentários

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos Arautos da ignorância 7 205 07/17/2024 - 13:51 Português
Poesia/Intervenção A poesia para os tristes 6 247 07/16/2024 - 19:34 Português
Poesia/Amor A mensagem do amor em seus enredos 6 217 07/15/2024 - 23:35 Português
Poesia/Meditação A loucura da verdade 6 252 07/15/2024 - 13:45 Português
Poesia/Canção Tudo o que desejei 6 177 07/14/2024 - 17:02 Português
Poesia/Pensamentos Palavras escritas para os perdidos 6 593 07/13/2024 - 14:36 Português
Poesia/Amor Amanhã, quem sabe? 6 166 07/12/2024 - 13:50 Português
Poesia/Desilusão O tempo faz esquecer 6 299 07/11/2024 - 14:37 Português
Poesia/Pensamentos Esquecemos o que aconteceu ontem 6 597 07/10/2024 - 16:47 Português
Poesia/Desilusão Passados recompostos 6 489 07/09/2024 - 15:15 Português
Poesia/Desilusão Fere como um punhal 6 325 07/08/2024 - 16:19 Português
Poesia/Pensamentos Que mundo criamos? 6 534 07/07/2024 - 14:34 Português
Poesia/Intervenção Convoco os poetas 8 419 07/07/2024 - 14:28 Português
Poesia/Pensamentos Todas as canções possíveis 6 785 07/05/2024 - 14:21 Português
Poesia/Dedicado Canção ao Festival de Pesca 6 248 07/04/2024 - 14:55 Português
Poesia/Amor No silêncio da noite 6 230 07/03/2024 - 23:34 Português
Poesia/Desilusão Um olhar que se foi 6 375 07/02/2024 - 17:08 Português
Poesia/Amor Para tão longo amor 6 256 07/01/2024 - 13:51 Português
Poesia/Paixão Êxtase 6 170 06/30/2024 - 14:01 Português
Poesia/Pensamentos Escravos da mentira e do vento 6 1.053 06/29/2024 - 15:23 Português
Poesia/Intervenção Planeta a suspirar 6 258 06/29/2024 - 01:23 Português
Poesia/Amor Sempre 6 456 06/28/2024 - 02:07 Português
Poesia/Desilusão Saudade é minha poesia 6 273 06/26/2024 - 20:35 Português
Poesia/Amor Se alguém souber 6 261 06/25/2024 - 03:50 Português
Poesia/Amor Deusa em um jardim 6 646 06/23/2024 - 14:57 Português