CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Mundo Sem Lugar (Sardônio e Sardaneu)

Dois demônios, irmãos gêmeos,
tão aflitos, zombeteiros,
tão "corretos", tão boêmios,
são autênticos "arteiros".

De uma era sem poética,
vêm do sonho acordado,
numa ótica patética,
fazem rumo tresloucado.

Eles vêm de algum "inferno",
para nos atormentar,
fazem tenebroso inverno,
neste mundo sem lugar.

Dois demônios, Sardônio e Sardaneu, nasceram nas profundezas do inconsciente, num inferno metafórico de um mundo sem lugar, onde estamos a sonhar e, para não sofrer, poetar.

Submited by

segunda-feira, novembro 2, 2009 - 13:55

Poesia :

No votes yet

RobertoEstevesdaFonseca

imagem de RobertoEstevesdaFonseca
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 semanas 2 horas
Membro desde: 07/05/2009
Conteúdos:
Pontos: 11282

Comentários

imagem de FlaviaAssaife

Re: Mundo Sem Lugar (Sardônio e Sardaneu)

Roberto,

Confesso que prefiro teus poemas comédias e alto-astral, mas entendo que todos temos um momento com diabinhos nos infernizando o pensamento...
Que eles sejam breves neste tormento, pois só depende de nós o teu tempo!

Bjs :-)

imagem de RobertoEstevesdaFonseca

Re: Mundo Sem Lugar (Sardônio e Sardaneu)

rsrs...

Os diabinhos são só figurinhas inspiradas no romantismo. Nada têm de ruim não. É uma questão somente de variar o modo de expressão. Não há envolvimento com baixo-astral.

Obrigado pelo seu lindo e gentil comentário.

Um beijo,
REF

imagem de RosaDSaron

Re: Mundo Sem Lugar (Sardônio e Sardaneu)

Roberto,

Os "meninos" não pode nunca derrotar-nos,eles fazem-nos sofrer é verdade, mas a força em nós sobressai e mandamos-os embora num piscar de olho...
Mas que eles nos fazem criar lindos poemas isso faz!

Parabem!
Amei!
Beijos
Rosa

imagem de RobertoEstevesdaFonseca

Re: Mundo Sem Lugar (Sardônio e Sardaneu)

Oi, Rosa de Sharon.

Amei teu comentário!

Muito obrigado pelas tuas deliciosas palavras!

Beijos!
REF

imagem de Poetaminas

Re: Mundo Sem Lugar (Sardônio e Sardaneu)

Estes demônios me pareceram o sofrimento, a dor, a tristeza, que martirizam e não nos deixam.
Tentamos enxotá-los, mas só aos poucos eles se vão depois que o coração se acalma e o inverno se vai. É a alma sofrendo de amor. bjs

imagem de RobertoEstevesdaFonseca

Re: Mundo Sem Lugar (Sardônio e Sardaneu)

rsrs...

Oi, Neuza.

Adorei tua interpretação. Estás com a razão.
O que o amor faz conosco, não é? E são estas figurinhas românticas que não nos deixam esquecer um só minuto da pessoa que amamos.
O cupido nos faz apaixonar e depois esses dois não nos deixam esquecer o amor que perdemos.

Obrigado pelo teu comentário repleto de simpatia!

Beijos.
REF

imagem de analyra

Re: Mundo Sem Lugar (Sardônio e Sardaneu)

Roberto meu caro, que se passa com tua temática, tão leve sempre, tão sutil e dita docemente. Falas de demônios me lembra "Deuterônimos" expulsando seus males com temor. Onde foram passear teus poemas de amor?
Que te passa amigo? Donde vem esta dor? Sinto saudade do poeta das singelas poesias com cor, donde andas? Já mudou para a realidade? Ou foi devorado pela energia da cidade? Enxote estes seres de teu coração, quanto mais os poeta mais força eles terão...Sinta o amor dos bons tempos que virão, expulse este sentimento tenha pena destes pobres demônios pois no fim somos todos irmãos.
Antes de detesta-los, extenda-lhes a mão. Quem sabe assim eles não transmutarão, e ao invéz de demônios, tornar-se-ão seres de luz. Em mim este poema é este sentimento que traduz.

