CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

A MATÉRIA QUE RENEGAS

A MATÉRIA QUE RENEGAS

O que mais pode me doer que a solidão?
Meus ouvidos estão cerrados
Exceto a o som estridente
Desta matéria impulsiva;
Madeira e cordas
Ombros e mãos de um angustiado;
Que ao decorar as notas
Absorveu a alma de um tal miserável;
Ao longe bem ao longe
Posso senti-la me horripilando;
Veiculadas ao ar
Como faca nos meus tímpanos;
Meus olhos vendados
Perseguem as sombras
Que se movimentam;
O que passa por mim
As meninas entorpecidas
Passam-me por despercebidas;
Meus lábios sim provaram
A sede de esquecer alguém;
Como o ribeirão profundo
Ou o mais seco dos desertos;
Porem o que restou?
Eu nunca soube ao certo
Onde pairavam meus pensamentos
Adrenalina das minhas veias
Levaram-me a caminhos
Que eu não queria ir;
Eis me aqui
Estilhaços dos meus ossos
Não mais me vês
Não estou aqui!
Exceto a matéria que renegas
Não estendas as tuas mãos em vão
Nem te apiedas deste fraco;
No coração deste instrumento
Está a esperança que me atormenta
No cansaço deste humano músico
A dor deste miserável ecoa
A solidão e a saudade
São irmãs inseparáveis
E moram aqui comigo
Desde que partiu.

Pelo autor Marcelo Henrique Zacarelli
Village Outubro de 2008 no dia 20

Meus olhos vendados
Perseguem as sombras
Que se movimentam...

Submited by

sábado, fevereiro 28, 2009 - 02:15

Poesia :

No votes yet

MarceloZacarelli

imagem de MarceloZacarelli
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 9 anos 28 semanas
Membro desde: 02/17/2009
Conteúdos:
Pontos: 141

Comentários

imagem de Henrique

Re: A MATÉRIA QUE RENEGAS

Um poema bem escrito, gostei!!! :-)

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of MarceloZacarelli

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Fotos/ - Pedro Henrique e Fernanda Villarim 0 526 11/24/2010 - 00:36 Português
Fotos/ - irmãos Zacarelli Marcelo e Sandro 0 430 11/24/2010 - 00:36 Português
Fotos/ - Bruno Rodolfo e Marcelo Henrique 0 424 11/24/2010 - 00:36 Português
Fotos/ - Natália Feijó 0 484 11/24/2010 - 00:36 Português
Fotos/ - Morrison, Bruninha e Gabriele 0 477 11/24/2010 - 00:36 Português
Fotos/ - o principe Morrison 0 414 11/24/2010 - 00:36 Português
Fotos/ - Marcelo e Fernanda Zacarelli 0 520 11/24/2010 - 00:36 Português
Fotos/ - Fernanda Zacarelli 0 685 11/24/2010 - 00:36 Português
Fotos/ - Morrison 0 454 11/24/2010 - 00:36 Português
Fotos/ - Marcelo Zacarelli 0 405 11/24/2010 - 00:36 Português
Fotos/ - Katia e Paloma 0 424 11/24/2010 - 00:36 Português
Fotos/ - Zacarelli 0 489 11/24/2010 - 00:36 Português
Poesia/Canção AINDA SOU O MESMO 1 314 03/05/2010 - 03:36 Português
Poesia/Soneto ÁGUA BARRENTA 1 301 03/05/2010 - 03:36 Português
Poesia/Intervenção ADOLF O EGOCÊNTRICO 1 299 03/05/2010 - 03:36 Português
Poesia/Desilusão ADOLESCENTE PERDIDA 2 320 03/04/2010 - 13:07 Português
Poesia/Desilusão O AÇO DA SAUDADE 1 272 03/04/2010 - 13:06 Português
Poesia/Erótico ACASALAR 1 431 03/04/2010 - 13:06 Português
Poesia/Alegria A VIDA É UM POEMA 2 300 03/04/2010 - 13:05 Português
Poesia/Desilusão A TI TENHO AMADO 1 317 03/04/2010 - 13:05 Português
Poesia/Desilusão A RESPOSTA DA SAUDADE 1 391 03/04/2010 - 13:04 Português
Poesia/Desilusão A PUTA DA VIDA 1 349 03/04/2010 - 13:04 Português
Poesia/Desilusão A MORTE 2 357 03/04/2010 - 13:03 Português
Poesia/Desilusão A MATÉRIA QUE RENEGAS 1 325 03/04/2010 - 13:03 Português
Poesia/Desilusão A MÃO QUE MACHUCA A ROSA 1 369 03/03/2010 - 19:53 Português