CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O que sentiste foi o que nunca quiseste conhecer...

Matas-te
(sem contemplação!)
o que restava do meu calvário...

Sons trespassados que
(inusitados)
se aglutinam no espelho
da amargura ilimitada.

Talvez uma ponta de culpa
sobre
por me teres tirado a existência
(e te ensine)
a entrar verdadeiramente
na alma dos outros
com olhos de ver...

O que sentiste
foi o que nunca quiseste conhecer...
(o meu âmago sonhador)
que nunca quiseste vislumbrar...

Talvez as olheiras fundas
(e cruas!)
contem um pouco da história
que me crucifica no cemitério
dos reinos,
das harpas,
das ilusões que me afligem,
os inertes haréns que varreste para debaixo de mim
como se eu fosse um tapete da Pérsia
velho e sujo...

Restitui-me pelo menos a espada
com que esquartejaste
(na minha pele)
o sofrimento resignado
que me sorve o calor das mãos.

Para que os meus dias tenham a luz
que me deste e tiraste,
por entre o brilho glorioso do metal
que aquece e congela

Foi com elas que abriste
(o meu túmulo!)
me arrastas-te
com um sorriso nos lábios
para o caixão que moldaste
nas horas mortas...

E na minha lápide
(a gravação)
do teu nome,
Incompreensão!

Que o silêncio destas palavras te faça reflectir
o quanto me continuas
a dilacerar o inocente peito
mesmo depois de morto e enterrado,
por ti...

Submited by

sexta-feira, dezembro 19, 2008 - 20:50

Poesia :

No votes yet

zizo

imagem de zizo
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 8 anos 29 semanas
Membro desde: 06/16/2008
Conteúdos:
Pontos: 1659

Comentários

imagem de Henrique

Re: O que sentiste foi o que nunca quiseste conhecer...

As emoções são a realidade da escrita!

:-)

imagem de KeilaPatricia

Re: O que sentiste foi o que nunca quiseste conhecer...

Sublime e belo contudo triste, mas gostei...

beijos...

imagem de angelalugo

Re: O que sentiste foi o que nunca quiseste conhecer...

Olá Zizo

Como é triste pensar que a incompreensão
pode matar o amor que vai ao coração...

Belo e triste poema

Doce beijo n'alma

imagem de MariaSousa

Re: O que sentiste foi o que nunca quiseste conhecer...

Tão triste Zizo.

Belo, sem quaquer dúvida.

Bjs

imagem de ÔNIX

Re: O que sentiste foi o que nunca quiseste conhecer...

Da minha janela aberta para o mar
Invento um novo céu dos poetas....

Um novo céu onte tu te encontras nos sonhos que constróis, em vivências paralelas, onde tudo és e fazes acontecer...

Beijos

Feliz Natal

imagem de Anonymous

Re: O que sentiste foi o que nunca quiseste conhecer...

Amar é sentir na face a humildade de uma lágrima...

Não tenho palavras.

Abraço :-)

imagem de Anonymous

Re: O que sentiste foi o que nunca quiseste conhecer...

"Acreditamos saber que existe uma saída, mas não sabemos onde está. Não havendo ninguém do lado de fora que nos possa indicá-la, devemos procurá-la por nós mesmos. O que o labirinto ensina não é onde está a saída, mas quais são os caminhos que não levam a lugar algum."
Norberto Bobbio

Puro goth, romântico onde o amor trespassado preenche as lacunas da alma. Nem necessito de dizer o que acho.Abraços.

imagem de fmr

Re: O que sentiste foi o que nunca quiseste conhecer...

Morto... e sem espada!! Isso é não é mal, é muito mal... :lol: :lol:

Bemvindo á hora de escrever zizo..

Também gostei muito deste teu poema de saudade..

Abraço

imagem de Anonymous

Re: O que sentiste foi o que nunca quiseste conhecer...

Zizito...difícil esquecer um amor tão sentido, no entanto mto bem escrito.

Gostei muito de ler.

bj

Breizh

imagem de Anonymous

Re: O que sentiste foi o que nunca quiseste conhecer...

Mesmo morto, dilacerado, condenado, enterrado...brotam versos de amor pelos poros da tua alma.

Absolutamente fabuloso.

Beijo

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of zizo

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Videos/Perfil 193 0 1.058 11/24/2010 - 21:48 Português
Videos/Perfil 148 0 1.148 11/24/2010 - 21:48 Português
Videos/Perfil 144 0 1.171 11/24/2010 - 21:48 Português
Videos/Perfil 143 0 1.248 11/24/2010 - 21:48 Português
Videos/Perfil 171 0 1.321 11/24/2010 - 21:47 Português
Fotos/ - 607 0 1.669 11/23/2010 - 23:36 Português
Fotos/ - http://i61.photobucket.com/albums/h47/zizo11/1107200838 0 1.448 11/23/2010 - 23:36 Português
Fotos/ - 546 0 1.720 11/23/2010 - 23:35 Português
Fotos/Outros Explosão de luz no meio da noite escura 1 1.577 09/14/2010 - 00:35 Português
Poesia/Tristeza O que sentiste foi o que nunca quiseste conhecer... 10 879 03/02/2010 - 03:05 Português
Poesia/Tristeza Dói-me o coração... 6 739 03/01/2010 - 19:43 Português
Poesia/Tristeza Coração despedaçado 4 1.178 03/01/2010 - 19:42 Português
Poesia/Paixão És doce beleza de maçã e canela 11 820 03/01/2010 - 18:18 Português
Poesia/Amor És a luz do meu peito 5 840 03/01/2010 - 18:12 Português
Poesia/Amor Sou o corpo do teu olhar 16 738 03/01/2010 - 17:53 Português
Poesia/Amor Existo como bater do teu coração 9 674 03/01/2010 - 03:15 Português
Poesia/Amor Como te amo 15 922 03/01/2010 - 03:05 Português
Poesia/Tristeza Sopro de tempo 11 778 02/28/2010 - 19:52 Português
Poesia/Amor Cristais de afecto 7 658 02/28/2010 - 19:47 Português
Poesia/Tristeza Seca-me as lágrimas 11 718 02/28/2010 - 19:42 Português
Poesia/Amor Ciciar dos búzios 9 1.029 02/28/2010 - 19:41 Português
Poesia/Paixão Lilás do desejo 13 778 02/28/2010 - 19:27 Português
Poesia/Amor Encontro de olhares 12 912 02/28/2010 - 19:21 Português
Poesia/Paixão Odisseias de amor 15 1.117 02/28/2010 - 19:07 Português
Poesia/Amor És perfeita 13 620 02/28/2010 - 14:44 Português