Grande abraço.

imagem de RobertoEstevesdaFonseca

Re: Mundo Sem Lugar (Sardônio e Sardaneu)

Amiga Ana Lyra.

Estas personagens são apenas duas figurinhas metafóricas, inofensivas e românticas.
Eu compreendo tua preocupação e fico muito grato por isto.
As singelas poesias com cor estão comigo, e sempre se manifestarão, creia.
Essas fugurinhas exóticas são esporádicas, e não têm o mesmo significado das outras.

São estas as palavras de quem muito te admira, tanto pelas tuas lindas obras, quanto pela energia maravilhosa que emana de ti e que daqui, com grande felicidade, estou captando.

Sem mais,
Um grande abraço,
Roberto

imagem de MarneDulinski

Re: Mundo Sem Lugar (SardônAinda que nada se apague de forma alg

RobertoEstevesdaFons!
Mundo Sem Lugar (Sardônio e Sardaneu)
Gostei!
MarneDulinski

imagem de RobertoEstevesdaFonseca

Re: Mundo Sem Lugar (SardônAinda que nada se apague de forma alg

Oi, Marne,

Obrigado pelas tuas gentis palavras.

Obs: saiu uma parte de outro texto acima do teu comentário.

Um abraço,
REF

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of RobertoEstevesdaFonseca

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral POR QUE CANTAR 0 121 01/27/2020 - 19:57 Português
Poesia/Geral PEQUENO SONHO 2 215 12/07/2019 - 04:47 Português
Fotos/Natureza INUSITADO TOMATE 1 178 12/04/2019 - 09:34 Português
Poesia/Dedicado MANEIRA DE ARTE 0 204 11/22/2019 - 16:04 Português
Poesia/Haikai TROÇA 0 156 11/02/2019 - 02:18 inglês
Poesia/Amor VANDA 0 198 10/07/2019 - 04:13 Português
Poesia/Geral ENTIDADES 0 169 09/22/2019 - 05:04 inglês
Poesia/Geral ENTIDADES 0 164 09/22/2019 - 05:04 inglês
Poesia/Geral ENTIDADES 0 224 09/22/2019 - 05:04 inglês
Poesia/Intervenção FRAGMENTOS 1 256 09/17/2019 - 13:55 Português
Poesia/Amor PEQUENA HISTÓRIA DE CASAMENTO 0 480 09/02/2019 - 05:58 Português
Poesia/Pensamentos DO SER E DO SENTIDO 0 358 07/05/2019 - 21:04 Português
Poesia/Amor POEMA DA JOANINHA 2 4.674 05/02/2019 - 01:44 Português
Poesia/Amor UMA ESTÁ NA OUTRA 0 288 05/01/2019 - 18:24 Português
Poesia/Geral PÉ-DE-VALSA 0 457 03/22/2019 - 17:34 Português
Poesia/Geral UNIVERSO UNE VERSOS 0 371 03/22/2019 - 17:29 Português
Poesia/Geral UNIVERSO UNE VERSOS 0 448 03/22/2019 - 17:24 Português
Poesia/Amor ORAÇÃO 0 707 07/18/2018 - 02:57 Português
Poesia/Pensamentos DESEJO DE DESEJO (res nullius) 1 961 03/29/2018 - 22:52 Português
Poesia/Geral Parto, partir 4 1.783 03/07/2018 - 09:46 Português
Poesia/Geral Brisa 3 1.788 02/28/2018 - 17:06 Português
Prosas/Pensamentos UMA HISTORINHA FICTÍCIA, É CLARO, SOBRE EVOLUÇÃO 3 1.029 02/28/2018 - 17:04 Português
Poesia/Pensamentos ALTERIDADE 3 1.058 02/28/2018 - 16:30 Português
Prosas/Outros HISTÓRIA ROMÂNTICA SOBRE BRUXAS MEDIEVAIS 0 630 01/26/2018 - 03:22 Português
Poesia/Amor PELO RUMO DO TEMPO 1 949 10/22/2017 - 20:55 Português