CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Maio em Setembro

Era Setembro, imaginei ser Maio. O mês de Maria, das noivas, das noites de novenas. De lírios brancos, açucenas, cajados-de-São José, sorrisos-de-Maria e florzinhas outras, igualmente singelas.

Era dia, imaginei noite. Junto à parede da sala, a velha máquina de costura: coberta de branco, feita de altar para receber a Virgem Maria. Duas velas erquidas em pires, postas nas laterais, copos de vidro improvisando vasos evocando à reverência Mariana através do cheiro das rosas amélia.

Era presente, imaginei passado. Senhorinhas antigas brandando "A treze de Maio na cova da Íria, no céu aparece a Virgem Maria..." Interessante perceber como tais senhoras cantavam com um R e um U bem pronunciados e expremidos em ViURgem Maria... gostava de ouvir essa entonação.

Era sério, imaginei ser graça. Chegada a hora das preces individuais, no qual todos faziam seus pedidos, uma senhora muito fidalga sempre rogava à gentil Santa uma "graça em particular". As crianças gostaram de tal. Nesse momento, era capaz da novena não ter mais fim. Meninos e meninas de olhos fixos e 'ventas" acesas 'fungando' para fazer as velas flamejarem, davam incício a uma sequência interminável de pedidos de 'graça em particular'. Era o momento de graça, literalmente.

Era simples, parecia especial. Havia quem não gostasse. Dona Conceição mesmo, certa feita, resmungou: "Que danado esses "menino" tem pra pedir tanta graça em particular", não sabia ela que na imaginação nossa, tal graça deveria ser muito especial aos nossos ouvidos, então porque não clamar à Virgem para recebê-las também?

Era a vida e parecia ficção. Naquelas noites santíssimas, à sombra das graças de Maria, aquelas crianças e senhoras pareciam personagens de um conto qualquer, aquela vida comezinha parecia imagem, vagueia ainda no passado, traz à tona Maio, mesmo sendo Setembro.

Geneceuda Monteiro - 10 de Setembro de 2012

@genemonteiro

Leia mais no Blog: http://vocabodario.blogspot.com.br/2012/09/maio-em-setembro.html?spref=tw

Submited by

terça-feira, setembro 11, 2012 - 15:12
Your rating: None (2 votes)

Geneceuda

imagem de Geneceuda
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 anos 14 semanas
Membro desde: 08/03/2010
Conteúdos:
Pontos: 67

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Geneceuda

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Anúncios/Outros - Vende-se "É tudo. Muito. Di-verso..." 0 1.264 02/15/2016 - 16:17 Português
Anúncios/Outros - Vende-se LANÇAMENTO DO LIVRO "É TUDO.MUITO.DI-VERSO" 0 1.249 02/11/2016 - 13:58 Português
Poesia/Haikai CHUVA 0 667 07/16/2015 - 16:00 Português
Poesia/Meditação HOMOFÔNICA 0 421 07/16/2015 - 15:48 Português
Poesia/Haikai Chá das cinco 0 630 07/15/2015 - 14:31 Português
Poesia/Arquivo de textos Maio em Setembro 0 623 09/11/2012 - 15:12 Português
Poesia/Poetrix TIRADINHA ROMÂNTICA ANTITABAGISTA 0 558 09/02/2011 - 13:08 Português
Poesia/Poetrix TIRADINHA ROMÂNTICA ANTITABAGISTA 0 454 09/02/2011 - 13:08 Português
Poesia/Haikai DA FELICIDADE 0 608 05/20/2011 - 12:55 Português
Poesia/Poetrix AMBIGUIDADE 0 536 05/20/2011 - 12:32 Português
Poesia/Aforismo QUADRINHA 1 683 09/01/2010 - 01:20 Português
Poesia/Meditação CICATRIZES 2 691 08/13/2010 - 21:04 Português
Poesia/Aniversários Receita de sucesso! 2 861 08/05/2010 - 01:25 Português
Poesia/Poetrix INSCRICAO PARA A LAPIDE DA PRIMAVERA 2 763 08/05/2010 - 00:21 Português