CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

"Meus Entendimentos"

Passo por elas como se dia.
Amanheço com se ela nunca tivece existido.
Não ligo que me chamem de boêmio,pois ante de mim muitos já vieram.
Não ligo que falem de mim.
Pois assim torno-me eterno.
Vivo agora na eternidade,transformando-me em poesias.
Passasse minhas loucuras,não me sinto tão santo quanto imaginei.
Viajo nas minhas loucuras.
Torno-me um ébrio,assim como os normais poetas viveram.
Quero aprender vivendo na solidão,que tanto me quer.
Ser normal,sem nada a pensar,escrever as desgraças da vida com um sorriso explendido.
Expressar no rosto a juventude que se foi,e curtir minha velice que dela tanto fugi.
Não tenho medo da morte,quero encontra-la para rirmos junto.
E em uma dessas noite viajarmos.
Ver no meu descanso um reconhcimento.
Saber que fui não apenas,mais um poeta.
E sim aquele que lutou por tudo que nunca desistiu.
Ser real assim como todos que outrora viveram.
Mais uma noite vou durmir feliz.

Autor:Verton Brandino Da Silva
(01/06/2011)
São Paulo
 

Submited by

domingo, junho 5, 2011 - 15:58

Poesia :

No votes yet

Verton Brandino da Silva

imagem de Verton Brandino da Silva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 dias 5 horas
Membro desde: 04/13/2011
Conteúdos:
Pontos: 746

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Verton Brandino da Silva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral "Que tiro foi esse?" 1 32 03/20/2020 - 20:26 Português
Poesia/Pensamentos "O que seria?" 1 157 12/14/2019 - 23:25 Português
Poesia/Pensamentos "Meu Natal!" 0 124 12/12/2019 - 14:58 Português
Poesia/Pensamentos "Remo!" 0 201 11/06/2019 - 14:53 Português
Poesia/Dedicado “SAUDADES DA LUA” 0 180 11/02/2019 - 13:00 Português
Poesia/Dedicado "MOÇA CHOCOLATE!" 0 1.305 10/08/2019 - 22:16 Português
Poesia/Pensamentos "Aos poucos!" 0 219 07/22/2019 - 22:24 Português
Poesia/Geral “Ouro de tolo!” 0 721 07/17/2019 - 23:19 Português
Poesia/Geral "Porque não? " 0 303 07/16/2019 - 23:02 Português
Poesia/Dedicado "Meu amor!" 0 300 07/10/2019 - 16:51 Português
Poesia/Pensamentos "Sarjeta!" 1 833 07/08/2019 - 09:57 Português
Poesia/Dedicado "Mulher!" 0 355 07/04/2019 - 11:16 Português
Poesia/Dedicado "Ser,herói!" 0 311 07/04/2019 - 11:09 Português
Poesia/Meditação "Segundos!" 0 434 07/04/2019 - 11:05 Português
Poesia/Geral "Contar-te-ei!" 0 417 07/02/2019 - 11:31 Português
Poesia/Pensamentos "Luar chuvoso!" 2 1.334 07/02/2019 - 11:15 Português
Poesia/Geral "Ditos além do saber!" 0 436 07/01/2019 - 10:58 Português
Poesia/Geral "Frio amigo!" 0 536 07/01/2019 - 10:52 Português
Poesia/Geral "Peça!" 0 456 12/09/2018 - 03:27 Português
Poesia/Fantasia “Onde estão?” 0 829 12/03/2018 - 04:09 Português
Poesia/Gótico "Pesadelo comum!" 0 673 12/03/2018 - 02:04 Português
Poesia/Meditação "Sim!" 0 1.095 11/27/2018 - 21:49 Português
Poesia/Pensamentos "Verbo reeditado!" 0 650 11/25/2018 - 15:26 Português
Poesia/Pensamentos "Ilusões Particulares!" 0 545 11/25/2018 - 15:22 Português
Poesia/Pensamentos "Está lá !" 0 734 08/24/2018 - 00:11 Português