CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O espectro da solidão

No silêncio tenta se esconder 
Não deseja nem que ouça sua respiração 
Não perturbe a sua inquieta alma 
E nem permita que interrompa o seu momento 
Porque de nada adianta lutar sozinho 
O mundo sempre será um lugar solitário 
Onde a alma estará em lamentos 
Por não saber o que encontrar no labirinto 
Na existência que clama na escuridão. 
 
Acaba com essa dor, por favor 
É o clamor que se pode ouvir na penumbra 
Um espectro aterrorizante rompe o silêncio 
Causa calafrios indescritíveis 
E medo por não saber o que fazer 
Em situações assim nada tem explicação 
Não há nenhuma lógica 
Apenas o silêncio na escuridão da alma 
Que procura uma saída desse labirinto. 
 
A causa de tudo isso acontecer 
Foi acreditar que dessa vez poderia ser diferente 
Quando na verdade nunca é 
O que aconteceu ontem tornará acontecer amanhã 
Pois essa é a regra primordial da ilusão 
A miragem no deserto que não pode ser desvendada 
O enigma da esfinge que não será decifrada 
Porque o coração sempre tem a tendência absurda 
De acreditar no que não irá acontecer 
No milagre que a mente projeta 
Como se fosse possível caminhar sobre as nuvens. 
 
Pare um pouco e perceba a sua volta 
O que os seus olhos estão a contemplar 
Que não seja apenas o espectro da solidão? 
E muitos ainda acreditam que são grandes coisas 
Que poderão um dia deixar suas marcas na eternidade 
Quando, na verdade, não passam de pequenos medíocres 
Que apenas sabem viver como parasitas 
Em uma sociedade que não tem nada mais a oferecer. 
 
Estão querendo calar a minha voz 
Dizem que não posso ficar falando essas coisas 
Que isso causa constrangimento 
Desconforto em mentes ociosas que desejam a tranquilidade 
E eu simplesmente os aborreço 
Não quero nem saber o que estão dizendo 
Apenas continuarei a minha jornada 
Com minha marreta feita do mais duro metal 
Esmiuçar as mentes medíocres que encontro pelo caminho. 

 
Poema: Odair José, Pota Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

terça-feira, março 14, 2023 - 22:27

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 9 horas 49 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 15276

Comentários

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Desilusão A parte fraca do coração 6 113 04/17/2024 - 00:43 Português
Poesia/Desilusão O lamento do sofrer 6 115 04/16/2024 - 11:40 Português
Poesia/Meditação O fim do mundo bate à porta 6 131 04/15/2024 - 23:38 Português
Poesia/Meditação Eu posso dizer não! 6 136 04/15/2024 - 11:29 Português
Poesia/Meditação A angústia de Caim 7 222 04/15/2024 - 00:52 Português
Poesia/Amor Não era brincadeira 6 144 04/13/2024 - 14:09 Português
Poesia/Amor Fascinante 6 501 04/10/2024 - 20:11 Português
Poesia/Amor Em cada pétala de rosa 7 358 04/10/2024 - 02:31 Português
Poesia/Meditação A Mulher Samaritana 6 817 04/08/2024 - 23:06 Português
Poesia/Intervenção Contra o racismo 6 270 04/07/2024 - 14:06 Português
Poesia/Desilusão Do amor não correspondido 6 513 04/06/2024 - 14:18 Português
Poesia/Intervenção Contra o bullying 6 455 04/05/2024 - 22:58 Português
Poesia/Amor Impossível ignorar 6 557 04/05/2024 - 02:43 Português
Poesia/Desilusão Não posso te esquecer 6 785 04/04/2024 - 02:54 Português
Poesia/Desilusão Seu prisioneiro 6 424 04/02/2024 - 11:51 Português
Poesia/Amor Um poema sem palavras 6 495 04/01/2024 - 19:33 Português
Poesia/Desilusão Quando não se pode evitar 6 441 03/30/2024 - 13:27 Português
Poesia/Pensamentos Observação 6 887 03/27/2024 - 22:12 Português
Poesia/Desilusão Agora o coração reclama 6 414 03/26/2024 - 20:13 Português
Poesia/Intervenção A insensatez da guerra 6 442 03/25/2024 - 19:49 Português
Poesia/Intervenção Senso crítico nebuloso 6 503 03/24/2024 - 13:39 Português
Poesia/Desilusão Entre as sombras da noite 6 753 03/23/2024 - 14:32 Português
Poesia/Intervenção O espelho da realidade 6 467 03/22/2024 - 13:17 Português
Poesia/Dedicado À beleza do verso 6 1.043 03/21/2024 - 20:00 Português
Poesia/Amor Permita-me 6 161 03/21/2024 - 11:51 Português