CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O possível último Sonho

belos campos verdejantes

observo-os distantes

por de trás deles, como pano de fundo

a luz do dia o céu enche de vida

um imenso raio de sol me alcança

como que estivesse iludir-me de esperança

a que longínquos campos conseguiria alcançar

..
(e vontade de para lá caminhar não me falta!)
..

durante tal percurso
uma ponte existe a meio
a que não sou alheio
pois de a atravessar tenho receio

seu chão é transparente
mas as folhas dos campos
que o vento deles trás
repousam nesse chão
que meu olhos não conseguem ver

uma placa à entrada
de tal misteriosa travessia
diz-me que a condição para passar
é meu corpo deixar ficar
e apenas a alma na bagagem levaria

não tive coragem para o fazer
o meu corpo começou a tremer
foi então que rejeitei a ideia

(de meu corpo não me vou livrar)

e atravessar a ponte, decidi arriscar..

mal ponho o primeiro pé
sinto uma mão a me empurrar
para fora desta ponte
e cair desamparadamente num abismo
onde só escuridão via no horizonte

de repente acordo
meio atordoado e perdido..

Era apenas um sonho!
(constato)

Submited by

terça-feira, março 23, 2010 - 20:53

Poesia :

No votes yet

SerSimplesmente

imagem de SerSimplesmente
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 anos 29 semanas
Membro desde: 03/20/2010
Conteúdos:
Pontos: 255

Comentários

imagem de Henrique

Re: O possível último Sonho

A fantasia que não se livra do corpo do poeta! :-)

imagem de SerSimplesmente

Re: O possível último Sonho

Obrigado pelo comentário
De facto, Henrique, aquilo que mais me inspira é aquilo que a realidade não pode explicar..

Cumprimentos, David

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of SerSimplesmente

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Era uma vez.. uma Árvore 0 409 11/07/2013 - 13:02 Português
Poesia/Dedicado Até um dia meu Irmão 3 419 04/17/2012 - 11:50 Português
Poesia/Pensamentos Onde estão as cores? 4 466 04/15/2012 - 23:18 Português
Poesia/Pensamentos Mar Nosso 2 446 04/13/2012 - 23:53 Português
Poesia/Meditação Eterna amiga 2 451 04/07/2012 - 00:02 Português
Poesia/Pensamentos Aprender + Sentir = Viver 2 428 04/06/2012 - 15:04 Português
Videos/Perfil 1120 0 763 11/24/2010 - 23:10 Português
Fotos/ - 3319 0 834 11/24/2010 - 00:48 Português
Ministério da Poesia/Desilusão OS CINCO SENTIDOS 0 530 11/19/2010 - 19:27 Português
Ministério da Poesia/Meditação Consequências da Loucura 0 570 11/19/2010 - 19:27 Português
Ministério da Poesia/Meditação Inverno 0 554 11/19/2010 - 19:27 Português
Ministério da Poesia/Meditação Razão 0 694 11/19/2010 - 19:27 Português
Ministério da Poesia/Desilusão Paginas Soltas II 0 572 11/19/2010 - 19:27 Português
Ministério da Poesia/Desilusão Paginas Soltas III 0 580 11/19/2010 - 19:27 Português
Ministério da Poesia/Alegria Paginas Soltas IV - Fim 0 567 11/19/2010 - 19:27 Português
Ministério da Poesia/Meditação ETERNA PERFEIÇAO 0 629 11/19/2010 - 19:27 Português
Ministério da Poesia/Dedicado O 5º Imperio 0 515 11/19/2010 - 19:27 Português
Ministério da Poesia/Comédia Adolescencia 0 847 11/19/2010 - 19:27 Português
Ministério da Poesia/Meditação Um Adeus Adiado 0 727 11/19/2010 - 19:27 Português
Ministério da Poesia/Geral Transparencia 0 654 11/19/2010 - 19:27 Português
Ministério da Poesia/Meditação Mistério 0 505 11/19/2010 - 19:27 Português
Ministério da Poesia/Meditação Metamorfismo 0 691 11/19/2010 - 19:27 Português
Ministério da Poesia/Meditação Sonho 0 569 11/19/2010 - 19:27 Português
Ministério da Poesia/Amor Saudade em Ingles 0 621 11/19/2010 - 19:27 Português
Ministério da Poesia/Meditação Perceções 0 601 11/19/2010 - 19:27 Português