CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

"O que?"

Sinto um sentir sem medo.
Que tudo não parece ser qualquer coisa.
Pois nada pode ser algo.
Ou não sei mais nada.
Luto apenas pelo luto que nunca se foi.
Saber de tudo ao mesmo tempo que nada sei.
surtando no mais são sentir.
Sendo mudo no silêncio em ue a voz nada diz.
Sei lá.
O que se sabe.
Medo tortura ou nada com isso.
Não sei.
Obrigado por tudo.
Unica coisa que sei.
Hoje e o amanhã são apenas isso mesmo que parece.
Apenas sonho.
E nada mais...

Autor:Verton Brandino Da Silva
(29/03/2012)
Colatina-ES

 

"Qué"

Tengo la sensación de sin miedo.
Lo que no parece haber nada.
Para nada puede ser algo.
O no sé nada más.
El duelo sólo por el dolor que nunca lo fue.
Sabiendo todo el tiempo que no sé nada.
enloqueciendo más se siente.
Guardar silencio en el silencio en el que la voz está en silencio.
No sé.
Lo que se sabe.
Miedo a la tortura ni nada de eso.
No se.
Gracias por todo.
Lo único que sé.
Hoy y mañana es sólo eso lo que parece.
Sólo sueño.
Y nada más ...
Autor: Da Silva Verton Brandino
(29/03/2012)
Colatina-ES

Submited by

quinta-feira, abril 5, 2012 - 22:36

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Verton Brandino da Silva

imagem de Verton Brandino da Silva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 dias 7 horas
Membro desde: 04/13/2011
Conteúdos:
Pontos: 660

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Verton Brandino da Silva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral "Peça!" 0 211 12/09/2018 - 03:27 Português
Poesia/Fantasia “Onde estão?” 0 239 12/03/2018 - 04:09 Português
Poesia/Gótico "Pesadelo comum!" 0 189 12/03/2018 - 02:04 Português
Poesia/Meditação "Sim!" 0 223 11/27/2018 - 21:49 Português
Poesia/Pensamentos "Verbo reeditado!" 0 308 11/25/2018 - 15:26 Português
Poesia/Pensamentos "Ilusões Particulares!" 0 220 11/25/2018 - 15:22 Português
Poesia/Pensamentos Está lá ! 0 525 08/24/2018 - 00:11 Português
Poesia/Tristeza "Para que ter pressa?" 0 416 05/08/2018 - 04:58 Português
Poesia/Dedicado "Eu vi!" 0 472 05/06/2018 - 13:00 Português
Poesia/Geral "De que serve?" 0 309 05/06/2018 - 12:57 Português
Poesia/Comédia "Apenas uma comedia!" 0 356 04/23/2018 - 01:01 Português
Poesia/Gótico "Não chorem!" 0 314 04/22/2018 - 18:43 Português
Poesia/Pensamentos "Sarjeta!" 0 519 04/19/2018 - 21:12 Português
Poesia/Meditação "Quando ele morrer!" 0 380 04/19/2018 - 21:10 Português
Poesia/Meditação Observando!" 0 364 04/19/2018 - 21:08 Português
Poesia/Geral "Versos inversos!" 0 457 10/13/2017 - 15:26 Português
Poesia/Meditação “Ficção x Realidade” 0 451 10/13/2017 - 14:57 Português
Poesia/Pensamentos "Suburbano de cor!" 0 581 10/13/2017 - 14:44 Português
Poesia/Geral "Não olhe" 0 430 10/07/2017 - 22:34 Português
Poesia/Pensamentos "Pura Infância" 0 454 10/07/2017 - 22:03 Português
Poesia/Meditação "Confissão!" 0 372 10/07/2017 - 20:41 Português
Poesia/Pensamentos "Dizem por aí!" 0 919 12/14/2016 - 23:29 Português
Poesia/Geral "Sórdida Solidão!" 0 640 12/14/2016 - 23:27 Português
Poesia/Meditação "Inocente!" 0 497 12/14/2016 - 23:23 Português
Poesia/Geral "COMUNICADO" 0 436 11/25/2016 - 15:07 Português