CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Nos jardins da Babilônia

Era como se eu voasse e rompesse as nuvens
No distante horizonte desaparecesse
Em busca de algo que pudesse me dizer
As coisas que sentia no coração apertar
E não tivesse como esconder de quem fosse.

Ao longe vislumbrava-se a exuberância
Da beleza que transcendia o seu olhar
E o cheiro era de um perfume tão suave
Que preenchia todos os espaços do pensamento
Quando vi a sua silhueta tomar forma de mulher.

Na minha imaginação não havia nada mais belo
Do que o sorriso a despontar dessa miragem
Nem as flores nos jardins da Babilônia
Poderiam desejar ser mais esbeltas
Do que a magnitude do seu singelo olhar.

"Estás apaixonado e não pode ver outra coisa"
Gritavam os berberes nos acampamentos
E nem me importava com seus discursos vazios
Porque o que sentia no coração era mais forte
Um desejo que extrapolava toda razão.

E foi assim que acabei construindo na mente
A descrição que me parecia ser mais justa
De dizer o que a sua beleza representava aos olhos
Dos que um dia tiveram a satisfação de contemplar
Toda essência que exala de sua alma encantadora.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

segunda-feira, janeiro 2, 2023 - 13:11

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 dia 3 horas
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 15650

Comentários

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Nunca tenho as palavras certas 6 196 05/28/2024 - 13:40 Português
Poesia/Desilusão Vejo que está feliz 6 142 05/27/2024 - 20:43 Português
Poesia/Pensamentos Porcos no poder 6 329 05/25/2024 - 13:45 Português
Poesia/Pensamentos Circo de horrores 6 407 05/24/2024 - 12:09 Português
Poesia/Pensamentos Trombetas que ecoam no vazio 6 354 05/23/2024 - 20:47 Português
Poesia/Pensamentos Isso é totalmente estupidez 6 219 05/23/2024 - 01:31 Português
Poesia/Pensamentos Soltos pelas ruas 6 387 05/21/2024 - 21:04 Português
Poesia/Pensamentos Espero a ressurreição nos campos humanos 6 320 05/20/2024 - 23:11 Português
Poesia/Pensamentos O vazio é o parasita 6 408 05/19/2024 - 14:19 Português
Poesia/Pensamentos A voz que ninguém quer ouvir 6 482 05/18/2024 - 23:41 Português
Poesia/Desilusão Tão triste e vazio 6 393 05/14/2024 - 12:16 Português
Poesia/Amor Sob o luar 6 227 05/12/2024 - 14:19 Português
Poesia/Pensamentos Um abismo chama outro 6 1.097 05/11/2024 - 13:22 Português
Poesia/Tristeza A dor de quem perde o que mais ama 6 698 05/09/2024 - 20:39 Português
Poesia/Meditação Almas quietas 6 508 05/08/2024 - 11:42 Português
Poesia/Desilusão No silêncio da noite 6 379 05/07/2024 - 20:36 Português
Poesia/Dedicado No coração do Pantanal 6 295 05/06/2024 - 23:01 Português
Poesia/Desilusão O horizonte faz lembrar 6 810 05/04/2024 - 14:29 Português
Poesia/Meditação Medeia 6 525 05/03/2024 - 20:12 Português
Poesia/Amor Quem dera eu tivesse o poder 6 524 05/02/2024 - 12:06 Português
Poesia/Pensamentos O último suspiro 6 1.055 05/01/2024 - 14:29 Português
Poesia/Amor A inquietude do amor 6 511 04/30/2024 - 11:54 Português
Poesia/Meditação Meu lado sombrio 6 481 04/29/2024 - 20:30 Português
Poesia/Alegria A vida que se abre 6 568 04/28/2024 - 14:11 Português
Poesia/Pensamentos Condicionacérebros 6 728 04/27/2024 - 14:06 Português